Em busca de Romance…

Esta semana li no jornal Herald Tribune um artigo que perguntava “Será que o fato de as mulheres estarem mais poderosas está arruinando a possibilidade de romance?” Bem, li o artigo até o fim porque humildemente achei que esta história era comigo… rs… Ao que parece, o poder feminino atrapalha simmmmmmmmm a dinâmica dos relacionamentos… As mulheres poderosas, acima dos 30, brotam a cada capital que visito… E quase todas elas me contam de suas dificuldades em encontrar parceiros… Canso de ouvir a história da namorada que ganha mais, cuida das finanças do casal, mas que em público é ele quem tira o cartão de crédito pra fazer a linha fina, do tipo “eu sou o homem que paga a conta”… Sério, acho graça… Acho mais graça ainda dos pais orgulhosos que ficam em casa tomando conta dos filhos e que de vez em quando fazem consultoria de vinho… hahahaha! E ainda exige as “pequenas tradições” para manter a chama acesa… Tá certo, é bom um homem segurar a porta, dirigir quase sempre o carro, pagar a conta e colocar o filho pra dormir… Mas…

Os homens têm que entender que a capacidade de nos seduzir não está ligada à sua conta bancária e ao seu tempo livre… E, por favor, não tem coisa pior que homem liberal tendo dificuldade emocional e sexual, quando estão com mulheres com sucesso mais evidente…

Nós, mulheres, somos obrigadas a desenvolver um certo senso de humor para com o ego masculino, mas tudo tem limite, né? É bem ridículo ver homens fugirem da sua vida após lerem em seu cartão de visita a palavra Diretora, parecendo que o sucesso não é sexy… Por que esta insistência dos homens em quererem sempre ser admirados? Ok, eu também detestaria uma mulher viciada em Blackberry na cama…

Então será que as mulheres ambiciosas estão condenadas a ficarem solteiras?

Bem, se conselho é bom, aqui vão alguns de Domscheit Berg, especialista no assunto: deixe o carro chique na garagem no primeiro encontro; Tente encontrar um marido antes dos 30 ou antes de ganhar rios de dinheiro; E procure homens que extraiam sua auto-confiança de fontes diferentes de dinheiro, como em conquistas acadêmicas ou artísticas… hahahaha! E a melhor de todas “Nunca se compare”… hahahaha! A pergunta única que me fica é a seguinte: “Afinal, o que querem os homens?”

Beijão…

4 respostas para “Em busca de Romance…”

  1. Carla, sou terapeuta de casal e família e procuro olhar o sistema como um todo. Não é possível generalizar e dizer que toda mulher bem sucedida assusta os homens. Temos bons exemplos de que é possível haver convivência entre duas pessoas bem sucedidas, como Fátima Bernardes e Willian Bonner, por exemplo.
    Quando recebo uma pessoa no meu consultório que se queixa da dificuldade dos homens em “encarar” uma mulher bem sucedida profissionalmente, procuro ajudar a minha cliente a ver aspectos de sua personalidade que podem estar dificultando esta procura, porque queixar-se dos homens não nos levará a lugar algum. Isto não os mudará. Alias, é muita pretensão nossa achar que ao ouvir nossas queixas eles se transformarão, não é mesmo?
    Só podemos mudar a nós mesmas… às vezes…quando podemos. Eu perguntaria: Que perfil de homem estamos procurando? Queremos o homem gentil, carixnhoso, sexy e bem sucedido? Difícil, hein!!! Muitas vezes espelhamo-nos nos nossos pais, mesmo que os critiquemos e não admitamos e aí, qdo este homem aparece, decepcionamo-nos, porque falta a finesse, o requinte, a delicadeza.
    Estamos à procura do Super Homem?
    Para este talvez sejamos assustadoras, porque o Super Homem gosta de salvar a mocinha e não somos “a mocinha”, meiga, cordata, delicada, que aceita ser salva.
    Desculpe-me o tom provocativo, mas espero tê-la ajudado a ver um outro ângulo do problema.
    Bjus. Estou adorando o seu site.

  2. Legal que ontem eu estava lendo esse mesmo artigo que vc leu. E agora mesmo um colega de trabalho parece estar passando pela mesma situação de não conseguir se encaixar pela esposa ganhar mais. Isso anda acontecendo mesmo.

  3. Estava pensando nisso ontem: O que querem os homens?? rs Esses dias eu ouvi…vc assusta, é toda dona de si e bla bla…tb já tive este pensamento: será que estamos condenadas a ficar solteiras. Mas ai vi uma materia que saiu na revista Claudia, que por sinal é minha conhecida, ela ganha mais que ele, viaja mais que tudo e ainda tem um homem que a apoia. O que eu acho é que estamos procurando bons romances em locais errado, quando é o CARA ele ta pouco se lixando para sua conta, agora qdo o cara é cheio de “mi mi mi”, ou seja, mal resolvido sexualmente, financeiramente, emocionamente, todos os mentes da vida…ele FOGE.
    Por isso meninas, vamos procurar boas histórias nos locais certo. rsrs
    Um beijo à todas!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *