Dica Cultural: 90 anos da Semana de Arte Moderna no Municipal

A partir desta semana começa festejos muito especiais na cidade, em comemoração aos 90 anos da Semana de Arte Moderna. E qual importância teve este evento para nós? Simples…a revolução iniciada com a Semana de Arte de 1922 mudou para sempre o panorama cultural brasileiro, e muitas das marcas dos principais participantes do movimento ainda são nítidas em SP. Só para citar alguns lugares; Teatro Municipal; o antigo Hotel de La Rotisserie Sportsman (Por onde circulavam muitos artistas), e hoje sede da prefeitura; Casa do escritor Mario de Andrade (Barra Funda), hoje uma oficina cultural do governo do estado.

E quem fazia parte desta turma? Hahahaha, somente os bons! Anita Malfatti, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Menotti Del Picchia e Tarsila do Amaral…conhecidos como Grupo dos Cinco…que se encontravam para trocar idéias, tomar absintos (rs) e discutir os rumos da arte brasileira…..

A partir do dia 15 terá operas, concerto, música de câmara e dança, no Teatro Municipal….e acontecerá até dia 26 de fevereiro. Serão duas óperas: Magdalena, de Villa-Lobos (uma encenação do Theatre du Chatelet de Paris de 2010 com direção musical e regência de Luís Gustavo Petri, dias 15, 17, 19, 23 e 25 de fevereiro) e Pedro Malazarte, de Camargo Guarnieri (direção musical e regência de Carlos Moreno e direção cênica e cenografia de Cleber Papa, dias 16, 18, 24 e 26 de fevereiro). Antes de Pedro Malazarte, que é uma ópera curta em um ato, o Balé da Cidade de São Paulo apresentará a coreografia de Lara Pinheiro para a Suíte Vila Rica, também de Guarnieri, acompanhado pela Sinfônica Municipal.

A comemoração seguirá no dia 25 com a apresentação do pianista Caio Pagano em um repertório que terá obras mostradas durante a Semana de Arte Moderna. Na segunda parte do programa, Pagano junta-se ao Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulopara interpretar o Quinteto op. 44 de Schumann.

A Orquestra Experimental de Repertório também participa da comemoração, no dia 26, em um concerto que terá regência de Jamil Maluf e solos do pianista Pablo Rossi. No programa, a fantasia para piano e orquestra Momoprecoce, de Villa-Lobos, além do Batuque, de Lorenzo Fernandez, e da Sinfonia popular nº 1, de Radamés Ganttali.

Os ingressos já estão a venda….portanto CORRAMMMMMMMMMMMMMM…!!! Dica cultural obrigatória!

Mais informações, clique aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *