Cochinchine Bistrô e sua delicada comida vietnamita!

E esta semana finalmente fomos conhecer o “irmão mais novo” do Bia Hoi, o Cochinchine Bistrô, que está no Jardins, onde antes funcionava outro restaurante que eu era super fã, o Sympa. Muitos detalhes coloridos pelas paredes, mesas confortáveis e música da melhor qualidade, sem decepções.

Aqui rola uma gastronomia vietnamita um pouco mais suave, com leve fusões de outras cozinhas, como a francesa por exemplo. Menu com muitas sugestões sedutoras, em uma primeira visita vai ser difícil definir o que degustar, mas a gente dá uma ajudinha, dá uma sacada em quais foram as nossas escolhas deste jantar!

Iniciei com o Dumpling Consomê (R$37,00), pãezinhos do tipo banh bao cozidos no vapor, recheados com carne de porco e servidos em caldo de carne com ervas e especiarias. Iniciamos maravilhosamente bem, a massa delicada era fácil de abocanhar, e a fartura de recheio com carne suína bem desfiadinha não decepciona. O caldo perfumado dava umidez e calor aconchegante ao bolinho. Eu amei!

Eu amo vieiras e quando as vejo no menu, seja onde for, eu não resisto, e as daqui pareciam irresistíveis (e eram!): Vieiras grelhadas em creme de ervilhas frescas e gengibre (R$45,00). Além de ser um prato vistoso, a combinação era tão perfeita quanto a equação E=mc2 de Einstein. A preparação das vieiras foi cuidadosa, a textura era tenra, e seu sabor adquiriu tons mais intensos com a cremosidade das ervilhas e a influência sutil do gengibre, que dá a liga e não rouba a cena. Quero comer novamente!

Pratos principais? Ca Ri Ga (R$53,00), peito de frango com legumes crocantes e arroz branco. Nesta versão vietnamita do curry você sentirá um sabor mais cítrico e consequentemente refrescante. Um prato despretensioso, colorido e aconchegante. A carne branca estava macia e os legumes não chegaram “molengos”, mesmo mergulhados no molho espesso. O arroz do jeitinho vietnamita de ser, al dente, grudadinho e branquíssimo. Se você quer experimentar algo mais simples, esta receita não irá te decepcionar.

Mas a gente queria experimentar ainda algo mais profundo, intenso, diferente. Então escolhi o Thit Kho To (R$56,00), stinco de porco assado, servido com molho de leite de coco queimado e arroz branco. Genteeeeeeeeeeee! Que prato! Ele “chega chegando” à mesa, encorpadão, robusto, para alguns assustador, o que felizmente não foi o meu caso! A carne estava mega macia e o molho adocicado só exaltava o sabor suculento da carne. Ela veio equilibrada em um pedacinho de abacaxi, que deu a liga total e um saborzinho cítrico gostoso de sentir. Meu eleito da noite!

Não dispense a sobremesa! Repito: não dispense a sobremesa! Inesquecível para mim o Ben Tre (R$22,00), mousse de coco com calda de manjericão. Mas não é um mousse qualquer é “O” MOUSSE, cremosíssimo, de toque suave, e a lasca em formato de flor só enalteceu o que já beirava a perfeição, deu uma crocância conveniente, e o molhinho da erva perfumava o doce, mas sem roubar a cena, perfeito!

Se você já foi feliz com a comida vietnamita do Bia Hoi, aqui você vai virar fã de carteirinha! O Cochinchine veio enaltecer a gastronomia vietnamita na cidade, uma experiência imperdível a preços bem camaradas. Quero voltar simmmm!

Serviço

Cochinchine Bistrô

EndereçoRua Haddock Lobo, 1002 – Cerqueira César, São Paulo

Horário:  De terça a sexta-feira: 12:00–15:00 e 19:30–23:30
Sábado: 12:30–17:00, 19:30–23:30
Domingo: 12:30–17:30

Telefone(11) 3063-0718

Reservas: thefork.com.br

 

Conheça um pedacinho do Vietnã na Capital Paulista, o Bia Hoi SP!

Esta semana voltei a um dos lugares que achei mais legal ter surgido em nossa cidade maravilhosa, São Paulo, nos últimos tempos! O pub vietnamita Bia Hoi SP, tem tudo o que eu aprecio: Ambiente intimista, um maravilhoso balcão e gente bem-disposta a te servir bem. Quem traz este encanto de lugar para nós é minha amiga, a jornalista Dani Borges e seu marido Fernando Brito, ambos além de serem fãs incondicionais da exótica gastronomia vietnamita, são estudiosos do assunto, desde que visitaram o país pela primeira vez, já alguns anos atrás.

Iniciei meu jantar com o Mekong (R$20), incríveis asinhas caramelizadas. Eu que sou fã de um bom frango fritinho, nesta versão vietnamita as asinhas tenras ainda ficam mais sedutoras: sequinhas e com um sabor adocicado picante devido à presença intimista do gengibre, que faz a gente lambuzar os dedos até não sobrar mais nada. As folhas verdes de coentro dão aquele perfume fresco a receita, abrindo nosso apetite e nos convidando a caminhar neste novo universo gastronômico.

Agora se a sua pegada é uma versão mais leve e sem fritura alguma, reverencie o Goi Cuon (R$18) na versão vegetariana. São parecidos com um rolinho primavera, feito com verduras frescas e ervas aromáticas, você sentirá bem a presença delas, o mentolado da hortelã, o cítrico da cebolinha, o perfume do manjericão e o odor cítrico bem característico do coentro, misturados com delicados pedacinhos de cenoura, nabo e pepino. Em dias de verão, ele cairá como um balsamo em seu palato.

Para quem está como mais fome o Hoi An (R$40) barrigada de porco em infusão de capim santo com arroz de coco é uma ótima pedida, e depois que provei tive a certeza que vou virar cliente assídua desta receita. O corte desossado de carne gordurosa beirava a perfeição, veio mergulhado em um molho levemente amadeirado e de sabor forte, devido a presença do anis, coentro e da inconfundível canela que se chocava alegremente com o arroz craquelado feito a base do coco, que dava para sentir seu aroma chegando mesmo antes do prato estar a minha frente. Adorei esta sensação, quase rara em restaurantes contemporâneos. Se você aprecia carne suína, este prato vale muito!

Já o Saigon (R$41), uma barriga de porco assada, chega em tiras e a cada garfada desmanchavam em minha boca de tão macia que estava. Foi servida com arroz branco, saladinha de repolho e conserva de carambola. Tudo ia bem até que o molho forte, pronunciado e de textura encorpada deixou toda a receita com o mesmo sabor. Ficou tudo tão docemente carregado que infelizmente não deu para chegar até o final. Penso que a cozinha errou na mão, acontece!

Se o menu prioriza pratos costumeiros, as sobremesas trazem criações da própria cozinheira, como o curioso Ca Phé Mousse (R$ 18) que foi inspirado no típico café com leite condensado vietnamita, que traz creme de leite condensado sob uma aerada mousse de café. Leve e com um equilíbrio de sabores que não vai te pesar na boca.

O Bia Hoi é um pequeno pedacinho do Vietnã aqui em São Paulo e que vale muito a pena ser desbravado por aqueles que estão dispostos a buscar novos sabores para sua alma prazerosa, sem gastar muito por este passeio gastronômico!

Quero voltar!

Serviço:
Bia Hoi SP – VietPub
Endereço: Rua Rêgo Freitas, 516 – Vila Buarque
Telefone: 11 3151-2508
Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 12h às 14h30 e das 18h30 às 23h. Sábado, das 12h às 23h30. Domingo, das 12h às 17h.

 

Jantar no centro, uma experiência genuína!

Na semana passada eu tive um dos melhores jantares deste ano aqui em São Paulo. A experiência foi tão contagiante, tão intensa, tão amigável que as horas  passaram e a gente não queria sair da mesa, e o dia seguinte, alegremente, eu passei  me lembrando de cada detalhe sensorial da noite anterior.

Há mais de um ano realizando saborosos e divertidos encontros na região central de São Paulo, o Jantar no Centro, criado pelo casal queridíssimo Dani Borges e Fernando, oferece aos participantes uma experiência gastronômica genuinamente vietnamita. Você irá delirar com as receitas que unirão a riqueza das especiarias asiáticas com pratos quentes e sofisticados que combinam perfeitamente com o frio do inverno paulistano.

A ideia de realizar estes encontros gourmets em casa, começou com uma viagem ao Vietnã há dois anos , quando o casal se apaixonou pela sua gastronomia e desde então este tema é desenvolvido pelo dois em sua própria cozinha e com eventuais temporadas no país asiático.

Os pratos que compunham o menu retratavam a famosa cozinha de Hanói. Começamos com uma entrada do dia a dia do Vietnã; espetinhos de carne e frango marinado em especiarias. Em seguida um caloroso caldo de mariscos e dill que fez o contraponto refrescante e aromático neste inicio de jantar.

Na sequência a maravilha da noite pernil de porco ao caramelo de coco queimado; muito encorpado, aromático, a cada garfada eu me aprofundava mais nos sabores ricos desta receita. Contagiante, queria mais!

E finalizamos com uma deliciosa e açucarada mini torta de mandioca e calda de leite de coco e capim limão. Aqui percebemos a ótima influência francesa na cultura vietnamita.

Toda  a experiência ainda contou com as participações das sommeliers Daniela Bravin e Cassia Campos, que nos ofereceram vinhos que beiravam a perfeição!

Ficou com vontade? Então se liga, a próxima edição vai acontecer nos próximos dias 20 e 21 de julho e  o foco será a influência francesa na gastronomia do Vietnã.

Como entrada, o Jantar no Centro terá robalo com crosta de ervas aromáticas servido em consomê morno de gengibre e acelga chinesa. O destaque da noite fica para o prato principal: carré de porco grelhado ao molho de tamarindo guarnecido de vagem salteada – um prato que carrega muito da influência francesa na gastronomia do Vietnã. Para fechar a noite, o jantar terá torta de gengibre com marshmallow de limão, uma criação de Dani Borges que une técnicas francesas com ingredientes típicos do Sudeste Asiático.

O jantar completo, com entradas, pratos principais e sobremesa custa R$ 140 por pessoa. As bebidas serão cobradas à parte e terão preços especiais.

As vagas são limitadas e as reservas podem ser feitas pelo FoodPass (www.foodpass.com.br).

Gente é imperdível! Quero voltar muitasssssssssssssss vezes!

Jantar no Centro comemora um ano com edição especial!

E o tempo passa…… A Jornalista e cozinheira nas horas vagas Dani Borges, já irá comemorar um ano  do seu famoso jantar temático, que são realizados quase todos os meses no aconchego do seu lar,  experiência única para quem ama gastronomia e seus experimentos estonteantes.

Esta edição especial acontecerá nos dias 10 e 11 de maio. Como de costume, o cardápio do jantarirá  explorra os sabores da comida das ruas de Hanói, capital do Vietnã. Desde sua primeira edição, no ano passado, quase 500 pessoas já participaram do evento. O jantar completo, com entradas, prato principal e sobremesa, custa R$ 110. As reservas podem ser feitas pelo FoodPass

Jantar centro 2

“Desenvolvi os cardápios dos jantares a partir de viagens de pesquisa que fiz para o Vietnã. As ruas de Hanói são uma fonte riquíssima de sabores e há muito a ser explorado. A cada cardápio, tento trazer um pouco de tudo que vi por lá para os convidados”, diz Dani Borges que é a cozinheira e anfitriã dos jantares, junto com seu marido Fernando Brito.

Os comensais receberão o endereço apenas depois de fazer a reserva. “As pessoas têm gostado bastante da experiência. E nós também. Abrimos nossa casa para os convidados e temos a chance de compartilhar a boa comida e boas histórias”, diz Fernando.

Como entrada, o Jantar no Centro terá o Chả lụa – um tradicional presunto vietnamita preparado com carne de porco moída e especiarias. Ele será servido com maionese de coentro e patê de fígado, na companhia de torradas. Em seguida, será a vez do Bun Rieu – uma sopa de caranguejo e tomates muito comum nas ruas de Hanói.

Jantar centro 3

Mas o destaque da noite fica por conta do Bun Chá: suculentas almôndegas de carne de porco grelhadas, servidas em um caldo aromático com ervas, verduras e, como não pode faltar numa mesa vietnamita, macarrão de arroz.

Para fechar a noite, o Jantar terá o Trio de Sobremesas de inspiração no Vietnã e na França, que colonizou o país por várias décadas: Brulée de Jaca, Pérolas de Tapioca ao Leite de Coco com Compota de Abacaxi e o Creme de Leite Condensado com Mousse de Café – este último, uma homenagem ao famoso café vietnamita preparado com leite condensado.

Mais informações pelo email: jantarnocentro@gmail.com

 

1o edição do Jantar no Centro, acontece em abril!

jantar centro

Adorei a novidade gastronômica desta semana…..Reunir pequenos grupos para jantar em um charmoso apartamento de um prédio histórico no Centro da cidade de São Paulo. Essa é a proposta do Jantar no Centro, novo projeto da jornalista especializada em gastronomia e cozinheira Dani Borges.

O endereço, secreto, só é revelado após a confirmação da reserva. A primeira edição desta curiosa experiência gastronomica acontecerá nos dias 29 e 30 de abril e o tema será a gastronomia vietnamita – fruto de muita pesquisa e de uma temporada da cozinheira no país.

Os pratos retratam a famosa cozinha de rua de Hanói, como os deliciosos rolinhos vietnamitas e asinhas de frango na grelha.

Vietna

Quer saber mais, entre na página do evento: www.facebook.com/jantarnocentro

Reservas pelo email: jantarnocentro@gmail.com