Gaya Food reúne empresas zero glúten, açúcar e lactose, orgânicas e veganas para atender consumidores.

O isolamento social transformou o comportamento de consumo dos brasileiros. Nesse último ano, o comércio eletrônico ganhou mais espaço e os Apps de entrega em domicílio conquistaram o mercado. Segundo pesquisa realizada pela Kantar, 68% dos brasileiros entrevistados estão satisfeitos com os apps de entregas no quesito velocidade, 63% na facilidade de uso, 64% na qualidade dos produtos e 77% na facilidade de pagamento.

Além dessa mudança na forma de consumo, há novos hábitos que foram adquiridos durante a quarentena e que serão preservados pelos brasileiros no pós-pandemia como a intenção de comer de forma mais saudável citada por 54% dos entrevistados.

Segundo dados do Euromonitor, o Brasil ocupa hoje, a quarta colocação mundial no ranking de vendas de alimentos e bebidas saudáveis, um mercado que movimenta US$ 35 bilhões e vem registrando crescimento médio de 12,3% ao ano. Por aqui, 22% da população opta por comprar alimentos naturais e sem conservantes e para 28% dos brasileiros consumir alimentos nutricionalmente ricos é muito importante.

Optar por alimentos sem glúten, açúcar ou lactose é um hábito que vem crescendo não só entre as pessoas com alergias alimentares. Cada vez mais brasileiros estão descobrindo os benefícios desses produtos e também dos alimentos orgânicos, veganos e funcionais.

Para facilitar o acesso a esse tipo de comida acaba de ser lançado o Gaya Food, um novo aplicativo voltado para intolerantes a glúten e lactose e pessoas que querem se alimentar melhor sem perder tempo para encontrar cardápios recheados de receitas saudáveis. Ele combina a praticidade do delivery com restaurantes, hortifrútis orgânicos, açougues veganos, mercados e fornecedores de congelados que produzem alimentos para quem tem restrições, quer evitar doenças e manter o equilíbrio do corpo e da mente através da alimentação.

“Desenvolvemos o primeiro App voltado para alimentação consciente e o único a reunir vários estabelecimentos desse nicho. Queremos atender necessidades específicas dos consumidores e reunir empresas que produzem comida inclusiva, independente do tipo de cozinha, seja vegana, vegetariana ou kosher, integrando toda cadeia produtiva, desde fazendas orgânicas e indústrias até restaurantes e redes de varejo especializadas”, explica Paulo Silveira, fundador e diretor da Gaya Food

Além da praticidade do delivery, a empresa também quer proporcionar aos usuários experiências diferenciadas com dicas de dietas, receitas e eventos, fornecendo conteúdo associado a esse universo através do Mundo Gaya. No portal também haverá um espaço dedicado a médicos, endocrinologistas, nutricionistas, psicólogos e personal trainers, uma Advisory Board formada pelas principais referências técnicas e cientificas e a participação de key leaders e microinfluenciadores especializados em alimentação, saúde e prática esportiva.

Para ingressar no Gaya Food, as empresas podem entrar no site www.gayafood.com.br, fazer o cadastro para a equipe comercial dar início a negociação. O prazo entre o primeiro contato e ativação do parceiro leva cerca de 20 dias.

Para o consumidor o aplicativo permite a busca de restaurantes por região, o acompanhamento e pagamento dos pedidos, além de oferecer benefícios e conteúdo personalizado para os membros da Comunidade Gaya. Já, os parceiros podem usar o App para cadastrar menus, acompanhar pedidos e gerenciar cancelamentos e faturamento.

O serviço de delivery é feito diretamente pelos parceiros, o que possibilita o controle completo de todo o processo e flexibilidade nas entregas, uma vez que podem ser feitas sob demanda e também em horários diferenciados. Já, para quem não possui estrutura logística, a Gaya Food que está desenvolvendo um projeto paralelo com a Lalamove para fornecer esse suporte.

Empresas como Off Glúten, Le Pettit, Organic 4, Better Days, Casa Celi, Na Caixinha e Pão de Liz já estão vendendo pelo Gaya Food desde o início de abril. “Começamos a operação em São Paulo e estamos buscando mais parceiros em todo o País para levar as pessoas mais saúde e praticidade através de uma alimentação mais saudável, saborosa e nutritiva”, acrescenta executivo.

www.gayafood.com.br

Instagram: gayafood

Facebook: GayaFood

Veganos, intolerantes ou alérgicos à lactose, essa dica é para vocês!

Confira as duas marcas que não utilizam açúcar, glúten e nem leite em ovos de chocolate e doces da temporada, e delicie-se nesta páscoa sem Culpa!

Se até bem pouco tempo atrás não existiam muitas opções de ovos de chocolate e outros doces para rechear a mesa dos veganos durante a Páscoa, hoje a situação é diferente e caprichada. Fábio Bibiano, da Xêro Confeitaria Criativa, criou um cardápio especial com ovos sem açúcar, glúten, lactose e tão deliciosos quanto os tradicionais que vão fazer a alegria de veganos, intolerantes ou alérgicos à lactose. Conheça as novidades:

OVO DE COLHER

Feito com casca de chocolate 63% cacau, recheada com 300g de brigadeiro cremoso à base de castanha de caju coberto com Nibs de Cacau (R$180,00 – 420g)

NIBS DE CACAU

Ovo de páscoa de chocolate 63% cacau, recheado com brigadeiro cremoso à base de castanha de caju coberto com Nibs de Cacau (R$220 – 650g).

LASCAS DE CHOCOLATE

Lascas de chocolate 63%, cacau, com granola artesanal, mix de nuts, coco e frutas secas (R$ 115 – 300g).

COLOMBA PASCAL

Além dessas delícias, o Chef Thiago Medeiros elaborou a versão vegana da colomba pascal que é feita de pão artesanal com gotas de chocolate para o cardápio Brasilidades, criado especialmente para enaltecer a biodiversidade brasileira, de norte a sul do país, através da escolha dos ingredientes típicos. O valor é de R$99 reais por 1kg.

BRIGADEIROS

A versão do tradicional doce feito com cacau e também capim limão, com um toque mais refrescante e perfumado (R$6,20 a unidade com mínimo de seis por pedido).

Os produtos da Xêro Confeitaria Criativa e do catálogo Brasilidades estão disponíveis nos aplicativos iFood, Rappi e Uber Eats. As encomendas também podem ser feitas por mensagens no WhatsApp no número (11) 5539-6111.