Conheça o trabalho comunitário do chef Jefferson Rueda, diante da pandemia do Covid-19.

Entre 400 e 700 marmitas preparadas por dia pelo chef Jefferson Rueda alimentam, desde o dia 20 de abril, a população em situação de vulnerabilidade social do Centro de São Paulo.

A região abriga as quatro concorridas casas criadas por Jefferson ao lado da esposa, sócia Janaína Rueda: A Casa do Porco, Bar da Dona Onça, Hot Pork e Sorveteria do Centro. Na cozinha da Casa do Porco, 39º na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo, Jefferson assa a cada dia da ação dois porcos provenientes de sua criação sustentável. Acompanhamentos como arroz, feijão e salada completam as marmitas distribuídas com o apoio de ONGs e ajuda de voluntários em hospitais, ruas e comunidades da capital, como Hospital das Clínicas, Favela do Moinho, Favela do Boqueirão e Ocupação da Marcela.

Criado para garantir a alimentação dos mais necessitados no período mais crítico da pandemia de coronavírus no Brasil, o projeto conta com o apoio de ações sociais como Novos Sonhos, Extreme Impact, Instituto Ybi, Rede Social do Centro e Projeto Ação Retorno. Na primeira fase da iniciativa, foram assados 20 porcos, e distribuídas mais de 3000 refeições.

Também instalado no Centro de São Paulo, o Bar da Dona Onça segue recebendo mantimentos e produtos de limpeza e higiene pessoal para serem doados a ocupações do bairro.

Bar da Dona Onça – Edifício Copan – Av. Ipiranga, 200 – CJ 27 e 29
Centro, São Paulo – SP 01046-925 / Tel: (11) 3257-2016
comunicacao@bardadonaonca.com.br