Dia dos pais: Três dicas de livros para presentear.

O Dia dos Pais se aproxima e, no próximo domingo (8), filhos de todas as idades poderão manifestar seu carinho por meio de homenagens, manifestações de amor e presentes. Pensando nisso, a Catapulta Editores selecionou quatro títulos que são ótimas escolhas para presentear na data. 

Confira abaixo a seleção de livros. 

Mirazur

Disponível em duas versões, em inglês, no site da editora (redux e normal), Mirazur, do renomado chef de cozinha Mauro Colagreco, proporciona uma viagem ao restaurante homônimo ao livro, localizado na Riviera Francesa

O título é um prato cheio para pais que gostam de estar sempre por dentro do que acontece na gastronomia mundial e traz tudo o que é preciso saber sobre o restaurante que, atualmente, tem duas estrelas Michelin. 

The 50 best Sanduíches

Quem tem um pai que adora se aventurar na cozinha, pode contar com o livro “The 50 Best Sanduiches” para presentear na comemoração.

Esse lançamento da Catapulta Editores traz 50 releituras de sanduíches com dicas de preparo de até mesmo de organização e compra dos ingredientes.

Coleção Senttia

Clássica no catálogo de títulos da editora, a Coleção Senttia é uma opção interessante caso seu pai tenha gosto pela gastronomia. 

Nela, ingredientes do dia a dia se tornam protagonistas de receitas incríveis, que mostram a versatilidade e beleza de alimentos como: tomate, morango, berinjela, milho, abacate e limão.   

Todos os títulos mencionados acima podem ser encontrados no e-commerce da editora (www.catapultaeditores.com.br) e nas principais livrarias do país, em preços entre R$12,48 e R$290,00. 

Apresentador da série Queer Eye lança livro de receitas

Antoni Porowski, o especialista em comida e vinho do programa Queer Eye, premiada série americana, apresenta seu primeiro livro de receitas: Antoni na Cozinha. Além de ensinar o passo a passo de pratos deliciosos, o autor compartilha sua história, desde a infância no Canadá até almejar sucesso nos Estados Unidos.

Cada receita traz um pouco da trajetória de Antoni e coloca o leitor em contato com os hábitos alimentares de diversas partes da América do Norte, desde itens clássicos até comida de rua revisitada. O livro é rico em histórias e imagens, bem-acabado e inspirador.

A publicação conta com mais de 100 preparações divididas em: aperitivos, vegetarianos e guarnições, sopas e cozidos, massas e arroz, noites saudáveis, proteína animal e doces.

Antoni também ensina como fazer uma tábua de queijos, ele relata que seu pai preparava toda sexta-feira, com pelo menos quatro ou cinco variedades, uma rica seleção .

Confira abaixo o trecho do livro:

Aula Rápida de tábua de queijos

Em vez de apenas servir alguns pedaços de queijos em uma tábua, faça uma combinação com o know-how e criatividade para torná-la memorável aos olhos dos seus convidados. No inverno, adoro escolher diferentes frutas secas e/ou pastas para acompanhar cada queijo. No verão, vá de frutas frescas fatiadas e frutas vermelhas.

Queijo Azul: A intensidade dos azuis – que incluem o quebradiço stilton, o cremoso dinamarquês e o original francês Saint Agur – casa muito bem com uvas doces, tâmaras e figos (frescos ou secos).

Chèvre (queijo de cabra): Costumo utilizar queijos de cabra suave, que você pode encontrar frescos e sem casca ou levemente maturado com uma casca fina e comestível, como o Chabichou du Poitou ou o Crottin de Chavignol. Gosto de regar os frescos com um fio de mel de boa qualidade e salpicar pimenta rosa moída ou amassada. Quando compro os tipos de casca, aprecio sem adornos, acompanhados de frutas secas (damascos caem bem), castanhas e/ou biscoitos.

• Cheddar pronunciado: A Cabot Creamery, em Vermont, faz meu cheddar favorito envolto em tecido – ele é envelhecido em tecido em vez de cera, o que resulta em um queijo mais seco e com um sabor mais profundo e rico. Fica fantástico com pastas adocicadas, como manteiga de pistache, conservas de damasco e de cereja usadas em tortas ou, ainda, tâmaras medjool. Cheddar também é ótimo acompanhado de pepininhos em conserva e da sua mostarda favorita.

Dica: Calcule de 60g a 90g de queijo por pessoa. Selecione pelo menos dois ou três queijos, mesmo para uma tábua pequena, e deixe-os chegar à temperatura ambiente antes de servir. Pense na textura, no sabor, no tipo de leite, no estilo e no nível de originalidade; é interessante misturar coisas diferentes. Você pode criar um tema (queijos espanhóis ou de leite de vaca, por exemplo), caso goste dessa proposta, ou manter a coisa toda bem simples. Há muitos modos de fazer, e nenhuma regra estrita a seguir.

Ficha técnica

Antoni na Cozinha
Autor: Antoni Porowski
Páginas: 274

Preço: R﹩ 110

Onde comprar: https://www.livrariasenac.com.br

Editora Senac São Paulo

Livro sobre Cozinha Pantaneira é lançado pela Documenta Pantanal.

Cozinha Pantaneira: Comitiva de Sabores“, do pesquisador e chef sul-mato-grossense Paulo Machado, acaba de sair da gráfica. Com textos de Cristiana Couto e fotos de Luna Garcia, o título soma-se ao portfólio da iniciativa ‘Documenta Pantanal’, que, de acordo com sua diretora executiva, a produtora Mônica Guimarães, “mantém-se fiel ao seu objetivo de promover esse importante ecossistema do planeta por meio de diferentes linguagens, inclusive a culinária”, diz.

Nesse sentido, o título, com 180 páginas (BEĨ Editora) faz um mergulho nas raízes da cozinha pantaneira, apresentando ao leitor 65 receitas selecionadas por Machado e preparadas por ele e outros chefs do Centro-Oeste. Dividido por temas variados – como “Comidas de Comitiva”, “Comidas de Festa”, “Comidas de Fazenda”, “Comidas da Cidade”, “Comidas do Mercadão” e “Cozinha Indígena”, – o livro, segundo Machado, reúne pratos doces e salgados e começou a ser concebido há quase 15 anos, após um período de estudos e trabalho na Europa.

“Quando voltei, trouxe na bagagem a compreensão de que para se trabalhar alta gastronomia é necessário conhecer a cozinha regional de cada local. Cheguei com uma vontade ávida de pesquisar a minha gastronomia, da região onde nasci, e tive ainda mais sede quando percebi que havia ainda muito por desbravar. Após dois anos de intensa pesquisa comecei a conhecer de perto a identidade da cozinha pantaneira”, afirma.

Para exemplificar essa culinária rica em influências as mais variadas – vindas do campo, das áreas alagadas e das aldeias indígenas (das etnias terena e guarani, por exemplo) -, Machado destaca algumas das receitas que ilustram a diversidade de ingredientes utilizados no cotidiano pantaneiro. Entre elas, o Bolo Souza – famosa chipa frita, que é uma das delícias encontradas nas feiras e nos mercados das principais cidades da região -, o revigorante caldo de piranha, a saltenha – uma das deliciosas refeições pantaneiras que chega por meio da influência boliviana -, as iscas de jacaré, o macarrão de comitiva e, entre as sobremesas, os tradicionais doces de abóbora em calda e de leite.

“Este trabalho representa não só uma realização pessoal, mas, também, uma contribuição enquanto preservação e resgate da autêntica cultura gastronômica do Pantanal”, diz o chef. “Em uma época em que o Pantanal está em evidência por um motivo repugnante, como as queimadas, sofrendo as agruras da pior seca dos últimos tempos, lançar este livro evidenciando nossa cultura e registrando saberes de tanto valor nos dá um alento para seguir em frente”, complementa.

Nesse sentido, o de contribuição para a preservação da cultura regional, a chef Mara Sales não apenas endossa as palavras de Machado, como complementa ao assinar o prefácio: “Nesta obra, em que nada se desperdiça, o autor contribui para provocar a sensação desse pertencimento. Conhecedor e grande entusiasta da cozinha do seu bioma, ele apresenta um livro urgente e necessário sobre a comida do Pantanal e suas fronteiras, sobre o pantaneiro e suas histórias”.


SOBRE O CHEF PAULO MACHADO

Profundo conhecedor da gastronomia latino-americana, Paulo Machado é formado em Direito e Gastronomia e estudou no programa de cozinha francesa do Instituto Paul Bocuse, na França. Mestre em Hospitalidade, fundador do Instituto Paulo Machado em Mato Grosso do Sul, trabalhou em restaurantes da Europa e do Brasil. Dá aulas de gastronomia e já esteve em 56 países, sendo que em 15 deles promoveu Festivais de Cozinha Brasileira. Em 2015, recebeu o Prêmio Dólmã de Melhor Chef na categoria nacional. Em 2017, sua marca “Brasil FoodSafaris” recebeu o prêmio Braztoa/Sebrae de melhor startup em turismo do Brasil. Machado foi colaborador da revista Menu e colunista na rádio CBN Campo Grande. Integra, ainda , o Slow Food, projeto Cumari e o grupo de Cozinhas Regionais da América do Sul. Ensina receitas e curiosidades da alimentação em seu canal do YouTube (Chef Paulo Machado) e escreve no blog www.brasilfoodsafaris.com.

(serviço)

COZINHA PANTANEIRA: COMITIVA DE SABORES

Editora: BEĨ Editora

ISBN: 978-65-86205-02-2

Preço: R﹩ 80

Três presentes para pais que adoram gastronomia.

Celebrar o Dia dos Pais é agradecer a presença deles em nossas vidas, em mais um ano. Entre as opções de presente, os livros se mostram boa companhia para distrair a mente ou aprimorar algum conhecimento. A Catapulta Editores oferece opções para os papais que amam histórias ou se aventurarem na cozinha.

Os livros que sugiro são 2, ambos oferecem receitas práticas, saudáveis e gostosas. Há opções doces e salgadas, com possibilidade de acompanhar o passo a passo por vídeo.

Além disso, aos amantes de vinho, há um título especial com registros históricos antigos dos principais vinhedos do mundo! Confira a sinopse de cada um:

Ouro nos vinhedos

Quem ama vinho vai adorar conhecer as curiosidades deste título. A autora Laura Catena, considerada o rosto do vinho argentino, reuniu, de forma ilustrada, histórias de 12 dos mais famosos vinhedos do mundo.

Os desenhos que ocupam parte das 184 páginas são originais, vindos de cada local visitado para compor o livro. Feito em papel espesso e amarelado, o título traz histórias de amor, traição e sacrifício que fazem parte da origem dos vinhedos. 

A cozinha da Emma

Os sabores da culinária quase sempre são acompanhados por diversas lembranças. Com este lançamento, a editora traz receitas que marcaram a história de uma família de Mendoza, na Argentina. Julia Zuccardi, autora da obra, comenta o papel fundamental de cada prato na construção da família ao longo do tempo.

As 140 páginas do livro são mescladas entre receitas e ilustrações dos pratos doces e salgados da avó Emma. Segundo a autora, o título também tem o objetivo de homenagear a matriarca, pilar da família e do restaurante que leva o sobrenome da família Zuccardi na Argentina.

Coleção SENTTIA

Composta por seis cookbooks, esta coleção traz informações nutricionais e receitas de uma fruta ou legume em cada um dos livros. Os títulos Tomate, Morango, Milhão Limão, Berinjela e Morango vêm em uma caixa colecionável, composta por um livro e 12 cartões com receitas fáceis e gostosas.

A proposta da coleção é tornar o momento na cozinha ainda mais agradável, uma vez que cada cartão é acompanhado por um QR Code. Com o código, é possível acompanhar um vídeo de passo a passo de cada receita.

Os livros têm preço sugerido entre R$ 24 e R$48, e estão disponíveis nas principais livrarias do país, em lojas físicas e online. Além disso, é possível presentear os papais diretamente pelo e-commerce da editora – www.catapultalivros.com.br.