Fôrno: o novo casual food do centro de São Paulo

Esta semana fui conhecer um daqueles lugares que você no final da noite agradecerá e muito por ele existir. O Fôrno, comandado pela galera do Holy Burger, chega ao centro de São Paulo com um novo espaço de casual food. O lugar foi projetado numa antiga casa dos anos de 1860: “A casa é uma mistura de salumeiras italianas com os novos delis nova-iorquinos” afirma Gabriel Pietro, um dos fundadores.

Aqui você encontrará um maravilhoso balcão de madeira, no qual você pode não apenas apreciar a movimentação da cozinha, mas também sentir toda a atmosfera de seu salão, que tem a capacidade para apenas 52 pessoas. Então vá sem pressa porque a espera deste primeiro mês poderá ser dolorosa, já que eles ainda não estão aceitando reservas e ainda não abrem para almoço.

Mas tudo valerá a pena quando você experimentar um dos pratos que saem da cozinha do chef Filipe Fernandes, onde sanduiches, pizzas e embutidos são confeccionados no maior capricho, e quase todos os ingredientes são feitos na casa: pães, molhos, embutido etc. Aqui a galera trabalha calmamente e preparam os pratos como se fossem pequenas obras de arte.

O cardápio é enxuto, então você não terá grandes dificuldades em escolher algo que irá apetecer aos seus olhos e à sua fome. Iniciei com a Schiacciata (R$20,00), uma espécie de pizza prensada, coberta por grana padano, rúcula, burrata, cebola roxa, raspas de limão e azeite. Uma receita italiana levinha e lotada de bons ingredientes que juntos causam uma sensação refrescante em conjunto com a massa leve e cheirosa. Para os curiosos vale lembrar que a schiacciata original é feita com uvas e simboliza que a colheita delas está se iniciando, ou seja, este pedido representou bem a nossa iniciação no Fôrno.

Mas a minha fome e minha curiosidade era com os sanduiches da casa que são por enquanto a grande sensação do cardápio. Primeiramente provei o Pastrami Sandwich (R$40,00), sem dúvida alguma o eleito da noite, e me arrisco a dizer que foi um dos melhores pastrami que comi na última década, tentarei descrevê-lo: a carne magra, macia, de sabor inquestionável, veio como deve vir, em finas lâminas que se aglomeram de uma forma que se encaixam como um lindo quebra-cabeças. Todo o resto, o pão macio, a maionese aromática e os picles que fazem o par perfeito com a carne curada só enaltecem o que já era perfeito por si só. Deu para sacar? Não? Vai lá e experimenta, é mais que uma sugestão, é quase que uma obrigação!

Também provei o Cubano (R$23,00), o pão artesanal e a maionese odorante que compõem a receita deste intenso sanduiche de presunto cozido, picles e cebola roxa foram as minhas primeiras boas impressões desta reprodução do clássico cubano americanizado. Ele vem prensadinho e é muito mais fácil para comer. Adorei!

Ainda deu para encarar uma das pizzas que a casa oferece, experimentei a Marinara (R$23,00), feita de tomate, alho cebola roxa e grana padano. Imaginei esta combinação instantaneamente no meu palato como algo confortável, mas na prática não foi bem assim… Embora a massa estivesse com uma textura atraente, eu achei que os ingredientes desapareceram na composição (não somente em textura, mas também em sabor) sobre o molho acentuado do tomate. Gostaria de ter sentido e visto mais a presença intensa e granulada do queijo. Na próxima vez insistirei em experimentar os outros três sabores que compõem o menu.

Aqui tem sobremesas bem afetivas, embora eu tenha adorado provar o Pudim na latinha com calda de cumaru (R$14,00), o que eu curti mesmo foi o Mousse de Chocolate (R$20,00). O Bourbon foi incorporado na espuma macia de chocolate intensa da melhor forma possível, dava para sentir bravamente o sabor apurado do destilado que só agrega na receita, deixando tudo refrescantemente doce.

Old Fashioned

Ah! Não deixe de provar a coquetelaria do lugar, você encontrará opções clássicas e também autorais como o Old Fashioned, o meu preferido, o Milano Torino e o Smoked Boulevardier, entre outros.

Serviço gentil, preços superacessíveis, lugar onde se pode sonhar com um mundo melhor e em que você vai sentir esta vibe assim que entrar pela sua portinha, que nesta noite mais se pareceu com um portal (risos), um portal gastronômico imperdível na cidade de São Paulo. Vale a visita!

Serviço
FÔRNO- 
Cunha Horta, 70, V. Buarque.
(11) 2645-9499
Horário de funcionamento:
Terça à Quinta das 19h à 0h
Sexta das 19h à 1h
Sábado das 12h à 1h
Domingo das 12h às 23h
Fechado às segundas

Crédito Imagens: Roberto Salgado

 

Workshop sobre Whisky escocês acontece em São Paulo!

Vai rolar um evento para wiskeiros, que eu achei super legal e fica a sugestão desde já para o próximo final de semana. No dia 19 de agosto (sábado), a partir das 17h, o especialista no assunto Maurício Porto, autor do blog O Cão Engarrafado, irá abordar algumas histórias sobre o bom e velho malte escocês.

Com o tema “As Regiões da Escócia e Seus Whiskies”, o evento traz um workshop detalhado e uma degustação guiada com cinco rótulos diferentes, dentre eles o Dalmore 12 e um incomum Glen Scotia Victoriana, da coleção particular de Porto.

As bebidas ainda serão harmonizadas com queijos especiais, chocolates, e salmão curado caseiro em meio à atmosfera intimista do bar, Admiral’s Place.

Nos encontros, que acontecem ainda nos meses de outubro e novembro, os participantes também provarão uma variedade selecionada de single malts, blends e bourbons, em combinação com uma apresentação teórica sobre princípios de degustação e análise sensorial, produção, leitura de rótulos e curiosidades. Os temas variam conforme o evento.

Gostou da dica? Então corre pra lá e boas doses. As inscrições são limitadas!

Serviço
“As Regiões da Escócia e Seus Whiskies” –com Maurício Porto
Admiral’s Place – Rua Minas Gerais, 352 – Higienópolis
Dia 19 de agosto – sábado
Às 17h – duração: 90 minutos
Valor:  R$ 220 – desconto de 10% para pagamento à vista em boleto bancário

Vagas limitadas
Inscrições: www.lojadewhisky.com.br
Informações: 3257-1575

Se encante no histórico Hotel Solar do Arco, em Cabo Frio!

O Solar do Arco é uma daquelas construções coloniais magníficas que quando você entrar, terá dificuldades imensas em sair de lá! Tudo é convidativo em seus corredores; o Hotel de paredes brancas e contornos azuis impecáveis é situado em uma casa que pertenceu a família Orléans de Bragança, e ao longo dos últimos anos foi cuidadosamente restaurada, mantendo ares luxuosos e de sofisticação.

O paisagismo é outro detalhe importante do hotel, seus jardins possuem uma sinergia incrível com o cenário tropical do lugar. Vale mencionar que o hotel está situado no Bairro da Passagem, em Cabo Frio,  que surgiu no início do século XVII com a ocupação dos portugueses, e você não se cansará de andar por ali, prédios históricos, como a igreja de São Benedito são lugares que valem a visita.

Na charmosa recepção, há água saborizada para os hóspedes e o checkin será realizado rapidamente. Ao terminar, o funcionário lhe acompanhará até o quarto, que são um capítulo à parte do cenário; em meu quarto aconchegante, do qual eu não queria sair, tinha vista para o mar, onde foi possível sentir a brisa do canal Itajuru all day. Todas as 23 suítes foram pensadas individualmente e possuem um décor para gente mimada como eu, que durante a minha estadia pensava que estava morando nas nuvens; cama super macia, roupa de cama com o mais puro algodão 300 fios, toalhas Trussardi, travesseiros de pluma e outras surpresas que expressam o compromisso com a hospitalidade, que certamente encanta os seus hóspedes.

Eu sei que será difícil sair de sua bela suíte, mas em dias de sol vale a pena aproveitar a piscina e a sauna para seu total relaxamento, por ali você contará com um serviço gentil de bar que oferece uma boa carta de drinques e petiscos.

Outra atração imperdível do lugar é seu café da manhã, que além de ser super divino, você poderá solicitá-lo a qualquer hora do dia. Se jogue sem a menor culpa em seus waffles de pão de queijo, bolos e pães caseiros, frutas fresquinhas da estação, sucos e ovos mexidos de tirar o fôlego.  O hotel oferece um menu simples para almoço e jantar e dá para negociar. A proposta é de servir receitas básicas, a preços acessíveis, para que os hóspedes sintam que é possível comer aqui todos os dias se desejarem.

Vale ressaltar que aqui ainda você encontrará serviços de SPA, estacionamento exclusivo e diversas alternativas de entretenimento, através de parceiros locais. Um passeio de barco pelas praias claras da região é uma ótima pedida.

Por aqui a vida passa mais devagar, um sossego para a alma e um descanso intensivo e terapêutico para o corpo. No Solar do Arco você irá se deparar a todo momento com um serviço gentil e com boa vontade. Quero voltar mais 1000x se puder!

Serviço
Hotel Solar do Arco
Tel: +55 (22) 2645-4527
reservas@solardoarco.com.br
Rua Constantin Menelau, 48 – Passagem- Cabo Frio, Rio de Janeiro/ Brasil
Diárias a partir de R$454,00

Crédito Imagens: Roberto Salgado

Tatá Sushi: Gastronomia Nipônica reverenciada com graciosidade

E mais um japonês no Itaim caiu nas minhas graças esta semana. O Tata Sushi é um daqueles lugares que logo de cara você vai gostar, décor agradável aos olhos, clean, monocromático e com uma luz pensada para aquelas pessoas que estão ali apenas para agradar a si mesmos com um belo almoço ou jantar, sem chamar muito a atenção.

Logo que se acomodar, prepare-se para um desfile gastronômico: iniciamos com o Ebi Dinamite (R$36,00), Camarão em Tempurá com dressing picante. Se você amaaaaaa camarão, você deve provar esta versão macia e com picância forte e bem equilibrada. Vale compartilhar com alguém que tenha o mesmo entusiasmo pelo crustáceo, e garanto que vai valer cada mordida!

Mais um que compensa pedir é o Tuna Shissô Tartar (R$36,00). Esta versão modernosa da receita clássica nipônica é mais refinada e refrescante. O empanado estava bem crocante e firme, mas se rompia facilmente com a força de uma mastigação leve. Sentir toda a textura desta entrada é o lance aqui: a maciez do atum e os sabores que se cruzavam entre o doce e o picante sutil das ovas de massago. Um belo começo!

Outra aposta interessante do menu é a Trilogia de Zenzais (R$36,00). Aqui você deve confiar nas entradas que o chef selecionará para você, a ideia é surpreender o seu paladar. Nesta noite fomos servidos de Ostra Spice empanadas, Salmão Tartar com molho de ervas, e queijo coalho com tomate cereja. O destaque ficou para a técnica do preparo das ostras, que foram empanadas com molho picante, o que deu um “UP” no molusco, que no geral é insosso: aqui a ostra tem gosto de mar aberto. Também amei o frescor do peixe, sua coloração e maciez eram espantosas e o molho de ervas participou bem desta vivacidade. Já o queijo coalho não entendi a sua participação nesta trilogia.

Não vá embora sem experimentar uma das versões de Sashimi que o Tatá possui no menu. Fiz três escolhas sem arrependimentos: Barriga de Salmão (R$22,00/2 unidades), o meu preferido, de sabor e textura inigualáveis, me causou uma sensação de paz na boca; Vieira (R$22,00/2 unidades), que estava fresquinha, e com uma textura sedosa incomparável. Mas infelizmente alguém teve que inventar de colocar azeite trufado nelas… Embora aparecesse de forma balanceada, ainda assim não tem nada melhor que seu sabor in natura. Ao final o salpicado de caviar contribuiu para um maior equilíbrio; e Atum (R$20,00/2 unidades), rosa, vivo, fresco, com as lâminas na medida exata e sabor delicado. Queria mais!

Sushi? Claro que provei e o menu disponibiliza muitos tipos. Iniciei com Atum com Foie Gras. Eu amo esta combinação e até hoje eu gostaria de saber exatamente o porquê! Enquanto eu não descubro, vou provando sempre quando me esbarro com esta opção no cardápio. O sabor encorpado do Foie Gras uniu-se lindamente com o frescor do atum, e é nesta união que está todo o charme deste sushi firme e despretensioso.

Outro pedido, desta vez inédito ao meu palato, foi o Sashimi Especial do Dia (R$28,00/2 unidades). Pode perguntar todos os dias por ele, e terá um diferente a cada dia. Na noite que eu estava lá provei o com Vongole Canadense: a textura carnuda e o sabor defumado acentuado deram ares sofisticados à especiaria e o visual colorido encantou. Adorei!

O lugar é também especialista em Lámen, super em voga nos japoneses da cidade. Fui no carro chefe, Tokyo Lamen (R$30,00/ mini), com chachu, ovo, naruto, cebolinha e kisami nori. Você pode escolher esta combinação com uma das três opções de caldos: shio, tonkotsu e missô. Eu escolhi o missô, com sabor mais pronunciado. A lâmina fininha do lombo tinha um excesso de poder e deu o tom da receita. O macarrão estava mergulhado em um sedoso caldo picante, que aquecia a alma, dava vontade de pegar tudo que estava dentro do bowl com a própria boca. Nos dias de frio este prato é perfeito!

O cardápio tem sobremesas não nipônicas, o que chega a ser compreensivo no Brasil. Não resisti e pedi o Choux à la Crème (R$28,00), uma espécie de profiteroles gigantes, com recheio de confeiteiro, que é quebrado por uma bola de sorvete de matcha. Adorei a textura do doce e o contraste de sabores que vai aparecendo à medida que você o vai devorando. Gostoso!

Lugar bacanérrimo, cozinha que busca a melhor performance em seus pratos, preços justos e serviço gentil, qualidades essenciais de um restaurante. Se você vive buscando novas experiências na gastronomia japonesa de São Paulo, certamente este é um dos lugares que você deve recorrer nesta busca. Recomendadíssimo!

Serviço
Tata Sushi

Rua João Cachoeira, 278 – Itaim Bibi – S. Paulo
Telefone: 11 3078 2006 | 11 98835 2819
Segunda: FECHADO | Terça a Sexta: das 12h às 15h e das 18h às 23h30
Sábado: das 12h às 00h00 | Domingo: das 12h às 22h00

Crédito Imagens: Roberto Salgado

APAE busca vinhos raros para leilão beneficiente!

A APAE DE SÃO PAULO está promovendo a 9ª edição do seu tradicional Leilão de Vinhos. A novidade deste ano é que o formato será virtual, que permite que pessoas de todo o Brasil e do exterior participem. A iniciativa é uma importante fonte de receita para a Organização e todo o valor arrecadado será investido nos serviços oferecidos para o diagnóstico, a prevenção e a inclusão da pessoa com Deficiência Intelectual.

A instituição está à procura de vinhos tradicionais como os italianos Brunello di Montalcino e Sassicaia, os franceses Haut Brion, Petrus e Cheval Blanc e o português Barca Velha. O leilão acontecerá entre os meses de agosto e setembro por meio do site do Superbid e terá o apoio do renomado leiloeiro Renato Moyses e da Adega Bacco’s.

Esta é uma oportunidade de apoiar a causa da Deficiência Intelectual e contribuir para manter a excelência e ampliar os serviços da APAE DE SÃO PAULO. As doações podem ser realizadas até 18 de agosto pelos telefones: (11) 5080-7041 e (11) 5080-7184 ou e-mail rosanarodrigues@apaesp.org.br

Um gesto maravilhoso e que não custará quase nada! Participem!