Dica gastronômica da semana: Capim Santo!

Em mais um giro gastronômico pela capital paulista, tive a oportunidade de conhecer o aromático restaurante Capim Santo. Funcionando desde 1998, o lugar é rodeado por um jardim tropical, com mesas ao ar livre protegidas por imensas mangueiras e cozinha toda envidraçada, que permite que os comensais acompanhem o preparo de todos os pratos servidos no restaurante.

No comando destes fogões, a icônica Chef Morena Leite, que pratica a culinária brasileira em seu restaurante, utilizando técnicas francesas. O resultado? Uma comida leve e tipicamente contemporânea.

Iniciei com uma Degustação de petiscos (R$41,00), um mix de “Clássicos do Capim Santo”: pirulitos de vieira na cana de açúcar, pastelzinho de carne seca com abóbora, bombom de camarão com chutney de manga assado, bolinho de aipim recheado com queijo Canastra da Serra e charutinho de pato assado com molho de pitanga. Para quem ainda acredita que petiscos estão elaborados no conceito de baixa gastronomia, deveriam conferir os variados sabores que esta entrada oferece ao seu paladar, um tira-gosto mais delicioso que o outro, e o melhor, todos com sabores distintos e bem diferenciados.

E a noite estava apenas começando! Na seqüência, experimentei o Peixe do dia (no caso era o Olho de Boi), envolto em folha de bananeira com banana ouro e farofa de camarão (R$65,00). Sem exagero algum, foi um dos melhores peixes que provei na vida até o presente momento. Sua carne estava tenra e macia, e com um sabor bastante suave, que combinado com a banana e a farofa de camarão, ocasionou uma verdadeira explosão de sabores.  Este prato possui muito gosto e originalidade!

E os vegetarianos poderão visitar o restaurante sem sustos, e com agradáveis surpresas no menu. Uma delas é o Strogonoff de cogumelos (R$38,00), acompanhado de arroz sete grãos e chips de batata doce. A combinação dos ingredientes o tornou para mim um prato tão delicioso e leve quanto surpreendente!

Por fim, veio à sobremesa, nada menos que inusitado! Trata-se do creme brulée de capim santo (R$16,00). Estava leve, aerado e tinha gosto pronunciado de capim santo.

Morena tem sua marca própria, e sabe muito bem o significado do prazer da mistura, das técnicas e de criatividade espontânea. O Capim Santo pode ser resumido como um lugar cheio de charme, que oferece simplicidade e bom gosto, e por lá você literalmente terá uma verdadeira festa do paladar brasileiro! A visita é obrigatória!

Serviço

Capim Santo – Alameda Ministro Rocha Azevedo, 471 – Jardim Paulista  São Paulo.

Tel: 11 3068-8486

Uma resposta para “Dica gastronômica da semana: Capim Santo!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *