Banana Verde e sua gastronomia saudável.

E esta semana revisitei um dos primeiros restaurantes vegetarianos aqui da Vila Madalena, o Banana Verde. Desde 2006 ele oferece aos seus comensais comida natural, mas nos últimos anos a chef Priscilla Herrera inovou a sua cozinha com algumas receitas mais caprichadas, saindo daquela linha minimalista basiquinha dos menus vegetarianos. E a gente mais uma vez se surpreendeu!

Comecei o meu banquete com algumas entradas encantadoras e apetitosas do menu. Já comecei amando com a Guacamole com Chips de Banana (R$20,00). O visual me agradou muito, e além disso, tinha aquele colorido e frescor necessário que esta mistura mexicana necessita. Um purê cremoso, bem temperado e que funciona muito bem com a crocância adocicada dos chips de banana. Raspei a tigela!

Para quem é tarado por Cogumelos, tem que provar sua seleção com nirá, molho oriental, moyashi e amendoim (R$21,00). Veja bem, toda esta mistura vai incendiar a sua boca! Eu particularmente gosto da sinergia dos sabores fortes e pungentes com os mais suaves, e as texturas participantes dava um aconchego ao meu palato.

Todo o menu é instigante, com deliciosas diversidades, mas eu fui direto nas receitas que são especialidades da chef, entre elas o Bobó de Shimeji (R$55,00). Primeiro que o prato chega tão flower power que você fica com uma leve tristeza em ter que devorá-lo, mas compensa, porque a cada garfada desta mini moranga você vai sentindo aquele aroma baiano se misturando com a textura leve e delicada do cogumelo shimeji, que para mim tem gosto de mar, então não se apavore se você sentir um quê de “camarão” no ar. O purê de cará com queijo meia cura entra em ação, tirando você da zona da mesmice, e que delícia! A farofa de castanha com arroz bolinha com brócolis dão aquele complemento que sustentará seu apetite.

Mas o meu preferido da noite, cujo gosto eu ainda não esqueci, fica por conta da Flor de Abóbora (R$43,00). Ravióli de abóbora, queijo coalho orgânico, alho, manteiga de sálvia, castanhas do Pará e parmesão. É uma espécie de arrebatamento na sua boca. Sem contar a maciez da massa, com recheio levemente salgado contrapondo com o sabor doce da abóbora. As castanhas quebram a delicadeza do prato agregando uma potência saborosa quando se combina aos outros ingredientes. Receita muito gostosa!

Agora a melhor descoberta da noite para esta doceira viciada assumida foi descobrir que existe na face da terra um doce tão maravilhoso que, além disso, é sem açúcar! Um milagre confeiteiro! Risos… A Esfera de Chocolate (R$19,00), vem com ganache misturado com laranja e gianduia de amendoim. Laranja e chocolate sempre foi a química perfeita para mim, o cítrico e o amargo do chocolate, estupendo e sem açúcar. Prove sem pensar duas vezes!

Eu curto muito vir ao Banana Verde, sempre que chego tem um ambiente leve, um serviço relax e uma chef sorridente, que te oferece comida boa, gostosa e o melhor de tudo: leve em calorias e que te causa aquela sensação boa de ter comido algo saudável no seu dia. Ah! E tem um toque glamuroso, que a gente gosta né! E ainda se você tiver com espírito aventureiro, após um banquete aqui você ainda bate perna para comprinhas nas lojinhas charmosas do bairro. Acontecendo isso, garanto que seu dia será feliz, assim como foi o meu!

Serviço
Rua Harmonia, 278 – Vila Madalena, São Paulo
(11) 3814-4828
http://www.bananaverde.com.br/

Crédito Imagens: Roberto Salgado

Em Janeiro acontece o 6º Organic Food Fest!

E o ano novo começara de forma leve e prazerosa, para os comensais que buscam saúde, sabor e frescor em um mesmo prato. A partir do dia 19 de janeiro, os adeptos da vida saudável poderão conferir a 6ª edição do Organic Food Fest, que vai rolar até dia 04/fevereiro de 2018 em 30 restaurantes badalados do eixo Rio-SP e vai reunir mais de 150 receitas inéditas e sustentáveis. Criado pelo empresário alemão Matthias Börner, grande entusiasta do mercado de orgânicos, o festival visa disseminar o uso de alimentos orgânicos na alta gastronomia e fomentar o setor no Brasil.

Eu participei deste festival ano passado e posso garantir a vocês, trata-se de uma experiência singular ao seu paladar. Todas as receitas à base de orgânicos tem como proposta incentivar uma alimentação saudável e um consumo sustentável. Para criar uma verdadeira opção sensorial e gustativa, os chefs criarão um menu-degustação exclusivo em 3 tempos com, pelo menos, metade dos ingredientes de origem orgânica, proveniência agroecológica ou de pequenos produtores. Os menus terão o preço fixo de R$ 55 no almoço ou R$ 88 no jantar (por pessoa), dependendo da escolha da casa. Bebidas e 10% de serviço à parte.

Felix Bistrot_Tagliatelle com Legumes_Foto Luís Simione

As chefs e apresentadoras do canal GNT, Bela Gil, dos hotéis Best Western, e Tati Lund, do .Org Bistrô, participam com menus exclusivos no Rio de Janeiro. Em São Paulo, as casas Antonietta Cucina, Clos, Condessa Bistrô, Comedoro, Félix Bistrot, Jacarandá, La Piadina, Le Bou Bistrô, Mercearia do Conde, Nambu, Solo e Tavares Restaurante são alguns dos participantes desta edição, que vão adaptar ou ampliar seus menus de base orgânica para atender às regras do festival.

Quer saber mais? Onde comer, menu etc? Clica aqui e programe-se!

Começar o ano novo LIGHT é tudo que desejamos!

Serviço:
Organic Food Fest (Off)
Tel. 11 97390-6888
Facebook: /organicfoodfest
Twitter: @organicoff