Em novembro, Mercearia do Conde promove festival dedicado à mandioca

Novembro é um dos meses que eu mais curto do ano, primeiro porque é quando eu completo mais um ano de vida e segundo porque se inicia oficialmente os eventos mais legais gastronômicos da Capital Paulista. E um dos que mais curti de cara, já está rolando….. no Mercearia do Conde, está rolando o festival Raízes do Brasil, onde a mandioca será a grande homenageada desta edição.

Do doce ao salgado, do Norte ao Sul do país, do boteco ao jantar mais refinado, a mandioca está em todos os pratos. Não por acaso é considerado o ingrediente mais versátil e democrático da culinária brasileira.  A casa, que também está completando aniversário, 28 anos, preparou dez receitas – entre pratos e drinques – cuja estrela principal é a macaxeira

Da folha à raiz da mandioca, tudo se aproveita para formar tapiocas, beijus, farinhas, polvilhos, caldos, bebidas fermentadas e destiladas. Para o festival, a chef Maddalena Stasi sugere começar com o Duo de Beijus de Goma de Tapioca Caseira (um deles servido com queijo curado com tomatinho da roça e o outro com carne-seca e pastinha de chèvre, R$ 38).

Como pratos principais, há opções com diferentes tipos de mandioca e variações de subprodutos e usos como farinhas, tapiocas e polvilhos. Destacam-se, no festival, os seguintes pratos: Camarões Empanados Crocantes ao Molho Aromático de Limão-Cravo, Pirão de Farinha de Copioba com Açafrão da Terra e Vinagrete de Maxixe (R$ 92), Pescada Amarela em Crosta de Tapioca Flocada sobre Braseado de Banana-da-Terra com Salada de Feijão Manteiguinha e Tian de Legumes ao Azeite de Ora-Pro-Nobis, (R$ 88), Carne do Sertão Maturada na Casa, Crumble de Mandioca e Espetinho de Queijo Coalho com Melado de Cana em Leito de Couve Fresca Temperada (R$ 79), Lasanha Vegana de Legumes Laminados com Emulsão de Quiabo e Gratin de Farinha d’Água (opção sem glúten, R$ 68). Para finalizar com doçura, Pudim de Mandioca e Coco Fresco com Baba de Moça (R$ 28). E quem pedir o menu completo – em 3 tempos – do festival ganha um cafezinho da casa, acompanhado de biscoito de polvilho, mais uma receita feita com a versátil mandioca.

Para harmonizar, rótulos de cerveja até com mandioca na composição. É o caso da Colorado Cauim (R$ 22, 300 ml), de Ribeirão Preto, cerveja pilsen com adição de cereais, malte importado, lúpulo tcheco e mandioca. Também foram criados alguns drinques pelo bartender Ray de Souza, feitos com a aguardente de mandioca, a potente tiquira: Pitiquira (pitanga, tiquira, cherry brandy, R$ 32) e Castelinha (caipirinha de limão-cravo, abacaxi, gelo de cidreira e tiquira, R$ 30).

Para quem não sabe Castelinha é um dos muitos apelidos regionais para a mandioca. Também chamada de aipim, macaxeira, maniva, uaipi, dependendo do Estado. Mandioca significa literalmente “filha da tribo” (mani = filha, oca = local onde mora a tribo. Para o historiador Luís da Câmara Cascudo, a raiz branca e de casca escura era simplesmente a “rainha do Brasil”. No mês de novembro no Conde, a coroa será mesmo dela. Vem experimentar uma destas delicias, imperdível!

Serviço:
Mercearia do Conde
www.merceariadoconde.com.br
Rua Joaquim Antunes, 217 – Jardim Paulistano
CEP: 05415-010 – São Paulo – SP
Tel. 11 3081-7204
Capacidade: 110 lugares
Horário de funcionamento: De segunda a quinta, das 12 às 16h para almoço e das 19h às 23h30 para jantar. Sexta: das 12h às 0h30, sem intervalo. Sábado: das 12h30 às 0h30, sem intervalo. Domingo: das 12h30 às 23h, sem intervalo.  Abre todos os dias.

 

Curta e siga:

Mercearia do Conde: salões coloridos e menu criativo!

Um dos restaurantes mais coloridos e vibrantes da Capital Paulista foi o nosso giro desta semana. Criada em 1991, a Mercearia do Conde era originalmente uma mercearia e vendia mantimentos a granel, queijos, cereais e massas.

A colorida casa de esquina na Rua Joaquim Antunes, no coração do Jardim Paulistano, ainda guarda resquícios do antigo armazém, com azulejos brancos e objetos pendurados pelo teto. Fadas e trapezistas parecem voar pelo ambiente lúdico e acolhedor. Quadros, relicários, sacolas de feira e artesanato variado estão por todos os cantos.

Iniciamos nosso jantar maravilhoso com algumas entradas da casa: Os famosos Pasteizinhos (R$44,00/3 de cada) de carne caipira com molho de coentro e queijo meia cura com melado. O que mais me encanta nesta entrada são os molhos e como eles criaram uma sinergia perfeita com os recheios deste aperitivo que chegou à mesa bem crocante, com massa fininha e recheios cheios de frescor. Nunca me canso de comer pastel em meus giros e quando eles são bons, a gente lembra que é um paulistano feliz por viver na terra do pastel.

Se você prefere algo mais frio e leve, então não deixe de provar o Atum Tartar em Tapioca com Wasabi e brotos (R$52,00). Os chips feitos de tapioca bem fininhos e crocantes abraçam delicadamente o picadinho do peixe rosado e de sabor adocicado, e o toque japonês apimentado acende o palato e o deixa com um leve amortecimento. Ótima sensação.

Está rolando desde agosto um novo menu de jantar na Mercearia, são algumas cumbucas para reconfortar pessoas que querem grandes receitas em pequenas porções. Experimentamos o Oriental (R$55,00), filetitos ao shoyu com moyashi e nirá, arroz basmati bem temperado e crisps de gengibre. Estava frio, então esta cumbuca caiu como uma luva em nossa “alma gorda”. Apimentado na medida, todos os ingredientes se entrelaçavam e se complementavam criando a química perfeita. Uma sugestão, coma com hashi que é mais divertido!

Existem alguns clássicos da casa que são indispensáveis, dentre eles o Lombo de Cordeiro em Crosta de Pistache (R$94,00), com redução de romã e risoto de abobrinha com hortelã. Um prato que não é light, mas também não é pesado, de muitos sabores, onde cada um vai aparecer mais cedo ou mais tarde em suas garfadas. Eu simplesmente amo pistache em pratos salgados, algo raro de se ver nos menus de restaurantes brasileiros, por isso valorizo. O fruto enobrece qualquer receita, e sim, eu sou a “louca do pistache”… (risos) Tudo estava perfeito, risoto bem executado, equilíbrio entre cremosidade e textura, mas a carne estava muito malpassada, sendo que foi pedida ao ponto, daí ficou difícil de saboreá-la com mais intensidade.

Aqui as sobremesas também são tentações difíceis de se lidar (risos), como o Bolo de Nozes da mãe da proprietária da casa, recheado com Baba de Moça (R$29,00). Muito afetivo, leve, fofo, equilibrado, simples e criativo. Me ganhou desde a minha primeira visita há anos atrás.

Outra sobremesa que cairá como um bálsamo para os chocólatras é a Torta de chocolate e marzipã com sorvete (R$32,00). Cremosa, o garfo passa massageando a massa sedosa, e a pasta feita de amêndoa dá aquele toque único, dando um comedimento necessário. Esta receita assassina as lombrigas chocólatras! Amo!

Lugar cheio de histórias, com décor lindo e colorido, que podemos ficar horas apreciando, clima bom, serviço gentil e menu sempre com surpresas agradáveis ao palato. Os anos só fazem bem à Mercearia do Conde. Vida longa e visita paulistana indispensável.

Serviço:

Mercearia do Conde
www.merceariadoconde.com.br
Rua Joaquim Antunes, 217 – Jardim Paulistano
Tel.: (11) 3081-7204
Capacidade: 110 lugares
Horário de funcionamento: De segunda a quinta, das 12 às 16h e das 19h às 23h30
Sexta: das 12h às 0h30
Sábado: das 12h30 às 0h30
Domingo: das 12h30 às 23h
Almoço executivo (Completinho do Conde): de segunda a sexta, R$ 62 (3 tempos). Só o prato principal, R$ 48.
CC: Amex, MasterCard, Visa, Diners
CD: Visa Electron, Red Shop, Maestro.
Não tem área para fumantes. Aceita cheques.
Faz entrega em domicílio pelo telefone: (11) 3081-7204.

Crédito Imagens: Roberto Salgado

Curta e siga:

Mercearia do Conde lança menu de 27 anos a R$ 27

Menu com cara de festa. Nesse clima, a Mercearia do Conde servirá até o dia 16 de dezembro, entradas, bolo e drinques especiais para celebrar seus 27 anos de vida.

Para começar, um petisco que é unanimidade nacional, a Coxinha com Vinagrete de Pimenta Biquinho, o Bolinho de Bacalhau, o Club Sandwich de Salmão no Pão de Miga Integral com Maionese da Casa, Raspas de Limão Siciliano e Mix de Folhas Verdes e uma opção vegana, o Dumpling de Shiitake com Molho Oriental de Nirá – trouxinhas recheadas de shiitake. Todas as entradas vêm com 04 unidades e custam 27 reais no período comemorativo

E, como não pode faltar bolo em festa, a Mercearia recuperou uma receita da mãe da restauratrice Maddalena Stasi, a dona Yeda, um segredo de família: o bolo de nozes, recheado com baba de moça. Sem levar farinha de trigo em sua composição, é um bolo leve, glúten free. Difícil vai ser ficar num pedaço só.

Para harmonizar todo este banquete, a nova carta da casa elaborada pelo chef de bar Ray Sousa tem 20 opções, dos clássicos aos autorais. O menu traz drinques aromáticos e refrescantes como: Veraneio (vinho rosé, suco de tangerina, Cointreau, Club Soda, R$ 31), Caipirinha do Sítio (cachaça, vodca ou saquês nacionais, caju com mexerica, R$ 30), Caipira do Engenho (cachaça, vodca ou saquês nacionais, limões cravo, siciliano e Taiti com mel de engenho, R$ 30), gim-tônicas, clericots e sangrias, em jarra, para brindar entre amigos e até opções sem álcool, como o soft-drink refresco de três limões com mel de engenho, gengibre e hortelã (R$ 23).

Se você não conhece a Mercearia do Conde, tá aí um bom motivo para ir vivenciar esta experiência e prestigiar seus 27 anos de existência. Sucesso para esta casa que tanto adoro!

Serviço:

Mercearia do Conde
www.merceariadoconde.com.br
Rua Joaquim Antunes, 217 – Jardim Paulistano- SP
Tel. 11 3081-7204
Capacidade: 110 lugares
Horário de funcionamento: De segunda a quinta, das 12 às 16h para almoço e das 19h às 23h30 para jantar. Sexta: das 12h às 0h30, sem intervalo. Sábado: das 12h30 às 0h30, sem intervalo. Domingo: das 12h30 às 23h, sem intervalo.  Abre todos os dias.

 

 

 

 

Curta e siga:

Mercearia do Conde promove bazar Poucas e Boas

Gastronomia e Moda sempre foram as minhas paixões e quando elas se unem, em uma proposta gostosa, merece nossa atenção! O bazar Poucas e Boas, que acontece, a partir de amanhã (16) até 19/10/18, na Saleta do Conde, espaço de eventos do restaurante Mercearia do Conde, no Jardim Paulistano.

A 1ª edição do evento organizado pela restauratrice Maddalena Stasi e pela empresária Chris Janssen trará 15 marcas expositoras, com produtos de arte, moda, decoração e design.O bazar contará com expositores e peças exclusivas de algumas grifes conhecidas do mundinho fashion, como: Adriana e Marta (acessórios em linho), Arte Insieme (cerâmica), Ateliê Monica Figueiredo (bordados), Basic Brand (camisetas), Bloom Me (roupas), Chris Cerf (camisas e roupas), Chris Cunal (joias), entre outros.

Um motivo a mais para visitar a colorida casa de esquina, entre a Joaquim Antunes e a Sampaio Vidal, que está prestes a completar aniversário de 27 anos de sua existência. O artesanato faz parte da história da casa, que sempre deu espaço para artistas plásticos, pintores e arte popular brasileira. Fadas e trapezistas que parecem voar pelo ambiente, quadros, esculturas, relicários, panos de prato bordados, sacolas de feira, móbiles e artesanatos convivem em harmonia no salão principal e remontam às origens da casa, como um armazém de secos e molhados e venda de alimentos a granel.

E depois das compras você pode ficar por lá para almoçar e/ou jantar. Perfeito!

O quê: Bazar Poucas e Boas
Quando: 16 a 19/10/18, das 12 às 21h
Onde: Mercearia do Conde (Rua Joaquim Antunes, 217 Jardim Paulistano Tel. 11-3081-7204.

 

Curta e siga:

23º Edição Restaurant Week SP começa amanhã (28).

Começa amanhã um dos festivais gastronômicos mais esperado pelos comensais da Capital Paulista, a 23ª edição da Restaurant Week. O evento acontece de 28 de setembro e 21 de outubro/2018 e reunirá mais de 180 restaurantes badalados da cidade com o tema “Menus de Sucesso“, na qual os chefs revisitam suas receitas mais vendidas ao longo de sua participação em edições anteriores do SPRW.

Neste período menus completos de almoço e jantar (entrada, prato principal e sobremesa) a preços fechados (Tradicional: R$ 46,90, no almoço, e R$ 58,90, no jantar; e Menu Premium: R$ 68, no almoço, e R$ 89, no jantar). Bebidas e taxas de serviço não estão inclusas no valor. O cliente poderá contribuir ainda com mais R$ 1 em cada refeição, que será convertido diretamente para a Fundação Cafu.

Estreiam nesta edição, com o Menu Tradicional, o brasileiro Fitó, em Pinheiros (selo Bib Gourmand no Guia Michelin e eleito recentemente pelo “New York Times” um dos melhores programas de São Paulo), a Divina Panqueca, no Tatuapé, além da tradicional Mercearia do Conde, no Jardim Paulistano.

Cozinha Show
Pela segunda vez consecutiva, a Restaurant Week oferecerá também experiências gastronômicas. Em parceria com o Shopping Market Place, o festival promove a Cozinha Show, espaço personalizado que receberá aulas de chefs renomados entre 27 de setembro a 06 de outubro. Ao todo, serão 18 aulas com conteúdo diversificado e grandes nomes como Carole Crema, Lucas Corazza, Ricardo Barletta, Sassá, Edrey Momo, entre outros.

Quer saber mais sobre todos os restaurantes participantes desta edição? Clica aqui!

Criado nos anos de 1990 em Nova York, o Restaurant Week chegou ao Brasil em 2007 e, de lá para cá, vem movendo multidões em torno desse festival gastronômico. Presente em mais de 15 cidades brasileiras, já virou parte do calendário regional. Oportunidade única para os apreciadores da boa gastronomia provarem menus diferenciados, preparados por grandes e renomados chefs, com diversas opções de menus criativos por preços democráticos.

Serviço:
www.restaurantweek.com.br
O quê: 23ª edição da São Paulo Restaurant Week
Quando: De 28 de setembro a 21 de outubro/18
Tema: Menus de Sucesso
Valores: Menu Tradicional – R$ 46,90 (almoço) e R$ 58,90 (jantar)
Menu Premium -R$ 68 (almoço) e R$ 89 (jantar)

Curta e siga: