El Fogoncito: bons ingredientes, bons preços e ótimo tempero!

Em São Paulo existem poucos lugares onde se pode degustar a verdadeira comida mexicana, receitas tradicionais, do dia a dia dos mexicanos, e não a famosa versão americanizada Tex-Mex, que é o que rola por aqui no Brasil. E acreditem a cozinha original mexicana é muuuuuito melhor!

Por isso, quando ficamos sabendo do novo restaurante em São Paulo da rede mexicana de taquerias El Fogoncito, tradicional e querida há 50 anos no México, tivemos que conferir! A proposta aqui é ser o mais fiel possível aos ingredientes e sabores dos restaurantes da rede no México, trabalhando temperos e ingredientes frescos inéditos em São Paulo.

Iniciamos nosso jantar com a Guacamole da casa (R$15,00), receita clássica mexicana, sem tomate ou algo que não pertença à receita original. Apenas lascas de queijo e tortillas fritas! A textura é mais cremosa e ao mesmo tempo mais áspera. O sabor também é mais suave, porque não traz aquela acidez causada pelo tomate, que é comum ser visto em nossas incursões pelos lugares que experimentamos. Gostei desta versão mais soft, sem intervenções que descaracterizam o que esta receita realmente é!

Também provamos as lendárias Chalupas Poblanas (R$22,00), carne desfiada sobre uma crocante tortilla de milho que foi tostada delicadamente com azeite, dando um sabor levemente cítrico. Receita afetiva, uma versão mexicana da nossa carne louca, com um toque cremoso de feijão, no qual está mergulhada a carne desfiada. Todos os ingredientes se encaixam perfeitamente bem nesta iguaria.

Um dos pratos autorais da marca são as Gringas (R$30,00), quesadillas com minúsculos pedaços de “carne ao pastor” (assada em forno trazido do México)  e queijo. A primeira sensação do primeiro pedaço foi a maciez da massa, em seguida o molho do marinado da carne suína que misturada ao queijo derretido e a delicadeza das folhas verdes ocasionava uma explosão de sabores no céu da minha boca. Bela invenção, e sem exibicionismo!

Já o Taco de Nopales (R$12,00/3uni.) não curti… Sei que é tradicionalíssimo no México, mas meu DNA brasileiro me impediu de apreciar estas tiras de nopales grelhados, que mais parecem quiabo, só que muito mais ácido. O toque de cebola suavizou um pouco o sabor, mas mesmo assim não deu liga para mim. Tortilla de milho acompanha a exótica iguaria. Na real, bancar a food expert neste caso, sem nunca ter provado a receita em seu original (embora eu já tenha visitado o país), é como dissertar sobre arte sem jamais ter colocado os pés em um museu, então arrisque-se e experimente! Pode cair bem em seu paladar.

Insisti nos tacos e provei um feito com Costela grelhada (R$22,00/3uni.), servida picada sobre tortilla de milho, que marcou mais presença que o anterior. Uma delícia, a carne vinha em pedacinhos encorpados, e o queijo derretido por cima potencializa o sabor da carne.

E terminamos a vivência mexicana com Crepas com Doce de Leite (R$15,00). Crepes servidos com preparação de doce de leite (uruguaio, muito melhor que o argentino!) e nozes picadas. Nem pense em pular a sobremesa! Cremoso e denso, leve e doce no ponto!

Para acompanhar este banquete, não se esqueça de pedir uma Água de Jamaica (R$8,00), preparada com flor de hibisco, ou uma Água de Horchata (R$8,00), feita à base de arroz e canela. São deliciosas!

Acho muito legal São Paulo ter um lugar onde se come comida mexicana de verdade, por gente que entende do assunto. Enquanto jantava por ali fiquei sabendo que até o Cônsul do México dá um rolê por ali toda semana atrás de comida de sua saudosa terra natal. Bom sinal quando imigrantes são a maioria de seus clientes. Vale a visita e os preços não decepcionam. Quero voltar para experimentar várias outras “cositas”.

Serviço

El Fogoncito

Rua Fradique Coutinho, 914, Pinheiros – São Paulo/SP
(11) 3819-4078
fogoncitobrasil.com

De terça a quinta das 12h às 15h e das 18h às 22h.
Sexta das 12h às 15h e das 18h às 00h.
Sábado das 12h às 00h.
Domingo, das 12h às 18h.

Credito Imagens: Roberto Salgado

Curta e siga:

Bar Desembargador: Ideal para “Botecar”.

E esta semana a Giros foi “botecar”, no melhor estilo paulistano! Nosso giro aconteceu na esquina entre as ruas Desembargador do Vale e Tucuna, no bairro das Perdizes, onde há 9 anos existe o charmoso Bar Desembargador, um ambiente sem frescura e aconchegante, com comidinhas bem caprichadas, chope de qualidade e drinques autorais.

A decoração resgata uma tendência retrô, no piso de ladrilho hidráulico, mesas e cadeiras de madeira preta e paredes vermelhas que se harmonizam no salão principal. Agora, se você está afim, também poderá escolher ficar nas mesas ao ar livre dispostas na calçada em toda a esquina do bar, ou no delicioso balcão virado para a rua onde o bartender Clayton prepara de forma inventiva os drinks, que são bem procurados pelos fiéis frequentadores. Negroni envelhecido no barril de carvalho, Moscow Mule com especial espuma de gengibre e uma extensa opção de clássicos e autorais para os mais diferentes paladares. Não dispense!

Iniciamos as nossas experiências depois dos drinks escolhidos com uma entradinha que fiquei super curiosa assim que a vi no menu, o Bolinho de Picanha picante (R$36,60). Eu amei isso, adorei o sabor da picanha neste novo formato, mais prensadinho, crocantinho e com um bocadinho de pimenta que apenas faz cócegas na sua língua. Uma versão 10 vezes melhor do que os tradicionais croquetes de carne que a gente encontra por aí. O daqui têm mais “sustância” e teor!

Já se você prefere algo mais delicado e que exale frescor para uma boa noite calorenta, eu sugiro o Beiju de Tapioca com salmão defumado, ovos e gergelim negro (R$44,90), que delicinha! O estalo aconchegante do crocante beiju misturado com a maciez do peixe e o sabor prolongado do ovo, dá uma sensação gostosa na boca, um gostinho de brunch de domingo. O salgadinho e o colorido do gergelim fazem um contraponto interessante e dá um up no céu da boca.

Curte camarão? Se sua resposta for sim, não dispense o Camarão do Suspiro Crocante (R$96,40 / 8 unid.). Eles são enormes, super frescos e super bem feitos. Sua empanação chegou sequinha e sem deslizes. São mergulhados em um molho de maionese que nos leva a tempos nostálgicos, com cara de molho feito em casa.

A casa oferece várias opções para jantar, mas eu mesma ainda queria provar comidinhas que pudessem ser pegas com as mãos, então me rendi ao Sanduiche de linguiça (R$28,80). Já vou logo avisando, é grandeeeee, duas pessoas podem comer numa boa. O embutido feito na casa vem em camadas fininhas e com textura fácil de ser picada. O queijo coalho com a cebola roxa dão o toque mais gourmetizado, enaltecendo o sabor da linguiça. Tudo isso vem num pão ciabatta que dá uma base mais pesada ao sanduiche, eu particularmente preferiria ter comido com um pão mais leve, como o francês por exemplo. Batata rústica acompanha.

Acabei me rendendo a um dos pratos da casa, afinal como boa paulistana, resistir a um cheiroso Picadinho Desembargador (R$49,60) é coisa para os fortes, não é o meu caso! Risos… O daqui é mais incrementado que os clássicos, além do filé picadinho vir mergulhado no molho amadeirado roti, ganha companhia saborosa da farofa de banana, que deu aquele açucarado agradável para a minha metade mineira, pastel de queijo, ovo e couve. Um espetáculo, não é à toa que é considerado o prato mais amado pelos paulistas. Amamos mesmo!

O bar abre no almoço somente às sextas-feiras, com cardápio executivo que muda toda semana, oferecendo pratos com ótimo custo benefício. Aos sábados, no almoço, a dica é o Buffet de Feijoada, com carnes e acompanhamentos separados a escolher, que custa R$ 57,00 por pessoa para se servir à vontade e a primeira caipirinha de limão é por conta da casa.

Lugar ideal para reunir os amigos e beber as alegrias e tristezas da vida. Também para os futebolísticos que não dispensam uma partida de futebol entre comes e bebes. No Bar Desembargador você tem a oportunidade de celebrar a vida, sem frescura. Vale a visita!

Serviço:
Bar Desembargador
Endereço: Rua Desembargador do Vale, 253 – São Paulo
Telefone: (11) 3672-3676
Horário de funcionamento: – segunda a quinta-feira das 17h à 01h hora (cozinha até 00:20h)
-sexta e sábado – das 12h às 01h (cozinha até 00:20h)
– domingo – das 12h às 22h (cozinha até 21:20h)
– feriados – das 12h às 01h (cozinha até 00:20h)
Estacionamento Valet: terça a sexta – R$ 20,00; sábado – R$ 25,00; domingo – R$ 20,00.
100 pessoas sentadas
Aceita todos os Cartões.

Credito Imagens: Roberto Salgado

 

 

 

 

 

 

Curta e siga:

A gastronomia encantada do Condessa Bistrô.

Esta semana felizmente revisitei um dos lugares que mais curto na Vila Nova Conceição, o Condessa Bistrô da chef Shanti Nilaya, nome espiritual adotado por Flavia Marioto, ex sócia da Mercearia do Conde. Muitas cores em um estilo retrô que trouxe para mim aconchego e amorosidade, já que você encontrará por aqui fadas, corações, budas e outras relíquias. Em cada cantinho um bem-estar carinhoso.

Depois do primeiro impacto, já relaxados em nossas cadeiras, fomos desbravar o menu da chef. Muitos pratos com pegada asiática, diversos vegetarianos e alguns com belas fusões de técnicas sofisticadas e ingredientes nacionais.

Iniciamos nosso jantar com os Bocaditos no Pão de Grãos com presunto cru, figo e chèvre (R$58,00). Eu devo confessar a vocês, tudo que leva figo em qualquer lugar que eu vá nesta existência, eu peço, não importa o quê! E nunca me arrependo… E foi o caso por aqui, o pão bem seladinho, o queijo cremoso com o presunto sedoso e pedacinhos salpicados por cima da fruta doce merecem que você  se arrisque. O modo como foi feita a composição da tapa foi o segredo para mim, ele não desmontou e foi possível sentir o gosto de cada ingrediente em uma só mordida. Simples, sem frescura e muito refrescante na boca.

Na sequência Rolinho de Beringela com queijo coalho de cabra e tomate confit (R$52,00). Se você é da turma da berinjela, esta receita será um colírio para os seus olhos cansados da mesmice. A chef bolou uma nova leitura que deu grandiosidade ao fruto. Uma leve camada enrolava um pouco de queijo cremoso com pedacinhos de tomatinhos macios, cobertos em azeite. A folha de rúcula que compunha dava um amargo interessante, que se chocava harmoniosamente com o doce do tomate. Eu teria comido todos sozinha, juro! Além do que, era visualmente bonito de se ver.

Pratos principais? O meu preferido foi o Risoto de Pato com maçã ao Curry (R$89,00) uma mistura intensa de sabores, onde o agridoce aparece em uma constância desejável. A maçã dá o up total à receita, suavizando o sabor tenro do pato, que veio em milhares de fios macios envoltos pelo arroz que estava em seu ponto perfeito. Eu sou uma adoradora de risoto de pato, e considero o daqui um dos top 10 da cidade. Vale!

Mas se você quer pegar mais leve e embalar no clima exótico e leve do lugar, minha sugestão é Espaguete com Polvo à Oriental com limão e coentro (R$94,00). Uma massa superleve, molhada com azeite e limão, que dá aquele gostinho de arrepiar na língua, com a qual o polvo faz um ótimo par, sua interferência só traz conforto a cada garfada. Vale dizer que nem de longe tinha textura emborrachada e seu sabor de mar deu uma liga ótima. Já o coentro entra na linha de frente, eu gosto, suas folhas tem um sabor cítrico para mim, o que muito combinou com todo o resto. Acho que apenas melhoraria o visual do prato, chegou para mim um pouco bagunçado. Para quem tem toc, isso pode ser desanimador…

De sobremesa eu apostaria na Torta fininha de pera com sorvete de gengibre. Sobremesa graciosa e com cara de sofisticação. A massa delicada fazia um bom dueto com os pedaços caramelizados da pera. O sorvete de gengibre dá uma picância boa na boca. Adorei!

Eu adoro a vibe da chef e do bistrô. Muitos diriam ser um lugar muito colorido e carregado, mas para mim é sinônimo de alegria e beleza. Tente você encontrar esta resposta ao visitá-lo. A visita valera a pena, não só pela beleza em si, mas pelo serviço atencioso e comida caprichada. Sempre um prazer voltar ali.

Serviço

Condessa Bistrô
Endereço: R. Bueno Brandão, 66 – Vila Nova Conceição, São Paulo
Horário:
segunda-feira   12:00–15:00, 19:00–23:00
terça-feira          12:00–15:00, 19:00–23:00
quarta-feira       12:00–15:00, 19:00–23:00
quinta-feira       12:00–15:00, 19:00–23:30
sexta-feira         12:00–16:00, 19:00–23:30
sábado                 12:00–17:15, 19:00–23:00
Telefone: (11) 3845-9607

Crédito Imagens: Roberto Salgado

Curta e siga:

Espaço D Gastronomia: Ótimas sobremesas e pratos vegetarianos!

É tão bom ser surpreendida por novas experiências palatinas e foi super o caso esta semana quando fui conhecer o Espaço D Gastronomia, que fica no agitado bairro do Itaim Bibi, em São Paulo. O lugar segue o conceito de cozinha afetiva à risca.

A proprietária e confeiteira chef Denise Gelberg é quem escolhe o que vai entrar no menu, e sempre com atenção nas receitas familiares, além de releituras de sobremesas clássicas do universo da pâtisserie. Além disso, a cozinha comandada pelo chef Rodrigo Fleiss privilegia temperos frescos, colhidos na horta suspensa que é cultivada no jardim de inverno do próprio estabelecimento. Ingredientes não industrializados também fazem parte do menu e receitas sem lactose, sem glúten e sem açúcar – mas com muito sabor – também ganham espaço.

Comecei meu almoço com o prato do dia, Tartar de Salmão (R$42,00). Além de ter sido preparado com salmão cru bem fresquinho, sua umidez dava toques refrescantes na boca, e juntamente com a cremosidade do bem temperado avocado e a doçura crocante dos chips de batata doce formavam aquele trio imbatível quando pensamos em comidinhas frescas para o verão. Além de ser mega light e blaster leve. Começamos bem!

Na sequência pedi um dos pratos de verão que mais se comenta nos últimos tempos, os famosos Bowl/Shwarma, aqui tem três versões, e eu pedi obviamente a que parecia ser mais voluptuosa, a Mykonos (R39,00), com mix de folhas, grão de bico, quinoa mista, tiras de filé mignon, coalhada seca, mix de nuts, pimentão assado, tomate cereja, cebola roxa, pepino e azeitonas. Pode não parecer, mas tudo aqui se conectava deliciosamente. A cada garfada novas misturas de ingredientes frescos, doces, apimentados e macios se difundiam delicadamente, o que possibilitava novas e inéditas sensações palatinas. Sem arrependimentos. Além disso, o visual colorido te faz sorrir!

Ainda no pique de versões lights e leves, pedi um dos vegetarianos da casa, Espaguete de Abobrinha (R$39,00), genteeeeeeeeeeee eu ameeeeeeeeeeei! A textura da “massa” é de uma crocância sutil, com seu sabor característico, e faz lindamente uma aliança com o molho vermelho com queijo feta e carne de soja. O prato vem bem servido, mas a sensação de leveza ao final não te trará nenhum tipo de amargura (risos). Vegetarianos irão se encantar!

Também fomos de Risoto de Camarão (R$45,00). Super tradicional, este cremosíssimo risoto alaranjado leva um toque de limão siciliano e abobrinha, o que o torna mais colorido e com sabor mais potente.  Importante mencionar que chega à mesa na temperatura que deve se chegar, quentinho, bem confort food!

Uma recomendação importantíssima, você não pode sair daqui sem experimentar um dos doces da vitrine da Denise, de maneira alguma! Aqui rola doce para a galera sem glúten, a galera do sem açúcar, do sem lactose e até os veganos aqui tem vez! Com um menu que atende todas as demandas, só não come doce aqui quem não quer! O meu preferido? Bolinho de Cacau sem açúcar, recheado com creme trufado diet e pedacinhos de morango. Putz! A cada garfada era uma sensação balsâmica, e melhor ainda, com a consciência tranquila de que isso não me engordaria. Combinação perfeita de especiarias, saciamento eficaz em dias de TPM (risos), imperdível este doce! Ainda volto lá só para comê-lo novamente.

Lugar ensolarado, com vibe legal, serviço gentil e muitas maravilhas no menu, o Espaço D é um lugar para você vir sem pressa e com muita vontade de lamber os dedos. Vale a visita!

SERVIÇO:

Rua Leopoldo Couto de Magalhães Junior, 733 – Itaim Bibi
Telefone: (11) 3034-5408
Horário de funcionamento: segunda a sexta das 9h às 20h | sábados das 11h às 17h
https://www.instagram.com/espacodgastronomia/

Credito Imagens: Roberto Salgado

 

Curta e siga:

FEED – casa prima por receitas carnívoras!

Esta semana fui almoçar em um lugar bacanérrimo, o Feed, que fica no Itaim Bibi, em São Paulo. O lugar é uma mistura simpática de boutique de carnes com um bistrozinho nos fundos, que mais parece uma agradável varanda:  iluminação natural, pé direito alto e uma árvore no centro do pequeno salão dão um charme todo especial.

A casa tem boas e suculentas opções à la carte. Iniciei com uma das melhores entradas que provei nos últimos tempos: Bruschetta de Ragu de Fraldinha (R$29), fatias de pão lindamente tostadas, carne suculenta que foi delicadamente desfiada e encharcada na medida com um molho levemente apimentado. Os tomatinhos confitados que vinham por cima estavam adocicados e com uma textura equilibrada. Esta gostosura me fez lembrar das famosas festinhas de aniversario em que era servida sua versão mais popular, a famosa “carne louca”. Aqui tem toque de afetividade, o que torna uma receita ainda mais significativa.

Todo mundo sabe que eu jamais dispenso uma Linguiça Toscana (R$59), e a do Feed me conquistou: gordura equilibrada, com picância leve, saborosa e com uma fina camada crocante. Vem acompanhada de mostarda Dijon, mas nem precisava, ela reina sozinha.

O que mais me marcou no Feed foi a Tábua Especial (R$199), que leva o nome do restaurante. No cardápio é mencionado que serve para 02 pessoas, mas dá para se comer em três numa boa. Aqui você encontra de uma vez só os campeões do açougue: chorizo, picanha e fraldinha. Na boca sabores intensos, texturas tenras com toques de maciez, sutis camadas de gordura e vale ressaltar que todas as carnes foram entregues na mesa pelo garçom que faz questão de checar o ponto desejado. Excelentes carnes preparadas de maneira impecável.

E os acompanhamentos não decepcionam, pedi Batata frita com páprica e salsinha, Farofa de Banana da terra e Vinagrete de tomate confitado. Todas estas guarnições participaram harmoniosamente com cada pedacinho de carne que experimentei, dando um colorido e uma intervenção palatina necessária.

Eu ainda tive folego e experimentei uma das sobremesas que o menu oferece, escolhi a Torta Caramel Salè e Chocolate (R$17) delicada massa doce de cacau, recheada com crocante praliné, creme de caramelo com um toque de flor de sal e coberta com ganache de chocolate meio amargo e crisps de chocolate belga, para refrescar o palato. Sobremesa docíssima, mal dá para sentir o toque salgado, sua textura desmanchava na boca. Este pedido é para quem curte chocolate e todas as suas facetas.

Os amantes de uma boa carne façam um favor a si mesmo, não deixem de visitar o FEED, a experiência vale ouro! Só não vá com pressa, os lugares são poucos e a mesas são concorridas. Dito isso, bom almoço!

SERVIÇO
Endereço: Rua Doutor Mário Ferraz, 547 – Itaim Bibi – São Paulo – SP ver no mapa
Telefone: (11) 56274700
Site:  http://www.feed.com.br
Horários: segunda-feira e terça-feira 09:00 – 20:00
quarta-feira a sexta-feira 09:00 – 21:00
sábado 09:00 – 19:00
domingo 09:00 – 15:00

Crédito Imagens: Roberto Salgado

Curta e siga: