Doce Novembro…..

Doce novembro, brisa leve e suave deixam rastros de outubro passado….o verão parece que chegou….mas o ventinho gelado desta primavera insiste em aparecer quase todas as noites….e assim ando eu no meu adorável inferno astral….ora leve como a brisa, ora morna e vivenciando apenas o sossego doméstico….

Final de ano está aí….hora de abordagens mais simpáticas com as pessoas…particularmente minha alma já esta começando a sentir que para 2012 já preciso desde já expandir-me para novos horizontes, conhecer novas pessoas, fazer novos contatos, aprender coisas novas, ir para lugares não antes navegados…..alma sagitariana…rs……

Entendo que nenhuma ansiedade nos conduz NUNCA por um caminho interessante….mas como esta sensação persiste nesta época do ano…..a gente sabe que ela existe, a gente sabe que nunca devemos lhe dar ouvidos…..mas não tem como negar, em determinados dias ela é nossa eterna companheira do caminho….

Hoje estou contente porque finalmente meu passaporte novo está pronto……a sensação de poder ir a qualquer lugar é única…e em breve pretendo carimbá-lo….aguardem as novidades!

Também neste domingo li uma frase de Caio Fernando de Abreu que mexeu comigo, “E eu não tive tempo de dizer que quando a gente precisa que alguém fique a gente constrói qualquer coisa, até um castelo.”….Linda não? E neste momento muito significativa…Esta mania sagitariana de torna tudo intenso pra poder suportar o mundo….caí por água abaixo quando dou conta que daí tudo fica insuportável!rs

Vocês sabem eu amo as palavras, mas neste momento estou completamente apaixonada por atitudes….principalmente  a dos outros! Ando sentindo saudades de muita gente que anda se escondendo…..não acho que seja ruim saber se estas pessoas estão felizes…Em muitos casos estas circunstâncias acontecem para aprendermos a luzir nosso dom de administrar a realidade!

Mas eu prefiro ficar sempre com as minhas sensações, estas são inconfundíveis, não deixam lugar a duvida. A realidade muitas vezes só provoca dilemas…..No fundo, no fundo eu sou uma eterna otimista…deve haver um desígnio superior que esteja conduzindo os acontecimentos, sendo assim….Universo agita minha vida mais uma vez por favor?! rs…beijos pessoas e uma semana Leveeeeeeeeeeeeeeeee a todos nós!

Dica teatral no Rio de Janeiro-Histórias de Dragões….

A peça é inadjetível……os contos de Caio Fernando Abreu são sempre cheios de medo x loucura, amor x loucura…e um destes desdobramentos eu tive oportunidade de assistir, aqui no RJ, “Os Dragões”….um trabalho em torno de uma literatura peculiar.

Baseado no livro “Os Dragões não conhecem o Paraíso”, 1989, a história é tratada através da versão carioca de Fernanda Boechat, e fala de amor e solidão alinhavadas com certa dose de esperança  e loucura…

A atriz consegue chegar sutilmente na sua ansiedade interior, através de vários pensamentos que temperam o ambiente de cheiros, sabores, aflições, medos…a peça se aproxima da platéia…Quando estava ali fui alimentada pelo meu próprio sentimento, pensamentos e fiquei pensando nos meu dragões “visíveis e invisíveis”…

Em dias atuais ando curtindo uma atmosfera intimista, delicada e carinhosa, e saí daquele teatro em busca de respostas pela saída de um passado morno, para um futuro de felicidade imediato….Neste momento querendo tudo que eu desejo e mereço!!

Um trecho me acompanhou durante a peça “É dificil aprisionar os que tem asas”..Pessoas Queridas que estiverem na City Maravilhosa…assistam “Os Dragões” e sua alma se despertará para si próprio! Beijosssssssssssssss

PS- E ainda de quebra….o visitante vai se deparar com uma super Exposição de fotografia da super talentosa Carol Beirez, que nos “alimenta” com suas imagens de Teatro ìntimo….me causou brilho nos olhos!

 

 

Serviço

Os Dragões- Espaço II Solar de Botafogo

Data: Até 17 de Outubro

Sextas e Sábados 21h, Domingo 20h