Exposição Imperdível em SP: “Fernando Pessoa, plural como o universo”,

Para quem ama Fernando Pessoa, assim como eu, não deve deixar de presenciar a exposição “Fernando Pessoa, plural como o universo”, que está em cartaz no Museu da Lingua Portuguesa… Simplesmente é incrível! E detalhe para toda a tecnologia aplicada ao espaço expositivo…

É a primeira vez que o Museu tem uma exposição dedicada a um autor português… Trata-se de uma Mostra interativa – O visitante ouvirá seus poemas em cabines confortáveis, lá dentro você poderá levantar os braços, que em seguida (captado por um sensor) os poemas mudam… E à medida que você vai percorrendo o lugar, você irá encontrar uma espécie de fotobiografia do autor… Além disso, vídeos em loop, mesa de leitura para quem aprecia uma boa discussão… Ou melhor dizendo, um bom embate entre inteligências… rs

O passeio é recomendado para toda a família… Sem qualquer tipo de restrição, e a sensação poética que o lugar oferece nos trás leveza e consegue nos preencher…

Dentro de algumas curiosidades sobre a sua vida, inclui-se a famosa carta de amor que escreveu à sua amada, a Ofélia. É bonita porque fala de amor, mas ridícula, como ele mesmo considerava todas as cartas de amor!

Pessoas queridas convido todos a conhecerem melhor a grande Pessoa que foi Pessoa… Sua alma irá te agradecer! Beijos

E termino com uma fase linda dele: ” Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.”

PS – A exposição acontece de 24 de agosto de 2010 até 30 de janeiro de 2011

Curta e siga:

Dica Cinéfila da Semana”: “Enfim, Viúva”

Nada melhor que cineminha em um sábado à noite…principalmente se este for em boa companhia, que era o caso, e calhar em ser no meio de um feriado, que também era o caso, adoroooooo….caí bem e sem exageros, ficar em frente à uma tela no meio da multidão, nossa presença parece receber influência marcante, suave….porque alguns filmes podem mexer com a gente….quem nunca chorou em comédia romântica, que atire a primeira pedra?! E mais um deste gênero mexeu com os meu breus ontem…..

Foi lançado aqui em SP, o filme francês (2008) “Enfim, Viúva”, que basicamente trata a infidelidade da esposa com bom humor…O filme brinca com a vida dúbia de uma esposa vítima de um casamento de aparências.

Anne-Marie (Michele Laroque, dos ótimos “Minha Vida Em Cor-De-Rosa” e “O Aniversário”) é uma mulher prisioneira de um matrimônio infeliz. Mesmo com todo o conforto material proporcionado por seu esposo, um sistemático cirurgião, ela se sente infeliz. Faltam-lhe atenção, companheirismo e, principalmente, amor. A saída para a monotonia em que se encontra parece sair das páginas de “O Amante de Lady Chatterley”: um apaixonado caso extraconjugal com um rústico pescador.

Na boa eu adoro este tipo de abordagem….. “Eu te traio, porque amo outra pessoa”…..ao invés de querer queimá-la no inferno pela traição, eu torcia para que sua aventura amorosa, se transforma-se em uma história de verdade!

Destaque para a empregada da casa, que faz comentários hilários durante todo o filme! E uma cena divertida em que Anne e Leo tentam escrever um bilhete de depedida para o marido traído, nesse momento percebe-se um timming cômico entre o casal apaixonado!

Se você precisa ser motivada (o) por uma nova história de amor comum, que poderia estar acontecendo com a vizinha ai ao lado, veja Enfim Viúva e seu coração se encherá de ternura. Garanto! Beijão

Curta e siga:

Dica Cinéfila da Semana: Coco Chanel e Igor Stravinski

Ontem fui com a amiga/partner Juliana ao Preview do filme “Coco Chanel e Igor Stravinski”  que conta a estória do “affair” de Chanel com o compositor clássico Stravinski, na França dos anos 20.

Este filme é fantástico e não deixa qualquer imagem à duvida e diz a que vêm já a partir do título….é uma obra de detalhes…o filme ora é falado em russo, ora em francês e mostra muito sobre desejos temporários com toda intensidade….pessoalmente a decoração da casa de campo de Chanel, influenciou-me neste momento, porque estou decorando a minha futura casa…hahaha….aguardem os detalhes..e mais uma coisa, como a atriz francesa Anna Mouglalis é lindaaaaaaaa….de cair o queixo, literalmente! Alta e esguia, a mulher parece  que desfila na passarela o tempo tudo….e os vestidos que ela usa durante o filme, mesmo sendo década 1920, são de uma elegância, que só mesmo Chanel poderia nos oferecer…todos já sabem e isso não é novidade, eu sou fã dela!

Além da calorosa recepção na Prewiew, porque a noite estava bem fria, fomos recebidas com Chandon e pipoca…e no final ganhamos doces de tirar o fôlego…..tem como não amar um convite deste feito pela delicada Gloria Kalil?

Beijos e assistam esta história fantástica!

Anna Mouglalis e Mads Mikkelsen em cena do filme "Coco Chanel e Igor Stravinsky"
Curta e siga:

Sonho ou realidade? Descubra assistindo “A Origem”

Se vc não entendeu Matrix não perca seu tempo em assistir A Origem”…..rs….fazia muito tempo que um filme não me causava tanta surpresa…simplesmente saí do cine, literalmente de queixo caído e não somente pelas imagens do bonitão Leonardo Di Caprio, diga-se de passagem gatérrimo nesta película…

O filme foi feito para quem ama cinema de verdade e toda a sua complexidade, e claro com milhares de pitadas tecnológicas….deixa me pensar como posso escrever aqui a sinopse, sem estragar as multiplas surpresas que o público terá ao ver esta história: Don Cobb (Leonardo Di Caprio) é especialista em invadir a mente das pessoas e, com isso, rouba segredos do subconsciente, especialmente durante o sono, quando a mente está mais vulnerável.

As habilidades singulares de Cobb fazem com que ele seja cobiçado pelo mundo da espionagem e acaba se tornando um fugitivo. Como uma chance para se redimir, Cobb terá de, em vez de roubar os pensamentos, implantá-los. Seria um crime perfeito, mas nenhum planejamento pode preparar a equipe para enfrentar o perigoso inimigo que parece adivinhar seus movimentos. Apenas Cobb é capaz de saber o que está por vir.

Corram, fazia muito tempo que as telas não mostrava algo com tanta originalidade, vou de novo……e agora fica a duvida, sabe aquele seu sonho mais maluco, cheio de revoravoltas, lugares fantásticos etc…..será mesmo que foi sonho, realidade ou imaginação? Hahahaha neste filme você vai se identificar com todas estas sensações…..super recomendo! Beijão

Curta e siga: