A singularidade do Hotel Santa Teresa Rio MGallery

O legal de Santa Teresa é que nem parece que você está no Rio de Janeiro atual. O bairro faz referência aos bons tempos cariocas, e no alto de sua serra, promove um dos pores do sol mais bonitos da cidade, sem contestação! E se você quiser ter este privilégio todos os dias neste bairro queridinho dos cariocas, então ficar hospedada no Santa Teresa Rio MGallery é quase uma agradável obrigação.

Além da maravilhosa localização, o hotel boutique foi criado em um casarão histórico de 1850, um refúgio urbano até para quem apenas quer fugir um pouco de sua própria casa. Por aqui você só ouvirá o barulho dos pássaros, e todos os outros sentidos entrarão em sintonia com o passar das horas. Porque além de um dos 44 quartos maravilhosos que te proporcionará serenidade e descanso à sua visão, aqui você certamente terá sua memória gustativa preenchida por ótimas lembranças de um almoço no restaurante Térèze, ou mesmo sua audição saciada durante shows de jazz que poderão ser curtidos no Bar dos Descasados com bons drinks. Aqui neste Éden tudo é possível!

Os apartamentos são muito confortáveis, com ótima luz e um décor bem tropical, com móveis assinados por Rock Lane e Carassas. Adorei as peças de madeira representando diversos bichos! E cuidado: a cama King Size pode ser uma armadilha estonteante para um corpo cansado… Quando cheguei fiquei três horas seguidas nela, e sem arrependimentos! Todos os quartos estão ligados a jardins ou possuem vistas para as montanhas, e todas as comodidades possíveis e imagináveis, como TV a cabo, wi-fi, frigobar, ar condicionado, cofre e outros mimos estarão ao seu dispor a qualquer hora do dia.

Eu já conhecia o Térèze de outros giros, o casual bistrô, além de proporcionar aos visitantes um clima agradabilíssimo com sua vista de tirar o fôlego, possui uma gastronomia local bem curiosa e cheia de frescor. É através das mãos criativas do chef uruguaio Esteban Mateu que você poderá provar maravilhas, como a delirante combinação de Lagosta na Maionese (R$75,00). Cozida no caldo de especiarias, derretia na boca, e o creme de wasabi traz refrescância à receita. Outra sugestão no mesmo mood é a Cauda de Lagosta Rosada (R$160,00), grelhada e com um colorido e leve risoto de moqueca. Detalhe importante é o chef quem também assina as gostosuras que você provará no café da manhã, e serão muitas para os que acordam famintos, um oásis de comidinhas leves, macias e com sabores incomuns quando se trata de breakfast de hotéis.

Nada mais requintado do que ter um SPA para chamar de seu quando estamos hospedados em um hotel. Para mim é um carinho que ofereço ao meu corpo e à minha alma. Quem comanda o Le Spa é a francesa L‘Occitane, que te convida a uma experiência única. Depois de algumas horas neste clima de relaxamento, suavidade e mãos firmes de minha terapeuta, saí pronta para o dia calorento que fazia no Rio, sem decepções. Aproveitei o sol e fui curtir um pouco da piscina que fica logo acima e tem uma vista linda para a Baía de Guanabara.

Bairro delicioso, hotel mais ainda, que possui uma história singular e onde cada detalhe é único. Passei dias de aconchego e felicidade aqui no Hotel Santa Teresa, onde tudo é inspirador e a hospitalidade brasileira nos dá muito orgulho!

Serviço
Endereço: Rua Almirante Alexandrino, 660 – Rio de Janeiro
Telefone: (+55 21) 3380-0200
E-mail: hotelsantateresa@accor.com
www.santateresahotelrio.com

Curta e siga:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *