Dica Cinéfila da Semana: “Comer, Rezar e Amar”.

Eu adoro um filme de história de redescoberta feminina….sem aquele apelo de auto-ajuda batido! Hoje fui ao cinema em plena tarde de quarta-feira, com minha amiga/sócia Cecilia, coisa rara…e apósssssss meses sem a sua companhia para bater uma perna, resolvemos passar um tempo juntas, como nos velhos e bons tempos!

Fomos assistir o filme “Comer, rezar, amar” (por sugestão minha!rs) e tivemos uma ótima sensação!!!

A história é autobiográfica e conta a vida de Liz que, apesar do sucesso profissional e pessoal sente-se vazia….e para preencher esta lacuna, ela simplesmente arruma as suas malinhas e resolve tirar umas fériassssssss mega prolongadas e escolhe 3 destinos impecáveis; a Itália (para os prazeres culinários), India (para conforto religioso) e Bali (onde encontrará um verdadeiro amor….detalhe que o tal pretê é brasileiro, adoreiiiiii!!!)…

Eu particularmente amei o filme, talvez por estar passando por uma fase semelhante e portanto super me identifiquei com a protagonista do longa…além disso, a história é leve, divertida e cheia de paisagens lindasssss..

Quem nunca passou por uma crise pessoal devastadora sabe o quanto a luz no fim do túnel é perseguida a todo momento…o filme pouco a pouco, nos motiva a buscar uma saída aonde não se tem, mesmo que seja um plano express (quem nos dera poder tirar um ano inteirinho de férias, nesta vida louca que todos os seres humanos levam), e o principal o filme não era de amor, não era isso que Liz estava buscando, mas felizmente o encontrou….e adoro este tipo de acontecimento a incerteza de onde achá-lo, as possibilidades do amor romântico chegar a qualquer momento…

E o principal a trama mostra que quando nos arriscamos a rodopiar o mundo, conseguimos ter uma visão irônica e libertadora que somente uma viagem pode nos proporcionar, e assim, temos a chance de  encontrar pessoas pelo caminho que podem fazer a grande diferença em nossas vidas e que ajudarão a moldar nossas experiências….Ceci achou água com açucar, eu me desmanchei em lágrimas quase o filme todo, com momentos de risadas e satisfação…simplesmente me deixei levar pela história com facilidade, porque meus caros sair de nossa realidade é necessário….!

Melhor frase do filme eleita por mim e Ceci “No amor é preciso perder o equilibrio, para manter a vida equilibrada”, não é sensacional?!rs

Ahhhhhhh o filme pode ser um belo empurrãozinho para quem não anda com coragem de deixar para trás tudo que lhe é familiar e confortável….rs…. porque as vezes, meus caros, é preciso arriscar tudo na vida!!!

Queridos vá ao cinema e tenha uma visão inspiradora do nosso mundo! Beijossssssss

PS- sai correndo do cinema e parei na primeira livraria que encontrei…..agora devorarei o livro…..