Primeira escola de sorvetes do Brasil é inaugurada em SP!

gelado

Simplesmente ADORAMOS a novidade!

Agora já temos uma escola de sorvetes em SP!

A GELADO, primeira escola de sorvetes do Brasil, abre suas portas na Vila Madalena sob o comando do mestre sorveteiro Francisco Sant’Ana, em parceria com os sócios Carlos Alberto Balotta Barros de Oliveira e José Alexandre Araújo.

O objetivo do espaço é oferecer técnicas para o aprendizado do sorvete, 100% natural e artesanal, além de treinar e formar profissionais do segmento utilizando desde o conhecimento de ingredientes, produção, manipulação até tendências contemporâneas de consumo.

A proposta da GELADO é que todos aprendam na prática como preparar diferentes tipos de sorvete, do picolé ao mais cremoso sorvete à base de leite. “Usando o que quiser, seja a fruta do quintal ou qualquer vegetal fresco da feira”, afirma Sant’Ana. “Queremos oferecer uma formação avançada e moderna, explorando as diferentes formas de se preparar e vender sorvete no mundo, a exemplo de países como França, Estados Unidos, Itália e Espanha”.

Segundo Sant’Ana, ao chegar no Brasil após uma longa temporada na Europa, ele identificou que apesar da popularização do sorvete no país, havia uma enorme oportunidade para que o mercado conhecesse um produto mais natural, voltado a sabores de frutas da terra. “O Brasil possui grande diversidade de frutas e sabores, porém pouco explorado. O universo do sorvete é muito mais amplo do que o mercado brasileiro conhece”.

gelado1

A escola possui equipamentos de origem italiana, francesa e alemã – sendo  o mais moderno laboratório de desenvolvimento da América Latina, que vão garantir que os alunos acompanhem todas as etapas de produção, desde o artesanal até o industrial. “Buscamos constante inovação, pois somos a primeira escola no mundo a utilizar o método de manipulação a vácuo de insumos para a produção de sorvetes. O vácuo conserva todas as propriedades do ingrediente, resultando num produto mais natural e fiel ao gosto”, explica Sant’Ana.

O processo se inicia pelos cálculos necessários para se chegar a um produto com o sabor e a cremosidade que se deseja. Depois, torrar as amêndoas, processar as frutas, preparar a pasta de chocolate ou nozes, por exemplo. “Com a própria base, o sorveteiro consegue controlar a cremosidade e até a temperatura do sorvete”, explica Sant’Ana que completa: “ Há grandes oportunidades para melhorarmos os produtos ofertados. Investindo na formação de quem produz os sorvetes; estaremos contribuindo para uma melhoria da qualidade dos produtos que chegam até o consumidor”.

A escola vai oferecer curso profissionalizante completo, com quatro módulos de até oito alunos– do iniciante ao avançado; também será possível optar por apenas um dos módulos. Empreendedores, donos de sorveterias já estabelecidas, profissionais da gastronomia, estudantes e interessados em geral já podem buscar os serviços da escola. O primeiro curso inclui temas como ingredientes, tabela analítica, formulações e sorvetes à base de água e leite, suficientes para a gestão de uma pequena sorveteria. No módulo seguinte, os alunos aprenderão a fazer sorvetes à base de chocolate, alcoólicos, picolés, diet, além de gestão e montagem de uma vitrine. Os cursos mais avançadas incluem confeitaria glace, sobremesas com sorvete, formulações industriais, caldas e topings.

“Para o segundo semestre, estamos prevendo cursos durante a noite e aos finais de semana para os amantes do sorvete; harmonização com vinhos e chocolates são algumas ideias que vamos explorar nestes encontros usando equipamentos simples como uma batedeira ou até uma máquina caseira”, conclui Sant’Ana.

Serviço:

GELADO – Sorvete Gourmet
R. Girassol, 320, V. Madalena
Tel.: 3097-8731
www.gelado.com