Best Wern: primeiro hotel fashion na Barra da Tijuca!

Este mês fui conhecer um hotel que há muito tempo eu tinha curiosidade em me hospedar, o Best Western Premier Americas Fashion Hotel by Lenny Niemeyer, no Rio de Janeiro.

O que atrai primeiramente é o seu conceito pioneiro de luxo e welness  já há alguns anos sendo explorado por grandes marcas hoteleiras que convidam icônicos estilistas a imprimir seu estilo. Por onde você passa, as idealizações de Lenny Niemeyer – uma das maiores estilistas de beachwear no país – estão reverenciadas em cada detalhe. Dá para notar que ela se inspirou em um conceito praiano mais sofisticado, linhos, tecidos crus, madeiras e estampas calmas com inspiração na natureza.

Os 222 quartos são espaçosos e apresentam elegantes linhas curvas, e todos são decorados com linha de  cama e banho assinado pela maravilhosa Trousseau que oferece macios e luxuosos tecidos que irão te acolher. As comodidades modernas incluem TVs de tela plana com DVD player, base para iPod e WiFi gratuito. Durante a estadia você poderá consumir livremente os produtos do frigobar, utilizar a máquina de café Nespresso e solicitar o menu de travesseiros. Todo o final de tarde eu me deitava para curtir aquele ambiente claro e relaxante, tire um tempo para isso quando for se hospedar por lá.

Outro lugar que não se deve dispensar é o restaurante do Hotel, Obeiju, sua combinação equilibrada de móveis com o ambiente claro e espaçoso, confere muito charme ao local. Aqui você também irá provar seu café da manhã que possui muita variedade e tudo é servido com muito charme.

O menu do restaurante é muito bacana, com receitas bem contemporâneas e releituras sedutoras de clássicos brasileiros. Adorei o arroz negro com frutos do mar (R$72), visual bacana, crustáceos em cozimento impecável e arroz perfumado, outro que fiquei babando no aroma quando ele cruzou o salão foi o Salmão grelhado, mousseline  de batata baroa e coulis de tomates. Um primor, cheiro e gosto de mar, a cara do Rio de Janeiro.

O Hotel também dispõe de uma piscina a céu aberto e uma academia para aquela galera que não abre mão de uma esteira após um dia de passeio ou de trabalho. Inclusive, você terá uma vista linda do mar da Barra da Tijuca. Sim os quatro dias que fiquei neste hotel eu frequentei a academia. Viva!

O meu melhor momento no Best Western, sem dúvida alguma, foi quando estive em seu seu SPA MVOGUE by Rejuvi, que durante duas horas proporcionou à minha mente e ao meu corpo momentos de relaxamento, com música agradável e terapeutas muito aptas .

Uma nova referência do novo design e da cultura hoteleira, um projeto que cria um conceito fashionista totalmente brasileiro. O hotel está localizado em uma das melhores regiões da Barra da Tijuca, a apenas 1 quilômetro da Lagoa de Marapendi, e a alguns minutos da praia (com transporte gratuito). Além disso, o hotel está inserido dentro do Vogue Square Life Experience, um agradável e luxuoso shopping, com diversas opções de restaurantes e algumas lojas. Adorei, quero voltar!

Serviço
BW Premier Américas Fashion Hotel by Lenny Niemeyer
Av. das Américas, 8585 • Barra da Tijuca- Rio de Janeiro – RJ • CEP: 22793-081
Tel: + 55 21- 36093300
Diárias a partir de R$300 (Baixa temporada)

Curta e siga:

Parintins e sua fascinante rivalidade centenária.

Já faz 10 dias que eu voltei de Parintins e ainda continuo em “Estado de Graça” por todas as emoções que vivenciei em três dias, uma das festas folclóricas mais importantes do nosso país. Por anos eu assisti de longe esta ópera amazônica com uma curiosidade florida em meus pensamentos e mal podia imaginar que o universo tão sábio colocaria em meu destino uma das experiências mais incríveis da nossa cultura.

Tudo deve ser vivenciado com ternura e curiosidade, a cidade é muito acolhedora e logo nos primeiros minutos você vai perceber que as duas cores dividem a ilha. O ponto mais importante do festival sem dúvida alguma é a disputa entre dois bois folclóricos, o Boi Caprichoso, de cor azul, e o Boi Garantido, de cor vermelha. Durante as três noites de festa os dois currais exploram as temáticas regionais através de encenações que irão deixar qualquer um boquiaberto, e já te adianto: o duelo é acirrado!

A rivalidade iniciou-se oficialmente em 1965, e desde então o belíssimo evento se repete todo mês de junho, mas na real o borogodó entre os dois “bois” já rola há muito mais tempo. Dizem por aqui que a treta tem 100 anos! Com fantasias e músicas, os bois já encenavam a lenda de Catirina, uma roceira grávida e com desejo de comer língua de boi. Para satisfazê-la, seu marido, Negro Francisco, sacrificou o boi predileto do patrão, que ameaça matá-lo. Quem salva tudo é um Pajé, que ressuscita o bicho e garante um final feliz.

Caprichoso

O primeiro boi a representar essa história foi o Garantido, fundado em 1913. Nove anos depois, em 1922, apareceu o boi Charmoso, renomeado como Caprichoso em 1925. O Garantido é conhecido como “boi do povo”, por ser bem popular e manter o ritmo tradicional das músicas típicas. O Caprichoso é o “boi elitista”, e tem canções mais aceleradas e modernas.

No início, a disputa era informal e rolava no centro da cidade. A coisa virou uma superprodução comparável aos desfiles das escolas de samba, e em 1988 passou a acontecer no “bumbódromo” – um tipo de estádio com o formato de uma cabeça de boi estilizada. Nas três noites de disputa, o espetáculo chega a atrair 100 mil pessoas.

Garantido

Algumas curiosidades devem ser ditas antes de se jogar nesta ilha mágica.

A torcida de cada boi ocupa metade do bumbódromo e participa ativamente do desfile. Quando seu boi está na arena, vale caprichar na coreografia e na animação para garantir pontos no desfile. Quando é a vez do boi contrário, silêncio total. Se um adversário vaiar, seu boi perde ponto.

Cerca de 3 500 integrantes de cada boi desfilam por noite, divididos em 30 “tribos”, o equivalente às alas de uma escola de samba. Os destaques são a porta-estandarte, que leva o símbolo do boi, e a cunhã-poranga, que representa a índia mais bonita da tribo. Toda noite é um espetáculo diferente!

Cada boi desfila por três noites, em apresentações de duas horas e meia a cada dia, e mudam as alegorias e as alas. As coreografias de cada boi são ensaiadas durante seis meses nos chamados “currais”, o equivalente às quadras das escolas de samba

Cada boi tem um apresentador ou “mestre-de-cerimônias”, que narra com um microfone cada passo do enredo desenvolvido com as alas e alegorias. Neste ano, o boi Caprichoso trouxe um apresentador de 17 anos, que é irmão do mestre-de-cerimônias do Garantido.

O boi vencedor de cada ano é decidido por um grupo de nove jurados, em geral especialistas em antropologia e folclore. Eles avaliam 21 itens, como desempenho do apresentador, ritmo das baterias, evolução do boi-bumbá e a beleza das alegorias.

Em Parintins, cada boi canta de 15 a 22 canções típicas curtas e de melodia simples sobre a lenda do boi-bumbá. Para acompanhar a letra, cada boi conta com uma bateria de 400 a 600 músicos.

E uma última intervenção amiga, não se atrase, cada segundo desta festa mágica e sagrada e assim que ela se iniciar você ficará deliciosamente paralisado pelas próximas seis horas. Se eu penso em ir de novo? Sim, mas na vida entendemos que certas coisas podem acontecer somente uma vez e se for este o caso, eu serei eternamente agradecida pelo fascínio desta rivalidade centenária. Só tenho flores para os bois bumbás. Se você tem vontade de ir, faça uma gentileza à sua alma, não adie mais!

Até 2019 Parintins, se Deus quiser!

 

Agradecimentos Especiais: Amazonastur, Kellen Felix e Kecya Felix.

 

Curta e siga:

Chef Gisela Schmitt inaugura o Gastromar, em Paraty!

Uma bela novidade para quem está pensando em visitar Paraty, cidade que a gente ama e sempre encontra um motivo para visita-la! Após quatro anos de sucesso no mar com a Gastromar, a empresária e chef Gisela Schmitt deparou-se com a oportunidade de oferecer também em terra a sua cozinha de grife, em um charmoso espaço dentro da Marina Porto Imperial

A nova proposta reúne alta gastronomia, drinques e um empório com produtos exclusivos e artesanais. E, aos sábados, pocket shows de jazz com atrações para os apreciadores da boa música.

Gisela é quem assina o cardápio e comanda a operação. A vista do restaurante encanta, assim como o requinte do menu e a carta de drinques com receitas inovadoras. As criações etílicas seguem a proposta surpreendente da gastronomia da casa. Um dos destaques do local é o cardápio com sugestões à base de gim preparadas com ingredientes sazonais e técnicas artesanais de infusão.

A delicadeza de Gisela também foi parar no carrinho Gastromar, um charmoso ponto de vendas de queijos, vinhos e antepastos gourmets, que proporciona uma experiência gastronômica diferente para os visitantes da cidade. O serviço é ideal para quem prefere caminhar pelo Centro Histórico de Paraty levando sua taça e petiscos em mãos, enquanto aprecia toda a história da cidade.

Mas se o seu desejo é ter uma super experiência em alto mar, a chef oferece o passeio no “Sem Pressa”.  É um barco tipicamente caiçara que foi adaptado para pessoas que gostam de reunir os amigos e viver momentos especiais ao redor de uma cozinha montada especialmente para isso. Com capacidade para até 18 pessoas, o projeto é pioneiro no Brasil. A gastronomia náutica servido no passeio, são frescas e de produtores locais, respeitando a sazonalidade dos ingredientes.  A programação oferece estrutura completa (chef, cozinha gourmet, deck superior, ducha, lavabo e pranchas de stand up paddle). Se esta idéia faz a sua cabeça, clique aqui e saiba mais sobre esta experiência única!!

Serviço
Gastromar Restaurante
Rodovia Rio Santos s/n – Km 578,
Bairro Boa Vista, 23970-000
Funcionamento: quinta a domingo
Horário 13h às 23h
Capacidade restaurante 50 lugares

 

 

Curta e siga:

Desbravando o atrativo Grand Mercure Eixo Monumental.

Recentemente fui dar um giro na Capital do nosso país, Brasília. E quem acha que não vale o rolê está enganando, esta cidade plana, quente e com ares interioranos oferece aos seus visitantes muito mais do que as belezas icônicas de Oscar Niemeyer estampado em cada prédio do planalto central. Pode apostar!

Enquanto estive ali fui recebida pelo Grand Mercure Eixo Monumental. Um dos motivos para se hospedar neste imponente prédio disparadamente é a sua localização, que está situado em frente ao centro comercial Brasília, perto do Estádio Mané Garrincha e de hotéis como Windsor Brasília e Athos Bulcão, a 1 km do centro de convenções Ulysses Guimarães e do parque da cidade. Ou seja, dá para fazer muita coisa por ali na caminhada, se for este seu desejo.

O restaurante do hotel, Capim Dourado, foi recentemente remodelado, seu espaço oferece confortáveis mesas que mantém boa distância entre elas, dando um ar mais intimista durante suas refeições. O menu oferece boas opções vegetarianas para quem não quiser fugir do ritmo da dieta, mas você também encontrará pratos atraentes e sem frescura. Vale também dizer que o café da manhã não irá desapontar os grandes entusiasmados pela refeição matutina: tapioca e omeletes incrementados podem ser pedidos diretamente ao cozinheiro.

Quartos aconchegantes e espaçosos são outros atrativos.  São quatro categorias: quartos Standard e Superior e Suites Executive e Luxury (com 2 quartos), equipados com WIFI grátis, com decoração clássica e alcatifa, cama king Size e todas comodidades básicas que se espera de um hotel 4 Estrelas. O banheiro ganha ares de brasilidade com seus produtos L’ocittane exclusivos e feitos para refrescar o seu dia.

Se tiver um tempinho a área de lazer, a piscina e o centro de fitness situam-se no piso superior, e possui vista panorâmica da cidade, vale dá uma subidinha por lá para contemplar o pôr do sol.

O Grand Mercure oferece bem-estar e conforto que sua viagem precisa, principalmente se o motivo for de cunho político, imagine depois de um dia de stress, você ter um ninho para voltar?!

 

Grand Mercure Eixo Monumental
EndereçoSHN Quadra 5 Bloco G – Asa Norte, Brasília – DF, 70705-913
Telefone(61) 3424-2000
http://www.accorhotels.com/ 

Diárias a partir de R$350

Curta e siga:

A Herdade do Esporão abre suas portas no Alentejo para uma uma experiência única!

Está em Portugal, procurando algo para se fazer e que vá de encontro a tudo que amamos? gastronomia, belas paisagens e vinhos?! Então vá correndo para o Alentejo e vivencie a 4ª edição do “Dia Grande”, um fim de semana especial e riquissimo em experiências.

Os produtores de vinhos & azeites Esporão abre as portas de sua Herdade para muitas degustações, visitas às caves, workshops e concertos, tudo para que os convidados possam conhecer a essência da marca. Além disso, terá também passeios de bicicleta, piquenique, cinema e teatro para as crianças.

Para os enofilos prova de vinhos de talha vertical de Monte Velho e prova de raros Esporão Garrafeira, seu rótulo mais icônico, serão um dos destaques do final de semana. Também haverá duas grandes exposições no Centro de Enoturismo Esporão: ‘A Arte dos Rótulos Esporão’ e ‘10 anos da Quinta dos Murças’.

Entre os workshops, destaque ao de serigrafia com Diogo Decalle e à aula de práticas agrícolas acompanhada de prova de vinho Esporão Colheita.

Para o almoço, nove conhecidos chefs portugueses criaram um menu especial: Bruno Caseiro, António Galapito, Hugo Brito, Leopoldo Garcia, Rodrigo Castelo, Rui Martins, Vasco Coelho Santos, José Júlio Vintém e Joaquim Saraiva. Os pratos, feitos com produtos orgânicos, prometem garantir ao convidado uma interessante experiência gastronômica.

Durante o “Dia Grande”, a música também estará presente: nos jardins da Herdade, performances e atuações musicais ficarão a cargo do bailarino Romeu Runa e do grupo de jazz Desbundixie.

E se você tiver afins de dormir e acordar bem no meio do vinhedo, também poderá desfrutar deste momento. Demais né?

A Herdade do Esporão é apenas aberta uma vez ao ano, onde você terá a oportunidade de descobrir todos os seus segredos. Vale a experiência!

Para mais informações, acesse http://diagrande.pt/.

 

Curta e siga: