6 hotéis ao redor do mundo para curtir a natureza quando tudo isso passar!

A ideia de oferecer hospedagem em áreas de selva ou atrativos naturais preservados, nunca fez tanto sentido como agora. O “novo normal” requer a fuga de grandes centros urbanos, como São Paulo, Nova York, Tóquio e tantas outras metrópoles mundo afora. Renovar as energias, envolto pela natureza, será mais do que essencial quando tudo isso passar para equilibrar a mente e o corpo. Mas onde encontrar aventuras longe de aglomerações?

Confira aqui 6 hotéis incrivelmente ‘isolados’ e perfeitamente seguros para uma viagem de bem-estar pós pandemia:

Cristalino Lodge, Brasil 

 Eleito um dos 25 melhores ecolodges do mundo pela National Geographic Traveler, o Cristalino Lodge é a pedida certa para se reconectar com o meio ambiente. Localizado no sul da Amazônia, na cidade de Alta Floresta, Mato Grosso, o hotel foi projetado em total harmonia com a natureza e está inserido em uma reserva particular com 11.399 hectares – uma área 30% maior que a ilha de Manhatann, nos Estados Unidos. No local, aliás, é possível avistar uma grande variedade de espécies de aves, répteis, insetos e mamíferos, como a Anta Brasileira, o caricato Tamanduá-bandeira e os simpáticos bicho-preguiça e a lontra. Isso sem falar na oportunidade de acordar com o som da natureza…

Botanique Hotel & SPA, Brasil

Localizado no Triângulo das Serras, confluência dos municípios de São Bento do Sapucaí, Santo Antônio do Pinhal e Campos do Jordão, o Botanique Hotel & SPA é opção para quem procura se desligar completamente do mundo exterior e aproveitar o silêncio absoluto que só as montanhas são capazes de presentear. O hotel ainda possui uma gastronomia de alto padrão desenvolvida pelo Chef Gabriel Broide, do Restaurante Mina, que prioriza alimentos frescos, ao melhor estilo “do campo para a mesa”. A modernidade do design é ideal para a mistura perfeita do moderno com o rústico.

O hotel, aliás, já está recebendo hóspedes e respeitando a todas as recomendações sanitárias propostas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Longitude 131, Austrália 

Alinhado entre as dunas antigas de Yulara e com uma vista privilegiada sobre a pedra de Uluru, uma das maiores atrações turísticas da Austrália, o lodge Longitude 131 reúne dezesseis pavilhões de tendas cuidadosamente projetadas para oferecer um verdadeiro santuário ao luxo. O mobiliário personalizado e a incrível paisagem predominantemente vermelha chamam a atenção dos hóspedes que observam o cenário do interior através de janelas do chão ao teto, relaxam em decks ao ar livre e dormem sob um cobertor de estrelas.

Klein’s Camp, Tanzânia 

No continente africano, o destaque fica por conta do ecolodge Klein’s Camp, na Tanzânia. O hotel faz parte de um santuário natural de 10 mil hectares de uma concessão outorgada por tribos Maasai, no Parque Serengeti. O empreendimento, a propósito, oferece vista privilegiada para a grande migração anual de gnus, zebras, e outros herbívoros e une safáris com luxo e conforto, além de promover o desenvolvimento sustentável, sem deixar impactos na região.

Clayoquot Wilderness, Canadá 

Às margens do Rio Bedwell, em British Columbia, o Clayoquot Wilderness buscou inspiração nos grandes acampamentos do século XIX para tornar a experiência dos hóspedes inesquecível. Com terapias holísticas, observação de ursos e baleias, aulas da chamada “cozinha moderna natural” e uma série de atividades ao ar livre, como a prática de rafting e tiro com arco, o lodge oferece uma verdadeira imersão à natureza. Destaque para as acomodações oferecidas pelo hotel, que estão inseridas em exclusivas tendas ultra confortáveis e equipadas com camas king size, lençóis de primeira linha, lareira e mobiliário completo.

Whitepod Eco Resort, Suíça 

Nem só de selva e savanas africanas vivem os lodges. Na neve também há opções, caso do Whiterpod Eco Resort, nos Alpes Suíços. Com acomodações “móveis”, o hotel é composto por quinze “pods”, que são uma espécie de tenda em forma de iglus e revestidas com lona. As acomodações apresentam 40m², movéis em madeira de reflorestamento, mantas de fibras naturais e uma excepcional janela com ampla vista sobre lagos e montanhas nevadas.

Curta e siga:

Conheça sete hotéis espetaculares com vinícolas ao redor do mundo.

Tendência mundial cada vez mais procurada, o turismo enogastronômico promove muitas experiências que vai além do vinho. Nessa toada, sugerimos cinco hotéis excepcionais e suas vinícolas sublimes, para uma jornada memorável no fantástico universo de Baco, enquanto se desfruta do conforto de uma hospedagem de luxo. Embarque em uma destes lugares, e seja feliz!

– Dalaire Graff, Stellenbosch, África do Sul

Famosa pelas suas incríveis savanas, repletas de animais fantásticos, como os incríveis leões africanos, zebras, girafas, elefantes e outros tantos bichos incríveis, a África do Sul esconde sob seus domínios uma outra faceta pouco conhecida do público em geral. Na cidade de Stellenbosch, a pouco mais de uma hora de carro da Cidade do Cabo, há um verdadeiro oásis para os apaixonados por vinhos. Construído por um bilionário inglês, o complexo Delaire Graff abriga em suas dependências uma vinícola de renome internacional – cujos clientes habitués são nada menos que Oprah Winfrey e o Sudão de Brunei – um charmoso hotel boutique e dois restaurantes de alta gastronomia. Isso sem falar no belíssimo cenário no qual o empreendimento está inserido, nas esculturas espalhadas pela recepção – parte da coleção do magnata dono do lugar, – e nos vinhos, é claro… 

– Les Sources de Caudalie, Bordeaux, França

Localizado no coração da região de Bordeaux, entre as vinhas do lendário Château Smith Haut Lafitte, o hotel Les Sources de Caudalie, o único Palace na região bordalesa e também único Palace francês em um vinhedo, oferece um grande atrativo para os enófilos de plantão: o primeiro SPA de vinoterapia do mundo. Uma vez no local, é possível desfrutar de tratamentos com cremes à base de vinho, uvas e sementes. Cabe destacar ainda a gastronomia local, já que o hotel oferece aos seus hóspedes e clientes três restaurantes incríveis, sendo um deles – o La Grand’Vigne – premiado com duas estrelas Michelin. Todos estão sob a batuta do chef Nicolas Masse e são ótimas sugestões para harmonizar os rótulos locais, que carregam uma tradição de mais de 650 anos com os pratos servidos.

– Vik, Chile

Queridinho dos brasileiros, o Chile alcançou o status de destino da moda no Brasil e vem fazendo jus à popularidade que conquistou. E uma das sugestões da Interpoint no país andino é a Vinícola Vina Vik & Puro Vik, uma das mais luxuosas de todo o Chile. A apenas duas horas de Santiago, a Vik não é uma simples vinícola. Ela é um conceito, que engloba design arrojado, hotelaria estrelada e a produtora de um dos melhores vinhos chileno. O hotel, aliás, guarda uma peculiaridade: cada quarto foi assinado por um artista renomado – em sua grande maioria chileno – e as acomodações oferecem janelas panorâmicas com vistas de tirar o fôlego para as vinhas, vales, bosques, montanhas e, claro, a Cordilheira…

– Relais II Falconiere & SPA, Cortona, Itália

Na velha bota, a sugestão é o imponente Relais II Falconiere, situado em uma esplêndida residência datada do século XIX, entre a Úmbria e a Toscana, na belíssima região de Cortona. Com vista para as vinhas, a casa, que foi perfeitamente restaurada, foi morada do poeta António Guadaglioni. Os quartos refletem a elegância simples, típica das vilas toscanas e estão espalhados por diferentes áreas do complexo, dando um toque extra de charme e sofisticação à hospedagem. Destaque para a gastronomia local, que é acompanhada por grandes vinhos, como os da casa Baracchi e suas vinhas e adegas, repletas de opções de inigualável sabor.

– Six Senses Douro Valley, Viseu, Portugal

Portugal é um charme só e os vinhos portugueses, na sua grande maioria, são magníficos. Mas nem só de Lisboa e Porto vive um roteiro focado no enoturismo pela terrinha. Para degustar os melhores rótulos que o país tem a oferecer é preciso esmiuçar ainda mais a pátria lusitana. E uma boa dica é o hotel Six Senses Douro Valley, no distrito de Viseu, próximo a cidade de Lamego. Premiado recentemente pelo Best of the Best do Virtuoso no quesito design, o hotel privilegia a calmaria local em seu projeto arquitetônico e filosófico. Cravado no alto da colina do Rio Douro e cercado pela natureza de todos os lados, a vista é incrível, sobretudo para os vinhedos. E por falar neles, não se esqueça de visitar a exclusivíssima adega do hotel, que conta com mais de 700 referências na Wine Library para entender melhor e apreciar um pouco mais os rótulos escolhidos

Curta e siga: