Benditas Férias…….

Aurélio diz que FÉRIAS é certo número de dias consecutivos destinados ao descanso de funcionários, empregados, estudantes, etc., após um período anual ou semestral de trabalho ou atividades…

Liga meu pai hoje pela manhã:

– Carla leve pouca coisa para a viagem, pelo amor de Deus! Nada de duas malas!

Pronto, as férias em família começaram e eu ainda tenho 12 dias pela frente! Rs… Podemos tirar férias de várias maneiras… Sozinho (que é bem bom), com amigos, família, férias de reconciliação matrimonial… Férias com o amante… Seja como for, chega um dia em que você quer voltar loucamente para casa e para o trabalho… E voltar a ter a maldita paz corporativa… Mas enquanto esta sensação não sobrecai sobre o meu ser… Estou aqui arrumando as malas e aproveito entre uma coisinha e outra para  escrever aos meus leitores internautas queridos um último post antes das benditas férias para os States com os sobrinhos, pais e irmãos… Depois de meses e meses de planejamento, milhares de discussões e brigas, chegamos a um consenso, e o tempo passou e chegou o dia de embarcar…

Ao menos no meu caso não serão férias de reconciliação… Por que casais acham que isso dá certo? Não é o que dita a experiência… Um casal nunca se reconcilia em viagens… Muito pelo contrário, afinal, brigar lá fora é muito melhor, ninguém entende as baixarias e de quebra você pode dar uma volta sozinha e se acabar nas compras com a bela desculpa que está de férias… Mas neste caso é melhor voltar logo para casa… rs

Espero após esta rodopiada em terras americanas voltar com os ares renovados, nem um kilo a mais (hahaha) e com boas histórias para contar (na volta escreverei sobre tudo de interessante que eu vir, ouvir e vivenciar…

A partir de amanhã não consultarei mais o relógio, esquecerei o celular na mesa da sala da minha casa e internet está fora dos meus planos… Pretendo mais uma vez me esconder do mundo, para que ele sinta a minha falta… Quero amar em silêncio… Quero uma leitura a sós… Quero sentir as coisas de longe… Quero ser uma mulher aberta, para que o mundo me torne melhor e maior… E, por fim, espero reencontrá-los novamente aqui em 12 dias… Um beijo a todos e até breve!

A VERDADEIRA ARTE DE VIAJAR

A gente sempre deve sair à rua como quem foge de casa,
Como se estivessem abertos diante de nós todos os caminhos do mundo.
Não importa que os compromissos, as obrigações, estejam ali…
Chegamos de muito longe, de alma aberta e o coração cantando!

Mario Quintana

Curta e siga:

Açougue Cultural

Dia 29 de outubro, para quem não sabe, foi o dia Nacional do Livro, e eu, considerada uma leitora nazista por muitos, não poderia deixar de mencionar esta data tão importante para todas as pessoas. Todos os meus sentidos ficam aguçados quando estou lendo… Adoro o cheiro do novo! E por isso contarei hoje a história do Açougue Cultural T-Bone (1° açougue cultural do mundo) e seu criador Luiz Amorim.

Eu li sobre esta pessoa na semana passada e vale a pena mencioná-lo, porque trata-se apenas de um relato real, sem nenhum marketing de guerilha, nada disso… É apenas a história de um homem que ama os livros como um amante insaciável… rs… E um eterno curioso que constrói possibilidades através da paixão pelas palavras.

Luiz Amorim criou uma livraria dentro de um açougue, no qual trabalhou toda a sua juventude… No dia que comprou o estabelecimento ele uniu seus dois conhecimentos: carnes e livros!! Hahahahaha… Isso não é fantástico?!

E suas idéias não pararam por aí… Depois do sucesso do açougue cultural, ele teve uma outra idéia no mínimo genial, o projeto “Parada Cultural”: em pontos de ônibus da cidade aonde mora (Brasilia), Luiz criou mini-livraria, ou seja, enquanto a pessoa espera seu ônibus, ela pode ficar lendo livros e até poderá levá-los para casa, podendo devolver quando quiser, sem prazo de devolução… Detalhe importante: as mini-livrarias ficam abertas 24 horas.

Bem eu o considero um cara que no mínimo sabe ousar e abusar bem da sua criatividade… Porque isso sim é causar o inédito!

Ele é o criador também da Noite Cultural T_Bone… Em mais de 10 anos de existência já passaram por lá mais de 150 mil pessoas e mais de 500 artistas para participar desta celebração à arte na entrequadra 312/13 da Asa Norte.  Artistas de renome nacional já se apresentaram no projeto, entre eles: Moraes Moreira, Chico César, Guilherme Arantes, Célia Porto, Tom Zé, Manassés, João Donato, Affonso Romano de Sant’Anna, Flávio Venturine, entre outros.

Idéias originais atraem e aproximam pessoas… Luiz Amorim sem duvida é um exemplo disso… E fica aqui registrada minha admiração por esta pessoa que se destaca por sua paixão pelos livros, cuja vida eu gostaria de continuar acompanhando… E caro leitor indo a BSB, é passeio obrigatório! Rs… Beijossssssssss

O Fundador

AÇOUGUE: SCLN 312 Bl B Lj 27 Brasília-DF CEP 70.765-520
Tel: +55 (61) 3274-1665

Curta e siga:

Memórias de um Monstro!

Se eu estivesse em Berlim, ir ao Museu Histórico Alemão, com certeza seria um passeio obrigatório para mim: não porque curto o cidadão em questão, aliás passei a juventude toda lendo sobre ele, o homem que orquestrou uma das maiores catastrofes do nosso século….e ainda pode parecer idiotice da minha parte eu ainda não entendi exatamente o que ele pretendia quando criou o tal regime..entendendo que o nazismo não foi o resultado da personalidade individual de Hitler.

 

 Dentre os objetos existem placas, bandeiras, mapas, bastões armas e até uniformes. A exposição normalmente acontece em Moscou na Rússia, e para que os objetos pudessem ser expostos na Alemanha, os curadores do museu de Moscou exigiram do governo alemão uma garantia de que os objetos seriam devolvidos. O temor dos russos era que os alemães alegassem razões políticas e tomassem posse sobre os objetos de raro valor histórico.

Bem nem preciso dizer que após a abertura desta exposição (15) muitos berlinenses não ficaram muito contentes….Independentemente disso faço questão de manifestar e enfatizar meu repúdio a qualquer ato pró-nazismo ou a qualquer outro movimento com ideologias semelhantes. Mas que vale a visita a exposição, acho que sim! Eu iria com certeza…fica a dica para quem está de malas prontas para a capital alemã….beijos

 

Curta e siga:

Dica teatral no Rio de Janeiro-Histórias de Dragões….

A peça é inadjetível……os contos de Caio Fernando Abreu são sempre cheios de medo x loucura, amor x loucura…e um destes desdobramentos eu tive oportunidade de assistir, aqui no RJ, “Os Dragões”….um trabalho em torno de uma literatura peculiar.

Baseado no livro “Os Dragões não conhecem o Paraíso”, 1989, a história é tratada através da versão carioca de Fernanda Boechat, e fala de amor e solidão alinhavadas com certa dose de esperança  e loucura…

A atriz consegue chegar sutilmente na sua ansiedade interior, através de vários pensamentos que temperam o ambiente de cheiros, sabores, aflições, medos…a peça se aproxima da platéia…Quando estava ali fui alimentada pelo meu próprio sentimento, pensamentos e fiquei pensando nos meu dragões “visíveis e invisíveis”…

Em dias atuais ando curtindo uma atmosfera intimista, delicada e carinhosa, e saí daquele teatro em busca de respostas pela saída de um passado morno, para um futuro de felicidade imediato….Neste momento querendo tudo que eu desejo e mereço!!

Um trecho me acompanhou durante a peça “É dificil aprisionar os que tem asas”..Pessoas Queridas que estiverem na City Maravilhosa…assistam “Os Dragões” e sua alma se despertará para si próprio! Beijosssssssssssssss

PS- E ainda de quebra….o visitante vai se deparar com uma super Exposição de fotografia da super talentosa Carol Beirez, que nos “alimenta” com suas imagens de Teatro ìntimo….me causou brilho nos olhos!

 

 

Serviço

Os Dragões- Espaço II Solar de Botafogo

Data: Até 17 de Outubro

Sextas e Sábados 21h, Domingo 20h

Curta e siga:

Jardim Botânico

Passeando hoje pelo Rio com minhas amigas Carol, Gaia e Rachel, tive uma grande surpresa. Mudamos o roteiro inicial porque simplesmente o tempo virou por aqui; mais parecia o tempo cinzento e chuvoso que nós paulistanos estamos mais acostumados… Pois bem, por algum motivo fomos cair no bairro Jardim Botânico e ali eu descobri que havia escolhido o lugar para viver algum dia, caso isto esteja no meu destino, na Capital Carioca…

Este bairro é perfeito para se estar em dias chuvosos e para os amantes da natureza e do bom e puro oxigênio… Está localizado na zona sul da cidade. Um bom pretexto pra passear por aqui é porque o lugar possui uma arquitetura bastante variada, existem algumas construções antigas que ainda estão de pé, mas o bairro é novo em relação à história da cidade.

As casas nas margens das montanhas são encantadoras; o meio ambiente por aqui é expressivo, porque existe o Parque Lage, o histórico Jardim Botânico, e parte da Floresta da Tijuca… O lugar é blaster Mágico… A casa antiga que pertencia à família Lage é lindaaaaaaaaaaaaaa… E ouvi dizer que se pode tomar café da manhã neste espaço… Uauuuuu momento fino!!! Muitas coisas fazem o Jardim Botânico especial: a energia, a tranqüilidade, a brisa leve e o cheiro atípico da cidade grande.

Se eu acredito em amor à primeira vista? Simmmmmmmmmmmmm! E o Jardim Botânico é um caso indiscutível de amor à primeira vista… E para nós, jornalistas, ainda tem uma vantagem, no bairro fica a sede do jornalismo da Rede Globo de Televisão… hahahaha… Um dia, quem sabe!!

Beijos

 

Parque Lage
Curta e siga: