Tereze: Pratos autorais com ótimas fusões

Esta semana, passando pelo Rio de Janeiro, tive a oportunidade de revisitar um dos restaurantes que possui uma das vistas mais charmosas da cidade, o Tereze que fica anexado ao luxuoso Hotel Santa Teresa, no bairro que leva o mesmo nome.

O lugar além de exalar um charme inigualável, com pouca iluminação e  mesas bem espaçadas, onde os casais podem ter total privacidade durante seu almoço ou jantar, está com chef novo, o paulista Pedro Franco (ex-Fasano), que propõe uma reformulação total no menu do restaurante –  que sempre seguiu uma linha mais “afrancesada” em seus pratos. Agora o que encontramos, além de um cardápio mais enxuto, são muitas combinações fresh, sem glúten e algumas curiosidades veganas.

A imagem pode conter: comida

Iniciamos nosso jantar com Cru de Crustáceos (R$55,00) com maçã verde, aipo, molho de maracujá. Muito frescor você encontrará nesta receita que pode parecer um ceviche, mas não é! Este prato se sobressai, vai além de todas as expectativas. Eu pensava, a cada garfada, que acabava de encontrar um novo jeito de comer crustáceos, saindo da mesmice. Juntando o molho de maracujá , era uma explosão de sabores. Começamos bem!

A imagem pode conter: bebida, mesa, comida e área interna

Minha estadia no Rio de Janeiro já durava uma semana, comendo muito peixe e crustáceos. Já estava na hora de me aquecer com umas proteínas mais tenras. Então quando li no menu, não resisti, e fui de Maminha Curada (R$51,00), com espuma de queijo e teriaki de rapadura. Horas de curamento resultam em uma carne firme, macia e com um acabamento impecável. Os coadjuvantes (a espuma de queijo e o teriaki) também causaram entusiasmo quando os agregava à carne, mas confesso que só ela já “dava match”. Carnívoros, enjoy!

A imagem pode conter: comida

Pratos principais? Escolhi primeiramente o Stracotto Bovino (R$74,00) com mini legumes, salada de fava e vagem. Vale ressaltar a beleza do prato, tudo composto com esmero, onde o colorido dos ingredientes cria uma sinergia no clássico italiano, que chegou à mesa acompanhado de um molho espesso brilhante, bem cozido e com a carne cortada em cubos corpulentos e macios. Um belo prato para os dias frios.

 

Mas o preferido da noite foi o Namorado (o peixe do dia), com creme de bobó de camarão, pico de galo e saladinha de brotos (R$86,00); peixe macio, de sabor leve e delicado, fez um ótimo dueto com o creme maravilhoso de camarão, que estava sutilmente adocicado e ganhou mais sabor com o vinagrete mexicano apimentado. Que prato espetacular, com sabores intensos e texturas levíssimas.

A imagem pode conter: comida e área interna

E para fechar com “Chave de Ouro” nossa experiência carioca, escolhi a sobremesa que vai ficar na memória afetiva para todo sempre:  Pavlova (R$28,00) com frutas vermelhas e sorbet ácido. Um super doce, onde as frutas cítricas faziam, a cada garfada, um contraponto interessante. Sobremesa dos Deuses, sem contar a sua beleza descontruída. Foi paixão à primeira garfada.

Havia muito tempo que não me sentava por 4 horas em uma mesa de restaurante, uma ótima sensação após meses de confinamento. Sem contar a simpatia do chef e de toda a sua equipe,  sempre  dispostos a atender seus desejos mais secretos ( risos ). Comida boa, vista maravilhosa e serviço atencioso. Amei, quero voltar!

Serviço
R. Felício dos Santos, 15 Santa Teresa, Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro 20240-240+55 21 3380-0259
Dom 07:00 AM – 11:00 AM 12:00 PM – 4:00 PM
Seg 07:00 AM – 10:00 AM
Qua 12:00 PM – 4:00 PM 6:00 PM – 10:00 PM
Qui 07:00 AM – 10:00 AM 6:00 PM – 10:00 PM
Sex 07:00 AM – 10:00 AM 6:00 PM – 10:00 PM
Sáb 07:00 AM – 11:00 AM 12:00 PM – 4:00 PM

Açougue Boutique Feed: muito além de uma loja de carnes diferenciadas!

E nosso giro desta semana aconteceu em um dos lugares que mais curto visitar quando estou no Itaim Bibi, na hora do almoço.

O Açougue Boutique Feed reabriu ao público, recentemente, o restaurante à la carte, seguindo todos os protocolos de segurança. Entre as medidas tomadas estão a instalação de totens de álcool em gel, distanciamento entre as mesas e redução da capacidade, cardápio online via QR code e limpeza e sanitização do ambiente.

Além disso, todos os funcionários estão usando máscaras de algodão ou acrílico. O serviço de sal e pimenta está sendo feito pelo garçom utilizando moedor, ou uso de sachês de sal fino. Com a redução de lugares, os clientes podem fazer a reserva através da plataforma The Fork. Já o pagamento pode ser feito via aproximação, mas as máquinas de cartão estão envolvidas em filme e plástico e são higienizadas e trocadas a cada hora.

No cardápio, o chef Luan Verati apresenta muitas opções para abrir o apetite, entre elas, escolhi o Steak Tartare (R$49,00) – o daqui é muito especial – confeccionado com bombom de alcatra, que faz com que o picadinho cru seja mais macio, com um sabor marcante e sem nenhuma fibrosidade. Amei! 

Como prato principal optamos por uma das ótimas tábuas de carnes nobres do menu, podendo ser compartilhada, e são servidas com até 3 acompanhamentos à sua escolha. Eu optei pela Tábua de Ancho (R$ 159, serve até 2 pessoas), e sem arrependimentos! Os bifes estavam sedosos, no ponto certo para degustar sem pressa. Para acompanhar esta delicias, Vinagrete Confit e Farofa de Banana que fizeram um mix excêntrico de sabores que foi do cítrico ao agridoce, trazendo equilíbrio ao protagonista,  sem falar nas variedades de texturas.

A casa também oferece cardápio executivo com uma opção de corte que pode ser Flat Iron (R$ 59); Prime Steak (R$ 59); Chorizo (R$ 69), Baby Beef sem Gordura (R$ 59) e Baby Beef com gordura (R$ 59). As carnes são servidas com arroz (tradicional ou integral), farofa Feed e vinagrete.

Para os apreciadores de hambúrguer, 5 blends exclusivos: Churrasqueiro (R$ 43, blend de Ancho e Chorizo), Costela (R$ 39), Picanha (R$ 46), Wagyu (R$ 54) e Fit (R$ 39, com apenas 10% de gordura). Todos são servidos com pão de brioche, queijo, mix de folhas, tomate, bacon e maionese Feed,  acompanhados de batatas rústicas ou páprica.

Entre as sobremesas pedidas, o destaque ficou para o Entremet de Chocolate (R$ 39) feito com mousse de chocolate, suspiro, crocante de gianduia e glaçagem de caramelo. Que textura maravilhosa, que final de almoço estonteante. Se você é adorador de chocolate, este doce tem que entrar no seu roll de experimentos.

E vale chegar um pouquinho antes para conferir a loja de carnes que deu origem  ao restaurante. Dá vontade de levar tudo para casa . Recomendo!

FEED
Rua Dr. Mario Ferraz, 547 – Itaim Bibi
Tel: (11) 5627-4700. Horário de Funcionamento Restaurante: 2ª a 6ª 12h às 15h/Sábado e Domingo 12h às 16h.
Cartões de crédito: Todos. Não aceita tickets. Não aceita cheques. Não possui área para fumantes. Estacionamento R$25 (cortesia para quem compra na loja). Ar condicionado. Wi fi. Possui delivery.

www.feed.com.br

Crédito Imagens: Roberto Salgado

A Pizza da Mooca: Leve e estonteante!

Esta semana finalmente realizei meu primeiro giro gastronômico pandêmico na Paulicéia desvairada, que nos últimos tempos anda bem-comportada, mas ainda assim com ótimas novidades, uma delas é o novo endereço, de uma das pioneiras em São Paulo no conceito de Pizza Napolitana, A Pizza da Mooca. A nova casa do chef Fellipe Zanuto, em Pinheiros, segue com mesmo menu da original e sua massa de fermentação lenta, preparada com farinha italiana 00 e com ingredientes frescos e de qualidade, como manda a tradição. 

Eu adorei o salão pitoresco, com muitos quadros temáticos, pintados por artistas locais, onde a pizza é o protagonista, e que traz ao ambiente jovialidade e modernidade sem excessos. Mesas e cadeiras de madeira e um grande forno no final do salão, traz a atmosfera aconchegante da primeira casa, inaugurada em 2011, compõem harmoniosamente o espaço.

A imagem pode conter: comida e área interna

Não dispense de entrada, a Burrata de Cunha, com tomate confit, pesto e pão da casa assado na lenha, (R$38), um sonho: fresca, saborosa e com uma combinação marcante de ingredientes. Da próxima vez quero voltar e experimentar também o Salaminho (seleção de salames artesanais: sopressata; cinquelone; diavoleti; campesino com pão da casa (R$ 36) ou o Corniccione (massa aberta fininha com azeite extra virgem e parmesão, com molho marinara para chuchar (R$ 22).

