Quatro lugares para se contagiar no Rio de Janeiro.

E sempre será prazeroso conferir novos lugares para se “cariocar” na Cidade Maravilhosa. Estive por lá recentemente para curtir a cidade, mas sempre de olhos abertos às novas tendências gastronômicas desta cidade tão especial, que há anos já vem despontando como um dos melhores lugares para se vivenciar experiências gourmets únicas.

Desta vez fomos desbravar quatro restaurantes, nos quais os chefs nos revelam a cada receita uma nova forma de sentir paladares inéditos.

Dá uma olhadinha e não dispense uma destas visitas em seu novo tour pelo Rio de Janeiro. Enjoy!

PURO

Todas as vezes que visito o Rio, quando possível, tento passar no restaurante do Pedro Siqueira no delicioso bairro do Jardim Botânico, sob o olhar do Cristo. Aqui as receitas têm toques diversos de contemporaneidade e suas invenções são elaboradas com o que há de mais fresco no mercado e em seu melhor momento. Dá para sentir pelo cheiro, pelo palato e por todo o nosso sensorial. Sou fã de carteirinha do Pedro…

Em sua primeira visita não dispense o Bolinho de arroz carreteiro com queijo minas padrão e chips de raízes com sal de limão picante, e as delicadas Lâminas de peixe (namorado) defumadas, com gaspacho de milho e salsa de castanha, um espetáculo!

Sua tradicional Pancetta de porco braseada, com purê de castanhas de caju, legumes crocantes e farofa de milho também não deve ser esquecida pelos amantes de carne suína. A novidade desta vez para mim foi o Rosbife de mignon curado, com salada de maionese de couve flor, gema desidratada e crocante de chimichurri. Muito Bom! E se ainda tiver um espacinho peça sem titubear o seu tradicional Bolo de coco, com creme de baunilha do cerrado e crocante de cuca. Nunca mudo meu pedido, esta sobremesa é inesquecível ao palato!

Puro
Rua Visconde de Carandaí 43 – Jardim Botânico. Telefone: (21) 3284-5377

23 Ocean Lounge

Está afim de uma bela vista para contemplar durante o seu almoço? Se sua resposta for SIM, então você tem que conhecer o restaurante 23 Ocean Lounge do Sofitel Ipanema, uma experiência “magnifique”. E o melhor: você não precisa estar hospedado ali (embora eu tenha ficado e digo que foi muito bommmm, um bálsamo para meu corpo paulistano cansado).

lugar oferece aos sábados o Rooftop BBQ com uma deslumbrante vista para o mar. Tudo preparado em uma churrasqueira especialmente instalada no restaurante de onde sai o menu assinado pelo chef francês Jérôme Dardillac: peixes, camarão e polvo direto da brasa. Um espetáculo!

Como o dia estava quente pedi de entrada Burrata com azeite de oliva e zestes de limão siciliano. Cremoso por dentro e com textura mais rústica em sua superfície, do jeito que uma italiana, como eu, gosta! O Risoto de cevada com cogumelos, alho poró e broto de rúcula foi um outro achado leve que caiu bem depois da entrada leve. E a sobremesa foi meu único pecadinho do dia: Marquise de chocolate, chocólatras como eu vão amar com todas as suas forças!

23 Ocean Lounge – Sofitel Ipanema
Av. Vieira Souto, 460 – Ipanema. Telefone: (21) 2525-2525

Maria e o Boi

Churrascaria nunca foi meu forte no Rio de Janeiro, mas desta vez decidi me arriscar e fomos conhecer o menu do Maria e o Boi. O restaurante de nome curioso oferece carnes de alta qualidade feitas na grelha e acompanhamentos tradicionais.

O menu tem a grelha como grande protagonista. Para começar, referências de um churrasco tradicional, mas não se engane! Os coraçõezinhos, por exemplo, são de pato, com manteiga de ervas e servidos sobre pão de alho de fermentação natural; o queijo coalho grelhado vem com picles de cogumelos assados e amendoins agridoces; e a linguiça, receita exclusiva da casa, é com páprica e vinagre balsâmico.

São vários cortes de carne, dos clássicos aos menos conhecidos, garimpados dos melhores produtores, todos servidos com molho à campanha. As peças são grandes e a maioria foi pensada para dividir. A Bistecca Fiorentina, com cerca de 1kg, pode servir de três a quatro pessoas. O Bife de Chorizo (800g), a Meia Picanha (600g) e a Fraldinha (550g) também são sugestões para compartilhar. O Flat Iron (400g) e o Assado de tira (450g) são cortes um pouco menores.

Mas calma, nem só de boi vive a Maria! O menu tem um cantinho especial para quem quer vivenciar experiências na grelha que extrapolam o universo das carnes bovinas. O Não é Boi traz produtos frescos do mar ou da terra. Atualmente, são três opções fartas: Cavaquinha (500g), Salmão (250g) e Frango Caipira (200g).

Por fim, as sobremesas, para compartilhar, são frugais e reconfortantes, como o Mousse de doce de leite com crumble de sequilhos e morangos, que foi o meu preferido.

Maria e o Boi
Rua Maria Quitéria, 111 – 1º andar – Ipanema. Telefone: (21) 3502-4634

INO

A melhor experiência carioca que tive nos últimos tempos: um casarão fofíssimo em Botafogo, que quando a gente entra dá para sentir um clima nostálgico pelo pequeno e aconchegante salão.

A gastronomia italiana contemporânea do chef Marcelo Laskani é a oitava maravilha do universo! Tudo muito leve, colorido e com ares de sofisticação. Tudo por aqui é autoral e único!

Coisinhas maravilhosas como o Ravióli de pera com shimeji e ricota e um toque de queijo azul Serra das Antas, o Tartar de atum sobre folha de tinta de lula, o Cone de carpaccio com parmesão e o Arancini de tucupi não devem ser dispensados, j’ai aimé!

O chef prima por comidas frescas com sabor de mar, então você poderá se deslumbrar com o Ravióli doppio com lagostins e foie gras e molho de crustáceos. Que leveza, que visual maravilhoso tem este prato! Para os carnívoros a Paleta de cordeiro braseada e laqueada com purê de ervilhas, hortelã, laranja bahia e coalhada fresca também pode ser uma boa pedida!

E por fim, seja lá o que você escolher, você vai ser surpreendido com o capricho e a fusão de sabores que este menu oferece. Visita indispensável quando for ao Rio de Janeiro. Quero voltar sem pestanejar!

Vida Longa ao INO!

INO
Rua Conde de Irajá, 115 – Botafogo. Telefone: (21) 3851-6601

 

Degusta SP chega a São Paulo em Maio!

E maio promete, além de se iniciar com um providencial feriadinho no meio da semana, um super evento de vinhos também marcará sua passagem por aqui, se estiver em terras paulistanas. Trata-se do DEGUSTA SP! Uma bela parceria do grupo BACO e o Museu do Vinho, by the way, um lugar que deve ser visitado pelos enólogos de plantão.

O evento começa no dia 02 de maio, e com uma programação irresistível…uma semana que os organizadores oferecerão Master Classes, Workshops, palestras temáticas como cinema e música, seminário, além de uma feira de vinhos maravilhosa. O espaço enocultural terá degustações, foodpoints com comidinhas, música ao vivo e uma venda especial de vinhos em taças e garrafas a preços promocionais.

Também vai rolar um Art Wine, que trará um time de artistas para pintar telas com motivos do mundo do deus Baco.

 Qualquer pessoa pode participar, sem frescura!

Se deseja ingressar rapidamente neste universo, compre sua experiência, clicando aqui!

‘Tim, Tim”!

Le Manjue e Verde Campo realizam 3º piquenique no Parque Ibirapuera.

Quem não gosta de piquenique, bate a cabeça no chão várias vezes…Eu amo e não dispenso nenhum, ainda mais quando ele acontece na metrópole gastronômica do país. Em sua 3º edição, o  Piquenique Le Manjue com Verde Campo, celebrará mais uma vez o bem-estar em uma experiência que reunirá comida gostosa e saudável, atividade física, música e contato com a natureza.

O evento pra lá de zen vai acontecer no próximo sábado, dia 27 de abril, às 9h, no Parque Ibirapuera, o evento tem como embaixadoras as gêmeas do nado sincronizado, Bia e Branca. Os interessados em participar podem comprar suas cestas nos restaurantes ou cafés do Le Manjue até o dia 26/04.  O cliente que adquirir a cesta terá seu nome na lista, podendo retirar a mesma no dia do evento.

Os quitutes ficam por conta da curadoria de Renato Caleffi, chef do Le Manjue. As bolsas térmicas personalizadas da marca Pacco vem com toalha temática e estão recheadas de opções orgânicas e saudáveis, como o ganache Amu de Frutas Vermelhas, que é vegano, sem açúcar, a base de cacau e biomassa de banana verde. As cestas incluem ainda os iogurtes e queijos da Verde Campo. Os produtos da marca são 100% naturais, livres de conservantes, corantes e aromas artificiais. As linhas são funcionais, gostosas e saudáveis.  Além disso, o Le Manjue servirá a Kombucha ON TAP durante o piquenique.

Para agitar o público, o evento conta com um super treino comandado por Cau Saad, a personal trainer da apresentadora Isabela Fiorentino, da cantora Gaby Amarantos e outras famosas. A música será comandada pelo Bikebeats, criado pelo dj Ricardo Bertello. A ideia leva música a qualquer lugar com a ajuda de uma bike movida a energia solar.

A terceira edição do evento sela a parceria entre o restaurante orgânico Le Manjue e a primeira empresa de lácteos 100% naturais – Verde Campo. As duas marcas têm uma visão comum de proporcionar uma alimentação natural, saudável e prazerosa, promovendo o bem-estar.

Vem brincar com a gente!

Serviço:

Piquenique Le Manjue com Verde Campo

Data: 27 de abril

Horário: A partir das 9h

Local: Bosque de Leitura – Entrada pelo Portão 07 – Parque do Ibirapuera

Av. República do Líbano, 1117 

Valor: R$100 – para duas pessoas 

Para compra de ingressos: contato@lemajue.com.br/ (11) 9.9718-0888

 

El Fogoncito: bons ingredientes, bons preços e ótimo tempero!

Em São Paulo existem poucos lugares onde se pode degustar a verdadeira comida mexicana, receitas tradicionais, do dia a dia dos mexicanos, e não a famosa versão americanizada Tex-Mex, que é o que rola por aqui no Brasil. E acreditem a cozinha original mexicana é muuuuuito melhor!

Por isso, quando ficamos sabendo do novo restaurante em São Paulo da rede mexicana de taquerias El Fogoncito, tradicional e querida há 50 anos no México, tivemos que conferir! A proposta aqui é ser o mais fiel possível aos ingredientes e sabores dos restaurantes da rede no México, trabalhando temperos e ingredientes frescos inéditos em São Paulo.

Iniciamos nosso jantar com a Guacamole da casa (R$15,00), receita clássica mexicana, sem tomate ou algo que não pertença à receita original. Apenas lascas de queijo e tortillas fritas! A textura é mais cremosa e ao mesmo tempo mais áspera. O sabor também é mais suave, porque não traz aquela acidez causada pelo tomate, que é comum ser visto em nossas incursões pelos lugares que experimentamos. Gostei desta versão mais soft, sem intervenções que descaracterizam o que esta receita realmente é!

Também provamos as lendárias Chalupas Poblanas (R$22,00), carne desfiada sobre uma crocante tortilla de milho que foi tostada delicadamente com azeite, dando um sabor levemente cítrico. Receita afetiva, uma versão mexicana da nossa carne louca, com um toque cremoso de feijão, no qual está mergulhada a carne desfiada. Todos os ingredientes se encaixam perfeitamente bem nesta iguaria.

Um dos pratos autorais da marca são as Gringas (R$30,00), quesadillas com minúsculos pedaços de “carne ao pastor” (assada em forno trazido do México)  e queijo. A primeira sensação do primeiro pedaço foi a maciez da massa, em seguida o molho do marinado da carne suína que misturada ao queijo derretido e a delicadeza das folhas verdes ocasionava uma explosão de sabores no céu da minha boca. Bela invenção, e sem exibicionismo!

Já o Taco de Nopales (R$12,00/3uni.) não curti… Sei que é tradicionalíssimo no México, mas meu DNA brasileiro me impediu de apreciar estas tiras de nopales grelhados, que mais parecem quiabo, só que muito mais ácido. O toque de cebola suavizou um pouco o sabor, mas mesmo assim não deu liga para mim. Tortilla de milho acompanha a exótica iguaria. Na real, bancar a food expert neste caso, sem nunca ter provado a receita em seu original (embora eu já tenha visitado o país), é como dissertar sobre arte sem jamais ter colocado os pés em um museu, então arrisque-se e experimente! Pode cair bem em seu paladar.

Insisti nos tacos e provei um feito com Costela grelhada (R$22,00/3uni.), servida picada sobre tortilla de milho, que marcou mais presença que o anterior. Uma delícia, a carne vinha em pedacinhos encorpados, e o queijo derretido por cima potencializa o sabor da carne.

E terminamos a vivência mexicana com Crepas com Doce de Leite (R$15,00). Crepes servidos com preparação de doce de leite (uruguaio, muito melhor que o argentino!) e nozes picadas. Nem pense em pular a sobremesa! Cremoso e denso, leve e doce no ponto!

Para acompanhar este banquete, não se esqueça de pedir uma Água de Jamaica (R$8,00), preparada com flor de hibisco, ou uma Água de Horchata (R$8,00), feita à base de arroz e canela. São deliciosas!

Acho muito legal São Paulo ter um lugar onde se come comida mexicana de verdade, por gente que entende do assunto. Enquanto jantava por ali fiquei sabendo que até o Cônsul do México dá um rolê por ali toda semana atrás de comida de sua saudosa terra natal. Bom sinal quando imigrantes são a maioria de seus clientes. Vale a visita e os preços não decepcionam. Quero voltar para experimentar várias outras “cositas”.

Serviço

El Fogoncito

Rua Fradique Coutinho, 914, Pinheiros – São Paulo/SP
(11) 3819-4078
fogoncitobrasil.com

De terça a quinta das 12h às 15h e das 18h às 22h.
Sexta das 12h às 15h e das 18h às 00h.
Sábado das 12h às 00h.
Domingo, das 12h às 18h.

Credito Imagens: Roberto Salgado

No topo das montanhas no hotel La Rocella

O inverno está chegando e nada melhor do que pegar o amor de sua vida e dar uma descansada nos olhos nas sagradas montanhas da Serra da Mantiqueira, mais precisamente no Hotel La Rocella, em Monte Verde, onde eu sempre me hospedo quando estou precisando “fugir do mundo”!

Este lugar foi feito para quem literalmente aprecia bons cenários, onde a natureza, os passarinhos, as árvores e as flores reinam e se comunicam em perfeito equilíbrio. Aqui, onde você estiver, para onde você olhar, terá a chance de contemplar uma das vistas mais bonitas desta cidade. Vai por mim!

O Hotel está encravado na mata virgem e fica pertinho das “Trilhas para as Pedras”, um dos pontos turísticos mais conhecidos e visitados do lugar. Eu vergonhosamente devo confessar, nunca coloquei os pés nesta trilha, pois toda vez que eu visito este hotel a tranquilidade, a hospitalidade e o conforto me abraçam com ternura, quase uma armadilha bem-vinda!

O lugar possui acomodações diversas, eu já fiquei em todas, mas a sugestão fica por conta dos apartamentos e chalés de frente para a mata, é um espetáculo acordar ou tomar banho olhando para o verde e ouvindo as vozes do universo. Todos possuem cama Queen Size, frigobar, TV, wi-fi e todos os mimos que um hotel pode oferecer. Não espere quartos assinados por grandes nomes da hotelaria atual, tudo é muito simples e rústico, como o lugar sugere. Tente reparar nos detalhes, como lençóis Trussardi e sabonetes cheirosos feitos por uma comunidade local. Porque serão estas pequenas minúcias que te farão se sentir querida(o).

Outra coisa que eu adoro neste hotel é que você não precisa sair de lá para comer na cidade, que fica a 5 km de lá. Se sua vontade é ficar ali, você só tem que falar com a melhor gerente hoteleira que eu conheci nesta existência, a Iara, e se for o caso ela mesma prepara comidinhas bem elaboradas para os seus desejos palatinos, porque além de tudo, ela cozinha bem pacas. O café da manhã aqui também é indispensável. Bem a cara do lugar: frutas frescas, queijos mineiros, bolinhos macios, aquele cafezinho colonial que tem “cara de montanha”.

A área de lazer aqui também é interessante, como em Monte Verde faz frio 365 dias por ano durante a noite, você pode se esbaldar numa piscina semiolímpica coberta e climatizada, ideal para quem não dispensa uma boa natação, mesmo aos finais de semana. Sauna, SPA, Jacuzzi, ofurô, basta escolher, e seu desejo será atendido.

O La Rocella é um convite ao relaxamento com custo benefício muito bacana para quem deseja um final de semana romântico ou apenas dar um tempo da vida louca da metrópole. Chegar lá, tomar um vinho, acender uma lareira, tudo sem pressa, apenas respeitando seu tempo, será um bálsamo para sua mente e seu corpo. Ah! E relógios e celulares são dispensáveis neste paraíso sem frescura. Vale a visita!

Serviço

Hotel La Rocella
Endereço: Rua Orion, 520 – Monte Verde – Minas Gerais
Telefone: (35) 3438-1396
Email: reservas@hotellaroccella.com.br 

Valor Minimo diária: R$339,00