J1: Restaurante acessível de Jun Sakamoto, no shopping Villa Lobos.

Recentemente fomos visitar um dos novos espaços, na Capital Paulista do chef Jun Sakamoto, o J1, no Shopping Villa Lobos. O lindo ambiente foi projetado por Octavio de Santis: elegante e intimista, com móveis de madeira escura, parede de tijolos aparentes e uma cozinha aberta aos fundos do salão. Outro detalhe imperdível são as louças de Shugo Izumi e cerâmicas produzidas sob medida por Flavia Mendes, que chamam a atenção pelo design e a delicadeza de cada peça.

Iniciamos com entradas maravilhosas como o Tartare de Atum (R$26,00), além de uma belíssima apresentação, o peixe é finamente picado na ponta da faca de forma precisa, exalava frescor e sabor delicado, além de criar sinergia maravilhosa com as pequenas ovas de capelin.

 

Também curtimos Teishoku (R$95,00) Generosas e brilhantes fatias chegam de forma harmoniosa e otima cor, seladas como se devem e a crocância do gergelim sempre causa uma boa sensação. Chega à mesa com execução elaborada, bonito de se ver. Vale o espetáculo!

 

A cozinha fria inclui sushis, uramakis, sushis personalizados e combinados de diversas formas. Escolhemos para compartilhar um Sushi Especial Iti-Nin Mai (R$ 230,00) ideal para duas pessoas, e os sushis de Viera foram o destaque- tenras, goras e doces- deste prato lindo e colorido. Os sushis podem ser de robalo, linguado,, carapau, atum, entre outros.

 

Sobremesa não é o forte, mas o Pudim é refrescante , menos açucaroso e com textura interessante (R$26,00),

Sempre uma experiência inédita visitar um dos restaurantes do chef Jun Sakamoto. Recomedo!

Serviço

J1
Endereço: Shopping VillaLobos – Av. das Nações Unidas, 4777 – Alto de Pinheiros – Piso Térreo.
Tel.: 3588-8778. Capacidade: 110 lugares.
Horários de funcionamento: 2ª a 5ª feira 12h às 15h-19h às 22h/Sex 12h às 15h-19h às 23h/Sab 12h às 23h/Dom 12h às 22.
Ar-condicionado. Wi fi gratuito. Estacionamento no shopping. Acesso para deficientes com mobília adaptada.

Crédito Imagens: Roberto Salgado

Nosu: Décor exótico e maravilhosos sushis!

Esta semana tive o prazer de voltar a jantar no Nosu, em São Paulo. Um restaurante japonês com ares modernos, a começar pelo seu lindo décor: quando entramos temos a sensação de estar em uma cabana, com muitos bambus e com uma iluminação que nos faz perceber levemente todos os detalhes de seu imenso salão.
Começamos o jantar com Duo de ovas massago (R$25) e de salmão (R$28). Os sushis estavam lindos e coloridos, o primeiro levemente adocicado, as ovas agregaram textura, beleza e sabor de mar; já o feito com salmão estava um pouquinho salgado, camuflando o sabor característico do peixe.
Em seguida provamos o Usuzukuri peixe branco (R$26), lâminas transparentes e bem fininhas de robalo chegaram à mesa mergulhados em um molho cítrico bem apimentado. Tudo que eu gosto!

Carapau

Pedi para o simpático e eficientíssimo chef preparar cinco peças de sushi com o que ele achasse melhor e mais fresco. Minutos depois foi colocado a nossa frente montinhos de arroz morno e divinamente tenro cobertos por Carapau (R$21 dupla), polvo (R$25 dupla), serra (R$21 dupla), linguado (R$21 dupla) e de atum (R$24 dupla). Tudo estava tão fresco, equilibrado e refrescante que nem houve a necessidade de besuntar o sushi no wasabi. Seria um desperdício!
Outra delicadeza imperdível:  Sashimis de Vieira (R$34), o suave aroma e o gosto inimitável do molusco afloraram em meu palato. Quanta delicadeza e doçura! Se preferir eles também confeccionam vieiras trufadas.
Queríamos sabores mais intensos para finalizar nossa experiência e fomos de Sushi de uni (R$27 dupla)- as bolotas do ouriço dançaram em minha boca, quase doces, um profundo sabor de mar. Maravilhoso!
Sempre é interessante você voltar a um lugar após um tempo para rever sua cozinha, a do Nosu continua limpa, leve e surpreendente. Um pouco fora do circuito gourmet da cidade, mas valerá cada minuto do seu precioso tempo.
Serviço
Nosu
Endereço: R. Maria Curupaiti, 414 – Santana, São Paulo – SP, 02452-000
Horário: quarta-feira 12:00–15:00, 19:00–23:00
quinta-feira 12:00–15:00, 19:00–23:00
sexta-feira 12:00–15:00, 19:00–23:30
sábado 12:00–15:00, 19:00–23:30
domingo 12:00–15:30, 19:00–22:30
segunda-feira Encerrado
terça-feira 12:00–15:00, 19:00–23:00

Toro Sushi e sua criatividade na cozinha nipônica

Esta semana mais um restaurante nipônico foi desbravado pela nossa equipe, o Toro Sushi, nos Jardins, em São Paulo, que tem como propósito desde 2011 oferecer a seus comensais a excelência em Sushis. A rede com unidades em Moema e na badalada da Rua Oscar Freire, onde rolou a nossa visita. O restaurante está na seleta lista do Guia Michelin e em 2017 ganhou o prêmio de melhor restaurante japonês pela revista Go Where Gastronomia. O lugar tem ares modernos, salão amplo, décor discreto e iluminação adequada, as mesas com sofás e o balcão em frente aos sushimens são boas opções na hora de escolher um lugar para ficar.

Da cozinha aberta saem pelas hábeis mãos dos chefs Jyun Kaduoka (ex-Kinoshita, Osaka, La Brasserie Erick Jacquin e Culinart, em Hong Kong) e Bié (ex-Yabany e Sushi Deck), peixes frescos e variados, frutos do mar (polvo, ostra, camarão baby, ouriço) e outras especiarias transformam-se em obras de arte de sabor.

Iniciamos nosso jantar com o Shake Spicy Brie (R$28,00). O salmão marinado chega literalmente “pegando fogo” à nossa mesa, um bonito espetáculo, o que me causou entusiasmo, afinal ele veio recheado com queijo brie e foi flambado com especiarias. Acontece que a textura do queijo estava totalmente endurecida e eu apenas senti um sabor de alimento que foi preparado além do limite, que ficou quase carbonizado, nem a pimenta da geleia conseguiu camuflar esta decepção. Uma pena, ele prometia!

Na sequência, provei o Hotate Ussuzukuri (R$45,00), são lâminas de vieiras temperadas com sour cream de wasabi e regadas ao molho ponzu. A combinação é bem diferente, mas eu gostei, o sabor delicado do fruto do mar cria uma ótima sinergia com o creme azedinho e picante feito com a raiz japonesa, uma ótima textura e com a acidez do molho aquoso a base de limão, causou uma erupção de sensações ao meu paladar. Nos fez esquecer a decepção do prato anterior.

Outra sugestão quase que obrigatória é o Maguro Ussuzukuri (R$39,00). São delicadas e bem cortadas fatias de atum fresquíssimo, com tempero de shisso e molho ponzu picante. O que me chamou a atenção foi a boa tensão com a mistura destes dois molhos, que juntamente com a textura e o sabor delicado do peixe foi uma explosão de sabores que me deixou feliz o resto da noite, juro! Teria repetido mais algumas vezes durante a noite… Uma combinação que beirou a perfeição!

Como sou mega fã de atum, ainda provei o Maguro Tataki (R$38,00), atum em cubinhos que veio com foie gras grelhado, mais parecendo um tartare, regados a shoyo. Não senti o tempero do peixe, por isso ele não conflitou com a carne. Esta combinação para mim funciona na comida nipônica, é uma fusão bem-vinda. O molho salgado faz a liga necessária para que este dueto se manifeste harmoniosamente na receita. Gostei!

Quando chegou a vez dos Sashimis (sob consulta), já estávamos entusiasmados demais para parar e experimentamos 3 versões do cardápio: barriga de Salmão, Atum semi gordo e Buri (um peixe branco). Texturas aveludadas, cortes certeiros, frescor que se sentia à distância e sabores autênticos e distintos. Saímos da mesmice dos sashimis e não nos arrependemos em deixar a sugestão nas mãos do chef.

O forte daqui são os Sushis (sob consulta), e foi difícil escolher, já que o cardápio é bem extenso, então novamente o chef entrou em ação. Ele nos enviou atum com foie gras, jô de salmão com ovo de codorna e massago verde, unagui (enguia), polvo, atum e barriga de salmão selada com ovas. Todos são boas apostas do menu: arroz al dente, apresentações impecáveis e saborosas combinações irão surpreender até os mais avessos, nem precisam “besuntar” no shoyo, mas se você for teimoso…

Dos pratos quentes provei apenas um, e adorei ter pedido este prato: Tempurá de Camarão (R$26,00), soberbo! Bem empanado, massa crocante e por dentro um delicioso, macio e suculento crustáceo. O molho tentsuyu finaliza a receita com maestria.

E se ainda tiver fôlego estomacal sobrando, o cardápio tem sobremesas deliciosas. Eu provei o Ichigo Dry (R$19,00), morango em calda, creme pâtisserie, suspiro e creme chantilly. Nada a ver com gastronomia japonesa, mas a sua textura e doçura equilibrada caíram como um bálsamo na minha alma.

O cardápio é extenso, então aposte nos sushis e sashimis, que são o forte da casa. Serviço gentil, energia bacana, aqui os amantes da comida japonesa poderão apreciá-la de muitas maneiras e com novos significados.

Serviço:
Toro Sushi
www.torosushi.com.br
Unidade Jardins
Endereço: Rua Oscar Freire, 512- Cerqueira César – São Paulo – SP
Telefone: (11) 4508-3195
E-mail: contato@torosushi.com.br
Capacidade: 60 lugares
Horário de funcionamento: De terça a sexta, das 12h às 15h e das 19h à 0h
Sábado, das 13h às 16h e das 19h à 0h
Domingo, das 12h às 17h
Fecha às segundas-feiras.

Crédito Imagens: Roberto Salgado