Fashion Cruise acontece em fevereiro pelo sul do país!

Está em busca de uma experiência diferente para sua próxima viagem? E que tal um cruzeiro, onde você terá a sua disposição um super evento de moda com a presença de marcas como Amir Slama, Amapô e Agua Doce apresentando suas coleções resort e cruise, além de intervenções de moda e projetos especiais como o Cavalove, coleção da marca Cavalera com estilista Thais Gusmão.

Único evento de moda brasileiro em alto‐mar, o Fashion Cruise, criado pela empresária Carla Wolff, vai acontecer entre os dias 04 e 07 de fevereiro, no Navio Costa Favolosa. Eu já fui em duas edições e posso lhe garantir o experimento é muito divertido! O entretenimento é garantido pelas festas e intervenções que acontecem todos os dias e pela excelente estrutura do navio, que possui capacidade para 3.800 passageiros, gastronomia internacional (em cinco restaurantes e 13 bares temáticos) e lazer (academia, teatros, cinco jacuzzis, quatro piscinas, entre outras atrações).

Entre as novidades desse ano, estão um “Fashion Day” em Ilhabela, durante a parada do navio em 5 de fevereiro, com um line up de desfiles de beach wear, que irão acontecer no SeaClub e uma festa que irá contar com um show super exclusivo de Pabllo Vittar. Outra inovação é o roteiro do navio, que nesse ano chega também a Balneário Camboriú, cidade que entrou pela primeira vez rota dos cruzeiros marítimos na temporada atual, com direito a um tour na cidade de Blumenau, 2º maior pólo de moda, com indústrias têxteis, do Brasil.

A bordo do navio, alguns profissionais renomados do mercado, comandarão fashion talks, enquanto docentes de diversas instituições realizam programas de treinamento, com atividades práticas sobre diversas áreas da moda presentes no evento, como forma de incentivo à qualificação profissional.

As vendas de pacotes acontecem pelo site www.fashioncruise.com.br 

Viagem imperdível para quem ama moda, mar e diversão! Enjoy!

 

O mágico Belmond Hotel das Cataratas

Existem mais de 200 hotéis na cidade de Foz do Iguaçu, mas definitivamente nenhum poderá ser comparado ao estonteante Belmond Cataratas do Iguaçu. E o que faz dele ser exclusivo e sedutor? O hotel 5 estrelas, que foi aberto em 1958, simplesmente está situado no coração do Parque Nacional do Iguaçu, na fronteira brasileira. Como posso explicar melhor para vocês? É como se as Cataratas do Iguaçu, um dos cartões postais mais bonitos do Brasil, fizessem parte do jardim deste bonito casarão com paredes cor de rosa. Seu tom infantil dá autenticidade ao lugar e, de longe, quando estiver do outro lado do rio, na parte argentina, e se tiver sorte, como eu tive, você conseguirá apreciá-lo durante o pôr do sol que oferece uma luz intensa, renovadora e revitalizante à sua arquitetura. Foi lindo de se ver e saber que voltaria para lá dali algum tempo. Outra coisa que só os hóspedes podem fazer: você poderá explorar toda a região de bike pelos 11km de ciclovia que liga o hotel até a entrada do parque.

O hotel todos os dias “te abraçará” quando você retornar a ele após um dia de passeios, e mimos não faltarão para o seu regresso, seja um drink na beira de sua piscina estonteante, ou uma massagem em seu relaxante SPA. Mas antes de tudo isso, vale conferir as surpresinhas gourmets que o pessoal da cozinha deixará todos os dias em seu quarto. A cada final de tarde, batia em mim já aquela ansiedade gostosa em saber qual seria o mini menu do dia, e a cada tarde era surpreendida com uma surpresa elaborada, colorida e apetitosa, perfeita para forrar o estomago até chegar a hora do jantar.

E a hospitalidade Belmond te dará muitos motivos para você amar com todas as suas forças o quarto em que ficará hospedado. Além de uma cama king size maravilhosa, tem um frigobar free, ou seja, você poderá consumir tudo que ali existir e isso jamais aparecerá na sua conta, achei lindo saber disso! O Banheiro também te convidará a ficar por ali por horas, além de uma banheira purificadora, a perfumaria dava um toque de brasilidade aromático e afetivo. Para a galera que deseja mais privacidade em sua visita, de todas as acomodações que conferi, a “Suíte Piscina” foi a que mais me impressionou: um deck, piscina privativa e um jardim externo fofíssimo. Em suma, reserve um tempo de sua estadia para curtí-lo, e sinta-se em sua própria casa!

Outro privilégio de se estar ali você poderá conferi nos restaurantes do hotel. No final de minha viagem minha conclusão foi: não valia a pena sair da minha bolha para me aventurar em restaurantes locais, nada será comparado à cozinha do restaurante Itaipu, de frente para as Cataratas, que abre para almoço todos os dias (12h30 às 15h) com menu à la carte. Nas tardes de quinta a domingo, são servidas ostras frescas com champanhe, e quem não é hospede pode aparecer por lá, o que sugiro que façam mesmo quando estiverem só de passagem pelas Cataratas brasileiras. Já no Ipê Grill, adjacente à piscina, é possível tomar um delicioso café da manhã ao ar livre, ou jantar um popular churrasco gaúcho com carnes de primeira e muitos acompanhamentos que excitarão o paladar.

O SPA para mim sempre será o melhor lugar de um hotel, fico até triste quando me hospedo em um que não tenha. Aqui felizmente não é o caso, o Cataratas Spa é um oásis, onde cada tratamento te ajudará a se integrar com a energia do lugar. A filosofia é proporcionar conforto, e revigorar seu corpo e sua alma. Saí de lá caminhando em nuvens e por mim teria voltado todos os dias. Um toque: agende sua massagem com antecedência, as agendas das terapeutas costumam ser cheias, principalmente no final do dia.

Serviço gentil, requinte e cuidados em cada canto, tudo é voltado para que o hospede tenha conforto, segurança e bem-estar. Eu jamais esquecerei os dias memoráveis neste recanto que para mim foi um dos mais incríveis que conheci nesta existência. No Belmond você terá uma jornada digna de primeiro mundo, aqui eu descobri o Brasil como nunca antes!

Serviço
Belmond Hotel das Cataratas

Endereço
Rodovia BR 469, Km 32, Parque Nacional do Iguaçu
Foz do Iguaçu – Paraná
Telefone
+55 (45) 2102-7000
Reservas
reservations.brazil@belmond.com
+55 (21) 2545 8878

Diárias a partir de R$1.581,00

Desvendando os mistérios do Izakaya Taka Daru

Esta semana fui visitar mais um restaurante capturado, no bom sentido, of course, pela dupla de empresários Alessandro Tagliari e Milton Freitas, o Izakaya Taka Daru, em São Paulo. Para quem não sabe, izakaya é uma espécie de boteco japonês, considerado um ambiente mais relax, simples e despretensioso. Por aqui você não vai comer comidas clássicas japonesas como o sushi ou sashimi, mas sim pequenas porções de pratos quentes servidos harmoniosamente com saquês, sochus e boas cervejas artesanais.

O lugar é uma graça! Antes de entrar repare na bela quaresmeira centenária, um símbolo do restaurante, bem à sua frente. Depois disso sente-se em uma das mesinhas acolhedoras do salão principal e absorva todo o clima japonês que você notará em cada detalhe desta casa fascinante.

Quem comanda as panelas é o chef Edison Hikaru Arakaki, filho de okinawanos, trouxe para sua cozinha muita influência desta ilha não tão japonesa assim. Cuida de cada minúcia com muito carinho e todas suas receitas são incrementadas, com toques suaves, tais como o Aguenassu (R$19,00), berinjela frita no molho de shoyo, gengibre, cebolinha e katsuobushi. Esta entradinha representa as boas vindas do lugar, lâminas fritinhas mergulhadas em um maravilhoso molho cítrico, que ao ser harmonizada com um dos saquês da casa abrirá totalmente o seu apetite.

Amei também o Takoyaki (R$36,00), um típico bolinho de polvo, a massa à base de cará, além de trazer maciez, dá autonomia ao recheio levemente picante de polvo, que foi todo salpicado por legumes coloridos dando um toque fresco à receita!

Outro outsumami que não deve ser dispensado é o Shumai (R$36,00), trouxinhas de carne suína cozidas ao vapor. Que delicadeza de massa! E o recheio de pernil desfiado estava sublime, uma sinergia de texturas e sabores, além de tudo era muito leve, desmanchava na boca. A mostarda japonesa que acompanhou o prato deu o toque interessante.

O meu eleito da noite foi algo simples, mas que eu raramente encontro um que goste: língua de boi. O Gyutan No Shioyaki (R$18,00) entrou para minha lista preferencial. Trata-se de lâminas fininhas de língua bovina grelhadas, que em um primeiro olhar pode não aparentar ser apetitoso, mas esta impressão será desmitificada na primeira mastigada. Seu sabor tenro e textura crocante são impactantes ao palato e mergulhada no shoyo deslizará melhor na sua língua.

Novidade para mim foi o Goya Tyampuru (R$26,00), pepino goya, tofu, ovo e cebolinha refogados com um toque de katsuobushi. Segundo o chef, é o segredo da longevidade dos habitantes de Okinawa. Além disso, é uma mistura saborosa e levíssima, que exala equilíbrio entre os ingredientes eleitos. Um pedido que vai seduzir e muito a galera que adora um momento vegetariano em suas vidas.

Se você busca algo com mais sustância, o Torikatsudon (R$42,00) é uma boa pedida. Sobrecoxa de frango à milanesa com molho à base de shoyo coberto com ovo. Caloroso, intenso e afetivo. A calda intensificava o sabor de cada ingrediente, que participavam sem se camuflar. Desde então esta receita permanece na minha memória palatina, quero voltar e repetir a dose!

Não dá para renunciar um dos lámens da casa, então fomos de Okinawa Soba (R$44,00), macarrão de Okinawa, costelinha de porco, cebolinha, ovos mexidos e naruto. Uma combinação preciosa, onde cada especiaria cumpre e bem o seu papel. O caldo feito à base de carne estava muito voluptuoso e transparente, a massa elástica fininha desmanchava na boca, o ovo no ponto certo e as fatias brancas e coloridas faziam o contraponto divertido.

O menu oferece boas sobremesas. Minha preferida? Pudim de abóbora cabotiá com calda de matchá (R$18,00). Que textura leve e sedutora, a sobremesa tinha sabor de natureza, lotada de frescor e açucarada na medida. Amei!

Serviço gentil, experiência divertida e descontraída, neste dia ainda ganhei um dos melhores presentes de aniversário do meu amigo Roberto Salgado, e que juntamente com um banquete perfeito entre amigos fez deste jantar uma noite inesquecível. O Taka Daru te dará uma experiência única e de pequenos prazeres comestíveis. Quero voltar!

Serviço
Taka Daru
Endereço: Rua Costa Carvalho, 234 – Baixo Pinheiros.
Telefone: (11) 3034-0937

Crédito Imagens: Roberto Salgado

 

Vogue lança livro fotográfico Food in Vogue

Vi e literalmente pirei! Uma das revistas mais fabulosas do universo, a Vogue, publicou recentemente um livro fotográfico, onde reuniu mais de 200 imagens de fotografia de comida. Todas elas foram tiradas ao longo de décadas, trazendo uma retrospectiva impactante, eu diria, quase antropólogica. Imagine poder curtir a evolução gastronômica através de grandes fotógrafos como  Irving Penn, Helmut Newton, James Wojcik, Raymond Meier e Tim Walker e chefs que ao longo dos anos contribuíram com suas criações em uma das revistas mais importantes do mundo da moda, incrivel não?

Entre uma foto e outra, você também poderá conferir alguns fragmentos de entrevistas conduzida pelo crítico gastronômico Jeffrey Steinberg, que também é um dos formadores de opinião da revista neste assunto. Segundo a editora, Anna Wintour: “(a comida) é parte do nosso mundo. Das nossas vidas. Nunca me ocorreu não inclui-la nas paginas de nossa revista”.

Infelizmente você não acha ainda por aqui, massssssssss o livro pode ser adquirido através da amazon.co.uk

Eu quero já!

Fôrno promove jantar autoral com a participação de Ravi Leite.

E finalmente o ano começou, a galera já ta voltando daquela mini-férias gorduchas de final de ano e aos poucos a cidade retorna ao seu ritmo normal e agitado. A Capital Gastronômica do nosso Brasil, São Paulo, aos poucos vai anunciando o que ela oferece de melhor, suas experiências gourmets e uma delas, veio do aclamado Fôrno, do amigo Gabriel Pietro. Eles estão ocasionalmente trazendo uma galera bacana para participar do projeto Fôrno Downtown Nights.

E o primeiro convidado do ano dos chefs da casa Filipe Fernandes e Daniel Buzzi será o Ravi Leite, para quem não sabe, ele se destacou na última edição do programa Master Chef Profissionais. Começou a cozinhar aos 16 anos e hoje é sócio e chef Hi Pokee restaurante havaiano na cidade.

O evento vai acontecer no próximo dia 16 de janeiro, terça-feira, e o chef Ravi vai apresentar um menu bacana e despretensioso, como Fresh Fish Pizza (R$ 29), Pescada Inglesa (R$35), Pokee do Ravi (R$39) e Abacaxi Bruleé (R$15).

A ideia desta série deste jantares é explorar a cozinha casual do mundo inteiro. “A proposta da nossa cozinha permite transitar por qualquer gastronomia, sem fronteiras. E cozinha do Ravi é bastante casual e tem tudo a ver com a gente”, diz Fernandes.

Impossível ficar de fora e os preços estão muito camaradas! A gente se vê por lá!

FÔRNO
Cunha Horta, 70, V. Buarque.
(11) 2645-9499
Horário de funcionamento: Terça à quinta das 12h às 16h e das 19h à 0h. Sexta até à 1h; Sáb. 12h/1h; dom. 12h/23h; fechado às segundas.