A imagem pode conter: pizza e comida

Experimentei duas sugestões da casa: Terra Nera (molho de tomate, alcachofra, funghi, pancetta e caciocavallo, (R$ 37), amo a fina flor de alcachofra em pizza, raramente a encontro, mas quando isso acontece que ótima sensação palatina. Amatriciana, com molho de tomate, grana padano, pancetta, cebola roxa, tomate e manjericão (R$40), que combinação inebriante de texturas e sabores, na primeira mordida foi amor à primeira vista.  Elas aparecem sempre em dois tamanhos: quatro ou seis pedaços, em uma massa crocante, fina e com um sabor marcante.

De sobremesa, fomos de Torta de limão (massa sablée, creme de limão, creme batido e amêndoas (R$ 22). Massa deliciosa, creme bem cítrico  e adocicado, que foi quebrado com o chantilly que acompanhava.

Fazia tempo que eu não experimentava uma redonda que me tirasse do prumo, sai de lá entusiasmada e com vontade de voltar no próximo ataque de desejo por pizza. Valeu muito a visita!

Pinheiros
R. Joao Moura, 529
Tel: (11) 3064.0064

Hey Daisy: Tostadas imperdíveis e doces primorosos!

E esta semana eu fui desbravar o primeiro fun dining da minha vida, em São Paulo, o Hey Daisy, que está em uma simpática casinha no baixo Pinheiros. Em cada espaço você encontrará um cantinho para encontrar amigos para uma refeição rápida ou para trabalhar e comer ao mesmo tempo, pois a proposta de suas fundadoras é esta, fazer refeições alegres e despretensiosas, tudo com uma pitada saudável, pouco calórica e com fartos aromas.

Logo pela manhã, a Beatriz Barthasar, cozinheira e uma das proprietárias do lugar, já prepara delícias que entusiasmam: tostadas, açafrones, smoothies, cafezinhos de primeira qualidade, e alguns docinhos que podem quebrar a sua dieta.

Como eu cheguei na hora do almoço, pulei estas maravilhas e fui direto para uma refeição mais farta. Iniciei com uma das tostadas mais solicitadas do lugar, Hawaii (R$19,00), com mozzarella de búfala, manga, amêndoas e raspas de limão. Pão macio e com as bordas crocantes, aconchego perfeito para o queijo, que estava pouco derretido, dando a oportunidade de sentir melhor sua textura e sabor. Sobre ele generosos cubos do fruto doce e pronunciante, as amêndoas raladas com as raspas de limão causaram uma explosão de texturas e frescor. Adorei e já repeti a receita em casa.

Outro pedido tentador foi um dos sandubas do menu, Tipo Queijo Quente (R$22,00). Achei o nome divertido, e quando chegou à mesa, posso garanti-lhes, meus caros, é muito melhor do que o nome sugere: pãozinho gostoso, combinações de ingredientes que dá um crush palatino na hora, com brie derretidíssimo unido a picles de couve flor e cebola caramelizada. Enquanto comia, pensava “Como nunca tinha pensado nisso antes?!”. Não tentem racionalizar este trio na sua mente, prove-o!

Como tudo por aqui é levinho, ainda provei um dos pratos da casa, o Arroz puxado no Wok ao estilo oriental com manga em cubos, abóbora japonesa, frango em cubos, raiz de cebolinha e amendoim (R$28,00). Primeiro vale mencionar o visual caprichado do prato, um primor! Interessante que a cada garfada um novo diálogo entre os componentes presentes se abria, ora adocicado com a presença da manga, ou salgadinho com a presença do amendoim, toda a refeição foi uma grata surpresa e trazia consigo sabores confortáveis e ao mesmo tempo calorosos. Divino!

E a melhor parte do dia sempre fica com a sobremesa né? E foi difícil escolher uma, mas me entreguei de corpo e alma à Torta de Banoffee. Gente, esta torta inglesa feita de bananas, creme e toffee, combinada em uma base de biscoito amanteigado, é uma coisa dos deuses! Cremosa, macia, doce pacas e ao mesmo tempo geladinha. Dá vontade de levar a torta toda para casa em um dia puxado de TPM… Ela tem este efeito calmante em nossos sentidos! Não vá embora daqui sem experimentá-la.

O Hey Daisy foi pensado como se fosse uma menina atarefada, que quer comer e ser feliz. Atmosfera convidativa e acolhedora, menu caprichadérrimo, mas com direito a junkzices vez por outra. Pode ser leve, mas sem a neurose de ser fitness, bons preços e serviço gentil. Um lugar fofo e que merece ser visitado. Quero voltar!

Serviço
Hey Daisy
Endereço: R. Padre Carvalho, 185 – Pinheiros – São Paulo/SP
Telefone: (11) 3032-5730
Horário: Segunda à sábado das 10h às 19h
Aceita Mastercard, Visa, Elo, Alelo, Ticket e Sodexo
30 lugares sentados | Área externa

Credito Imagens: Cristian Elias

BBQ Company: Carnes Suculentas e drinks tentadores!

Esta semana fomos visitar a segunda casa do empresário e expert em carnes Alexandre Flit, a BBQ Company, nos Jardins. O lugar novinho em folha exala bom gosto, sofisticação e muitos cuidados em cada espaço que a casa oferece. Por ali também existe um açougue tentador, que em 2018 teve suas carnes eleitas como as melhores do Brasil. Você pode levar as carnes para sua casa ou consumir ali mesmo, com os deliciosos acompanhamentos que o restaurante oferece.  Se eu fosse você, já escolheria comer ali mesmo, pois o restaurante faz tudo na brasa em um forno a carvão Josper, ou seja, tudo virá no mais perfeito equilíbrio, no ponto da sua escolha.

Mas antes de experimentar os cortes maravilhosos que me eram sugeridos pelos excepcionais garçons, fui bisbilhotar as entradas. Experimentamos três delas, a primeira foi o Bolinho de Costela com geleia de pimenta (R$26,00), com uma bela defumação, que veio bem sequinho, crocante, com carne desfiada umedecida no próprio molho. Para se acabar de tão bom que era, queria mais! Na mesma tábua apareceu o Bao Do Du (R$32,00), tradicional pão chinês cozido no vapor, recheado com pulled pork e picles de cebola roxa. O pão estava tão macio e desmanchava na boca, a montanha de recheio era das boas.  As fatias delicadas de cebola roxa, fizeram um contraponto muito interessante com a doçura da carne de porco desfiada, sem roubar a cena do protagonista. Se você gosta de carne suína este sanduichinho irá te fazer muito feliz. E para encerrar a trilogia,  Empanadas de carne, servidas com chimichurri (R$28,00). Assim que dei a primeira mordida, fui até Buenos Aires e voltei. Não por acaso, logo após o elogio descubro que elas são feitas por um argentino autêntico. Massa fina, untuosa, algo entre macia e crocante, recheada com carne de vaca de primeira. Derreti-me de amores, amo empanadas! Este trio é um curinga para uma farta refeição rápida.

Para aproveitar nossa experiência de forma mais potencializada, do tipo inesquecível, escolhemos uma das tábuas mais emblemáticas do lugar, a Breton (R$450,00 / 5 pessoas). Dry aged de 60 dias, costela levemente defumada, legumes salteados, batata rústica, farofa, vinagrete e chimichurri. A chegada desta tábua é digna de admiração, os tons vibrantes de cada ingrediente que a compõem nos enche de entusiasmo. A carne envelhecida estava tenra, sedosa, sabor concentrado, dando mais aroma aos nossos sentidos. Quem não conhece este processo deveria provar ao menos uma vez antes de morrer! risos

Para alguns, a costela pode roubar a cena, se você curte um corte com uma coloração mais atrativa e textura mais delicada ao paladar. Esta costela fica horas no forno, e volta para nossos pratos tão tenra que mal precisei de faca para cortá-la.

Todos os acompanhamentos, sem exceção, só enalteceram esta refeição especial, com destaque ao vinagrete equilibrado e à farofa espetacular. Uma mescla interessante de texturas com sabor irresistível.

E teve sobremesa sim! Mesmo nos sentindo como um Baiacu, fomos convencidos a provar o Mil folhas da casa (R$42,00 / 4 pessoas). Eu mesma queria o Merengue, mas fui facilmente manipulada e minha intuição não falhou. Embora o visual da sobremesa tenha sido sedutor, e o doce de leite estivesse gostoso, a massa estava muito ressecada com a falta do creme de confeiteiro. A cada garfada me fazia falta a delicadeza característica desta sobremesa.

O BBQ não é apenas uma fun house, aqui você vai se sentir em casa, rodeado de serviço supergentil, menu de primeiríssima qualidade, ótimos drinks e uma carne que ficará para sempre em sua memória gustativa. Super recomendo!

Serviço
BBQ Company
Endereço:
Rua da Consolação, 3452 – Jardim Paulista – São Paulo – SP
Telefone: (11) 3061-0665
Horários: Segunda a Sábado das 10h às 23h
Domingo das 10h às 17h

Créditos Imagens: Cristian Elias