Festival na Capital Paulista traz as delícias do Pará!

Você tem curiosidade sobre a rica culinária paraense? Então a partir de amanhã você poderá conferi-la em um um super festival que acontece em São Paulo, o evento Cozinha do Pará, a obra-prima da Amazônia, tem o intuito de divulgar a cozinha do Pará, bem como seus ingredientes típicos para fomentar e incentivar o turismo gastronômico no estado do Pará. Dividido em três etapas, o evento contará com a participação de chefs paulistanos que montarão, em parceria com chefs paraenses, menus especiais para o período, com produtos típicos do Pará.

Nos dias 29 e 30 de agosto, a chef Mara Salles recebe no Tordesilhas o chef Saulo Jennings (Santarém-PA), que juntos prepararão o menu com Mojica de Aviú, Lasca de Mapará Grelhado e Vinagrete da Floresta, Bolinho de Piracuí, Geleia de Cupuaçu e Pimenta, de entrada; Feijão de corda em vagem assado na brasa e leite de castanhas, arroz de tacacá, Piracaia e tubérculos, como prato principal e Frutas locais e Doce de Tapajós de sobremesa, por R$ 170.

Já nos dias 30 e 31 de agosto, é a vez do chef Elton Junior receber no Dalva e Dito a chef de Belém, Daniela Martins para executarem o menu que terá como entrada Pirarucu salgado com salada de feijão manteiguinha de Santarém; o prato principal será Filhote temperado com tucupi preto em crosta de farinha d’agua com purê rústico de macaxeira e redução de tucupi amarelo e porco com taperebá e de sobremesa Castanhada com calda de jambu, por R$ 189. Ou R$ 289 com harmonização.

Chef Ofir Oliveira

Entre 31 de agosto a 2 de setembro, o chef Meia Noite, irá cozinhar com o chef Ofir Oliveira, no restaurante Capim Santo. O menu terá Tacacá, Croquete de pupunha com pesto de jambu e Patola de caranguejo de entrada; Pato no tucupi de prato principal e sonho de tapioca com recheio de cupuaçu e Sorbet de queijo do Marajó de sobremesa. O menu sai por R$ 180. Também, entre os dias 28 e 2 de setembro, dois restaurantes do Mercado de Pinheiros vão servir alguns pratos especiais com produtos típicos do Pará, caso da pizzaria Napoli Centrale Pizza e a Comedoria Gonzales.

A segunda etapa do evento, dia 31 de agosto a partir das 18h45, será a abertura que acontecerá no restaurante Capim Santo e contará com palestras voltadas para negócios, e na sequência jantar temático, voltado para a imprensa. De acordo com a diretora de Produtos Turísticos da Setur-PA, Conceição Silva, “o Encontro de Negócios terá uma dinâmica diferente. Acontecerá durante um jantar que apresentará a culinária paraense. O jantar terá ainda a participação de Lúcia Torres, boieira (cozinheira) do Mercado do Ver-O-Peso”, explica.

Mercado de Pinheiros

A última etapa do evento acontecerá nos dias 1 e 2 de setembro, no Mercado de Pinheiros, com rodadas de bate papo com chefs e produtores locais falando sobre a importância da gastronomia paraense, suas origens e curiosidades, além de empresas apresentando, vendendo e degustação de produtos típicos

Serviço:
Tordesilhas – Jantar. DATA: 29 e 30 de agosto. Endereço: Alameda Tietê, 489 – Cerqueira César. Telefone: (11) 3107-7444. Chef convidado: Saulo Jennings (Santarém – PA). Residente: Mara Salles.

Mercado de Pinheiros, vão central. DATA: 01 e 02 de setembro. END.: Rua Pedro Cristi, 89 – Pinheiros – São Paulo HORÁRIO: Das 10h às 18h

Dalva e Dito – Jantar. DATA: 30 e 31 de agosto. Endereço: Rua Padre João Manoel, 1115 – Cerqueira César. Telefone: (11) 3068-4444. Chef convidada: Daniela Martins. Residente: Elton Júnior.

Capim Santo – jantar. Data: 31 de agosto a 2 de setembro. Endereço: Av. Ministro Rocha Azevedo, 471. Telefone: (11) 3089-9500. Chef convidado: Ofir Oliveira. Residente: Chef Meia Noite.

Encante-se com o mundo mágico de Belém do Pará!

Janeiro mês das férias, de sair um pouco da rotina, de fugir um pouco do mundo para recarregar as energias….e se você ainda não tem a menor ideia para onde ir, a gente aqui do blog vai te dar uma forcinha para embalar as suas férias merecidas e começar o ano com “Chave de Ouro”.

Recentemente estivemos visitando a maravilhosa cidade de Belém do Pará, no norte do país. A Estado que é considerado o portal de entrada da maior floresta tropical do planeta, é um celeiro da biodiversidade amazônica que concentra paisagens e cenários únicos. A pluralidade cultural é característica determinante do processo de formação da histórica cidade de Belém, com influências de inúmeras etnias e tradições que se revelam em seu conjunto arquitetônico, na religiosidade, nas manifestações culturais, na gastronomia e no modo de vida.

TURISMO

Ir a Belém e não visitar a maior feira aberta da América Latina, o Mercado Ver-o-Peso, é como ir a Roma e não visitar o Coliseu. Ponto turístico e cultural da cidade inaugurado em 1901, este lugar é um dos mercados públicos mais antigos do Brasil, que abastece os visitantes com variados tipos de gêneros alimentícios e ervas medicinais do interior paraense. O ambiente é perfeito para experimentar as exóticas frutas típicas e as delícias regionais, como o tacacá e o açaí com peixe.

Ali pertinho os visitantes também terão oportunidade de fazer um belo passeio a pé pelo Centro Histórico da cidade, conhecido popularmente como “Cidade Velha”, onde se pode apreciar a paisagem da orla com centenas de barco coloridos. Merece destaque o conjunto arquitetônico formado pelo Forte do Presépio, pela Catedral Metropolitana da Sé, pela Casa das Onze Janelas e pela Igreja de Santo Alexandre, que atualmente é sede do Museu de Arte Sacra da cidade.

Forte do Presépio

Aproveitando o embalo das grandes atrações arquitetônicas da cidade, se puder não deixe de ir ao Teatro da Paz. O teatro é o mais importante do Estado do Pará e é um dos mais belos do Brasil. Foi construído em estilo neoclássico pelo engenheiro Tibúrcio Pereira Magalhães entre os anos de 1868 e 1874.

Outro lugar imperdível na cidade é a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré. A igreja foi erguida em 1852 no mesmo lugar em que foi achada a imagem da santa pelo caboclo Plácido, às margens do Igarapé Murucutu, que atualmente não existe mais. O atual templo é a única Basílica da Amazônia brasileira. Sua história, seu simbolismo e sua importância religiosa exercem uma profunda influência no imaginário religioso paraense.

Básilica

É ali que termina a festa religiosa mais importante da região norte do Brasil, a Procissão do Círio de Nazaré, que é realizada no segundo domingo de outubro há mais de 200 anos. Nesta procissão traslada-se a Virgem de Nazaré desde a Catedral Metropolitana da Sé até a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré.

Outra visita obrigatória é o Parque Naturalístico Mangal das Garças, que foi criado em 2005 e representa um pedaço de toda a riqueza amazônica em plena cidade. Um verdadeiro oásis para os que valorizam a natureza. O lugar possui lagos, aves, vegetação típica, restaurante e uma das vistas mais bonitas da cidade.

Mangal da Garça

Estando lá não deixe de visitar o Borboletário, que possui uma vegetação propícia às espécies, cascatas e espelhos d’água. O Farol de Belém é outra atração imperdível. Uma torre de 47 metros de altura com dois níveis de observação de onde se descortina a bela Cidade das Mangueiras.

Já no final da tarde, a sugestão fica por conta de um dos passeios mais gostosos da cidade, o passeio fluvial pela Baía do Guajará e Rio Guamá (R$45,00), para ter uma vista panorâmica da cidade, das ilhas e das diferentes embarcações. A cidade possui muitas janelas para o rio, como a Estação das Docas, Complexo Feliz Lusitânia e Portal Amazônia, todas avistadas durante o passeio, enquanto você aprecia músicas e danças típicas, como o Carimbó.

Saindo deste passeio, dê uma passadinha na Estação das Docas, que possui uma bela vista para a Baía de Guajará e oferece um variado leque de gastronomia, cultura e lazer. O espaço recebe semanalmente eventos culturais, exposições, peças teatrais, musicais e espetáculos de dança. Lugar ideal para um almoço ou jantar, ou mesmo bebericar alguns drinks durante o pôr do sol.

GASTRONOMIA

A gastronomia de Belém é original, criativa, autêntica e marcada por grande diversidade. A gastronomia de Belém tem cara própria, mas também há restaurantes que privilegiam cardápios de comidas internacionais, como a oriental e a italiana.

Visitamos três lugares que merecem destaque.

REMANSO DO BOSQUE

A visita é imperdível ao restaurante dos irmãos Thiago e Felipe Castanho que ousam com maestria unir a culinária paraense com técnicas contemporâneas, revelando um harmonioso trabalho autoral. O restaurante conquistou o título de mesa número um da cidade. Para ter a oportunidade de conhecer profundamente sua cozinha menos óbvia peça o menu degustação do restaurante (R$140,00 por pessoa) e delicie-se com pratos como Arroz de Pato com Tucupi e Jambú, Filhote (um peixe típico) com Creme de Abóbora ou o delicioso Ariá com Milho.

LÁ EM CASA

O restaurante do saudoso chef Paulo Martins, atualmente pilotado por sua filha, a chef Daniela Martins, tem tido muito sucesso, especialmente por uma de suas especialidades, a comida caseira regional, sendo um dos preferidos pelos turistas e executivos, recebendo constantemente reconhecimentos de todo o Brasil e do exterior. Não deixe de experimentar o Camarão ao Bacuri, ou a Lagosta na Chapa com Manteiga Negra e Alcaparras.

SORVETERIA CAIRU

Neste ano esta sorveteria completou 50 anos oferecendo exóticos gelados de massa cremosa, feito à base de frutas frescas, creme de leite e leite em pó, que garantem a autenticidade da marca. As delícias geladas são servidas em doze endereços exclusivos da capital paraense, nos quais você poderá escolher um dos 65 sabores (R$5,00 uma bola, R$9,70 duas), dos quais se destacam as frutas regionais como Bacuri, Cupuaçu, Taperebá, Graviola e Mangaba.

Enfim Belém oferece isso tudo e muito mais, um lugar mágico e que merece a visita de todo brasileiro que se orgulha de sua terra e de sua gente. Eu amei e quero voltar. Recomendo!

E Boa Viagem!

SERVIÇO
Mercado Ver-O-Peso
Av. Castilhos França, s/n

Teatro da Paz
Avenida da Paz, no centro da Praça da República – Bairro do Comércio – Belém

Basílica de Nazaré
Av. Nazaré, 1300,  Praça Justo Chermont – Belém
(91) 4009-8400

Mangal das Garças
Pass. Carneiro da Rocha, s/n (ao lado do Arsenal da Marinha)
(91) 3242-5052

Estação das Docas
Av. Boulevard Castilhos França, s/n – Campina – Belém
(91) 3212-5660

Remanso do Bosque
Travessa Perebebuí, 2350 – Marco – Belém
(91) 3347-2829

Lá em Casa
Av. Boulevard Castilho França, Estação das Docas, Galpão 2, Loja 4 – Campina – Belém
(91) 3212- 5588

Sorveteria Cairu
Av. Governador José Malcher, 1895 – Nazaré – Belém
(91) 3246- 9129

Crédito Imagens: Marcos Geromini