Porque amamos os “Bad Boys”?!?

Fazia já um tempo que não lia sobre pesquisas comportamentais bizarras, e de repente hoje uma delas caiu em minhas mãos….Os pesquisadores da Universidade do Texas quiseram entender uma questão que há 38 anos eu tento responder sem o menor êxito….rs….Porque diabos nós ainda insistimos em se envolver com bad boys, os famosos bonitões e cafajestes, mesmo sabendo que a chance desta relação é apenas criar um trauma para todo sempre! Rs

A resposta, segundo a pesquisa, esta nos hormônios femininos e na bagunça que eles provocam na capacidade de julgamento das mulheres…hahahaha…..(então talvez a TPM no caso seja benéfica, porque ela tem o poder de nos clarear a mente por alguns dias, eu particularmente sempre termino minhas relações nesta época delicada).

Diz o estudo que Durante o período de ovulação, esses hormônios acabam influenciando a sua visão do que é um bom parceiro em potencial: elas passam a preferir os homens mais bonitos e sensuais e dar menos importância a fatores como a confiabilidade. Será? Eu sempre tive um pouco de receio de homens lindos….afinal eles deixam a desejar no geral em outras questões, porque talvez nem precisem se esforçar tanto….

Para chegar a essa conclusão (que está publicada no Journal of Personality and Social Psychology), os pesquisadores mostraram a mulheres perfis de sites de namoro de homens do tipo mais sexy e cafajeste e do tipo mais confiável (o que provavelmente significava que eram bonzinhos, mas não providos de tanto sex appeal). Elas tiveram que avaliá-los durante períodos de fertilidade alta e baixa e dizer, em cada uma dessas ocasiões, como achavam que eles se sairiam como pais caso tivessem um filho juntos.

Resultado: quando as voluntárias estavam sob a influência dos hormônios da ovulação, elas achavam que o homem mais sexy contribuiria mais para tarefas domésticas como cuidar do bebê, comprar alimentos e cozinhar. Segundo Kristina Durante, uma das autoras, nesse período “as mulheres se iludem em pensar que os bad boys se tornarão parceiros dedicados e pais melhores. Ao olhar para eles através dos ‘óculos da ovulação’, o Sr. Errado vira o Sr. Certo”.

Em um segundo teste, as coisas ficam mais interessantes (para as voluntárias): elas tiveram que interagir pessoalmente com atores do sexo masculino que fizeram os papéis de cafajeste sexy e pai confiável. Isso também aconteceu duas vezes, uma durante seu período de ovulação e outro durante baixa fertilidade. E de novo as mulheres na primeira condição acharam que o bad boy (e não o PAI confiável) contribuiria mais para o acolhimento de uma criança.

Mas olha o truque desses hormônios para empurrar as mulheres para os braços do boy lixo: a ilusão do bom pai só vale para a hipótese de eles terem um filho com elas, não com outra mulher. Quando tinham de responder que tipo de pai um homem assim seria caso tivessem um filho com outra pessoa, elas eram rápidas em apontar os seus possíveis defeitos. No entanto, caso elas próprias fossem a mãe, a coisa mudava de figura e os bad boys viravam um ótimo pai para seus filhos.

Louco isso não? Então lá vai o conselho amigo….Garotas fujam de qualquer homem no período fértil….na duvida prefiram sua própria companhia ou do melhor amigo gay….e se estiverem apaixonadas por alguns destes, evitem ter filhos ao menos nos próximos 12 meses de relação!rs

Ah e tentem dar uma chance aos homens mais sorridentes e felizes…vamos parar com a ideia que os rudes e arrogantes dão a impressão de maior poder..O mais importante é encontrar um parceiro em quem confiar e que tenha uma personalidade agradável!

Boy lixo ou não, nunca dá para saber quando o cara é certo para nós! Mas sigamos confiantes e sejamos felizes! Beijos