Vito: Gastronomia italiana de excelência.

Há muito tempo eu queria conhecer o Restaurante Vito, aqui em São Paulo, mas por fim o destino desejou que fosse só esta semana e ainda bem que ele foi camarada, pois toda a minha intuição se transformou em uma agradabilíssima surpresa.

As surpresas começam pela casa charmossérrima, Desde a porta da entrada você irá se encantar com seu décor intimista e acolhedor. O restaurante quis trazer para seu interior a hospitalidade amigável da Vila Beatriz, que tem aquele jeitão antigo e já raro em São Paulo. Outra curiosidade é o nome do restaurante italiano, que foi uma brincadeira com o nome da rua na qual ele está situado e com o filme favorito de um dos donos do lugar, O Poderoso Chefão, of course!

Quem comanda as panelas atualmente é a talentosa chef Daniela Malavasi, que trouxe brilho à clássica gastronomia italiana com toques pessoais acima da média e novos significados a esta gastronomia tão familiar e acolhedora.

Iniciamos nosso jantar com a estonteante Torta di Pomodoro (R$23,00), feita com tomates, anchovas e gelatto de azeite. Eu simplesmente amei esta torta de massa folhada muito delicada. Confesso que quando a vi, fiquei apreciando aquele colorido brilhante dos tomates e reparando nos detalhes das camadas da massa, onde eles estavam acolhidos, e sinceramente achei que na primeira garfada tudo iria explodir no prato e virar algo insosso. Engano meu, na primeira garfada esta sinergia de texturas e sabores intensos explodiu sim, só que foi na minha boca, provocando uma sensação deliciosa de frescor em meu palato, com a ajuda do sorvete de azeite que acompanhava. Não pense duas vezes em comer esta entrada, se você é super fã de tomates. Sem contar que ela chegou com o melhor dos visuais, de comer com os olhos!

Outra entradinha para comer com as mãos e que vai abrir seu apetite é o Tonno (R$10,00), atum curado, creme azedo e ervilha com wasabi. Combinação acertadíssima e perfeita para um dia de verão, onde tudo que se quer são comidinhas com ingredientes leves, frescos e aromáticos. O selamento do peixe estava firme e deu liga com o creminho azedo e a crocante ervilha picante. A bolachinha fina e crocante, tinha sabor parecido ao das bolachas cream cracker.   

Resolvi de última hora pedir um dos clássicos da gastronomia italiana que eu mais curto: Spaghetti a Carbonara (R$49,00). Ele chega lindo à mesa, cheiroso e com a mais autêntica aparência possível de um bom prato de macarrão, até que eu dei a primeira garfada e senti o sabor peculiar e intenso do azeite trufado, que mais uma vez foi o vilão da história e camuflou todos os outros ingredientes. Tentei, tentei até que na quarta garfada desisti, porque não sentia nada mais na minha língua, além do sabor do azeite. Totalmente dispensável nesta receita.

                                                                                                                                      

Para compensar, pedi o Polvo com salada de feijões com chorizo e gremolata de laranja (R$49,00). Inacreditável como este molusco entra numa receita como o protagonista perfeito. O sabor cítrico da laranja deu uma liga agridoce muito interessante com a salada morna dos variados feijões, que estavam com uma textura firme. Sobre a salada um polvo aberto, farto e bem cozido. Uma receita que foi além das nossas expectativas, e seu visual era lindo!

Mas o meu eleito da noite, quando ovacionei e joguei todas as flores, foi para a receita da Porchetta da casa (R$57,00), guarnecida com cuscuz e ruqueta. Sem exageros, a daqui será um divisor de águas na sua vida palatina, sem contar que a maestria da chef se evidenciou para mim neste prato. As fartas fatias rosadas da carne suína vieram perfeitamente fritas e suculentas, servidas com uma camada absolutamente crocante da pele, guarnecidas com um úmido e colorido cuscuz e coroada por pequenas fatias de ruqueta, cuja adstringência deram equilíbrio à receita. E vale mencionar que serve tranquilamente duas pessoas, imperdível!

E no menu você também vai encontrar maravilhosas sobremesas. Uma delas me encantou pela simplicidade e textura cremosa: Torta di Cocco (R$20,00), um bolo gelado de coco com cobertura de marshmallow e coco fresco. Quem ama esta fruta, como eu, irá amar este bolo úmido, saboroso e açucarado na medida. A cobertura do confeito fez o contraponto interessante, ah e sua temperatura beirava a perfeição. Amamos!

Serviço gentil, preços camaradas, luz ideal e muitas boas opções para os comensais assíduos da nova cozinha italiana. Um lugar para se voltar sempre, minha alma italiana agradeceu a experiência!

Serviço

Vito Restaurante
Endereço:
R. Isabel de Castela, 529 – Vila Madalena – São Paulo – SP

Horário:
segunda-feira a quinta-feira – 12:00–15:00, 19:00–23:00

sexta-feira – 12:00–15:00, 19:00–00:00
sábado – 12:00–17:00, 19:00–00:00
domingo – 12:00–17:00
Telefone:
(11) 3032-1469

Crédito Imagens: Roberto Salgado

Curta e siga:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *