Cochinchine Bistrô e sua delicada comida vietnamita!

E esta semana finalmente fomos conhecer o “irmão mais novo” do Bia Hoi, o Cochinchine Bistrô, que está no Jardins, onde antes funcionava outro restaurante que eu era super fã, o Sympa. Muitos detalhes coloridos pelas paredes, mesas confortáveis e música da melhor qualidade, sem decepções.

Aqui rola uma gastronomia vietnamita um pouco mais suave, com leve fusões de outras cozinhas, como a francesa por exemplo. Menu com muitas sugestões sedutoras, em uma primeira visita vai ser difícil definir o que degustar, mas a gente dá uma ajudinha, dá uma sacada em quais foram as nossas escolhas deste jantar!

Iniciei com o Dumpling Consomê (R$37,00), pãezinhos do tipo banh bao cozidos no vapor, recheados com carne de porco e servidos em caldo de carne com ervas e especiarias. Iniciamos maravilhosamente bem, a massa delicada era fácil de abocanhar, e a fartura de recheio com carne suína bem desfiadinha não decepciona. O caldo perfumado dava umidez e calor aconchegante ao bolinho. Eu amei!

Eu amo vieiras e quando as vejo no menu, seja onde for, eu não resisto, e as daqui pareciam irresistíveis (e eram!): Vieiras grelhadas em creme de ervilhas frescas e gengibre (R$45,00). Além de ser um prato vistoso, a combinação era tão perfeita quanto a equação E=mc2 de Einstein. A preparação das vieiras foi cuidadosa, a textura era tenra, e seu sabor adquiriu tons mais intensos com a cremosidade das ervilhas e a influência sutil do gengibre, que dá a liga e não rouba a cena. Quero comer novamente!

Pratos principais? Ca Ri Ga (R$53,00), peito de frango com legumes crocantes e arroz branco. Nesta versão vietnamita do curry você sentirá um sabor mais cítrico e consequentemente refrescante. Um prato despretensioso, colorido e aconchegante. A carne branca estava macia e os legumes não chegaram “molengos”, mesmo mergulhados no molho espesso. O arroz do jeitinho vietnamita de ser, al dente, grudadinho e branquíssimo. Se você quer experimentar algo mais simples, esta receita não irá te decepcionar.

Mas a gente queria experimentar ainda algo mais profundo, intenso, diferente. Então escolhi o Thit Kho To (R$56,00), stinco de porco assado, servido com molho de leite de coco queimado e arroz branco. Genteeeeeeeeeeee! Que prato! Ele “chega chegando” à mesa, encorpadão, robusto, para alguns assustador, o que felizmente não foi o meu caso! A carne estava mega macia e o molho adocicado só exaltava o sabor suculento da carne. Ela veio equilibrada em um pedacinho de abacaxi, que deu a liga total e um saborzinho cítrico gostoso de sentir. Meu eleito da noite!

Não dispense a sobremesa! Repito: não dispense a sobremesa! Inesquecível para mim o Ben Tre (R$22,00), mousse de coco com calda de manjericão. Mas não é um mousse qualquer é “O” MOUSSE, cremosíssimo, de toque suave, e a lasca em formato de flor só enalteceu o que já beirava a perfeição, deu uma crocância conveniente, e o molhinho da erva perfumava o doce, mas sem roubar a cena, perfeito!

Se você já foi feliz com a comida vietnamita do Bia Hoi, aqui você vai virar fã de carteirinha! O Cochinchine veio enaltecer a gastronomia vietnamita na cidade, uma experiência imperdível a preços bem camaradas. Quero voltar simmmm!

Serviço

Cochinchine Bistrô

EndereçoRua Haddock Lobo, 1002 – Cerqueira César, São Paulo

Horário:  De terça a sexta-feira: 12:00–15:00 e 19:30–23:30
Sábado: 12:30–17:00, 19:30–23:30
Domingo: 12:30–17:30

Telefone(11) 3063-0718

Reservas: thefork.com.br

 

Curta e siga:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *