Mentiras de AMOR que nos contaram!

Li um artigo muito divertido esta semana na Super Interessante, sobre conselhos errados que revistas femininas dão a espécie humana sobre regras infalíveis para conquistar uma pessoa….e eu concordei em gênero, numero e grau!

Conselhos do tipo “Seja indiferente às ligações do pretê para não parecer disponível”, ou “Ele anda antipático, faça um jantar romântico”, a pior de todas “Nunca deixe perceber que o jogo está ganho”….rs….e a mais hilária “Não vá para a cama no primeiro encontro”….Boa parte delas a realidade desmente, e sabe o que realmente funciona?

Para mim é encontrar alguém com as mesmas intenções que as minhas, com níveis de comprometimento parecidos…

Reciprocidade é o que vale, não faz ficar fazendo charminho com indiferença…cansa, inclusive!

Jantar romântico pro (a) amado (a) ficar mais ligadão?! Que tal quebrar paradigmas e convidá-lo (a) para andar de montanha-russa ou ver um filme de terror…vamos liberar mais substâncias que deixem nossos parceiros maravilhados!

E definitivamente precisamos excluir totalmente a receita clássica de que os joguinhos de sedução devem se mantidos na vida entre 02 pessoas. Viver diariamente na dúvida sobre sentimentos e entregas, do tipo que não se envolve demais porque, no fundo, acredita que é melhor “não ter” do que ter e perder. Queridos, precisamos abrir a guarda, dar sinais sim de carência, anseios e desejos e enganam-se  os que acham que causa desinteresse nas pessoas quando precisamos muito delas….Relações também existem para que possamos cuidar uns dos outros!

Transar ou não transar durante o primeiro encontro? Hahahaha… É possível que o amor verdadeiro surja quando as coisas começam com uma abordagem mais direta, quando as pessoas flertam, se envolvem sexualmente e depois constroem a relação…E jogue a primeira pedra, quem nunca cometeu este doce pecado! Rs

Vamos parar de perder tempo com regras que podem sair pela culatra e termos mais atitudes espontâneas e o principal entender de uma vez por todas que o AMOR duradouro é possível!

Eu estou esperando o meu, todos os dias e com alegria! Cheers!!!

2 respostas para “Mentiras de AMOR que nos contaram!”

  1. A palavra é essa mesmo: RECIPROCIDADE. Temos que procurar quem quer o mesmo que a gente, quem nos ame na mesma medida em que amamos. E vamos ser felizes na eterna espera! rsrsrsrsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *