Conheça a intervenção fotografica CRAZY SAMPA!

crazy2

Trabalhos lindos merecem a nossa divulgação. Partindo da pesquisa Authentic Portrait, iniciada pela fotografa Bia Ferrer em 2009, CRAZY SAMPA é uma intervenção urbana fotografada e realizada na cidade de São Paulo. A colagem apresenta um território livre, que abriga todo tipo de gente e traz sempre uma combinação de dois elementos fundamentais: a empatia entre fotógrafo e fotografado.  Os modelos possuem idades e personalidades diversas, e por meio de suas vestimentas podem identificar os signos culturais de uma época e lugar.

As câmeras usadas são: uma de uso caseiro (cybershot) e a câmera de celular. O uso desse equipamento age aproximando muito mais artista e modelo, o que pode ser visto no estilo aparentemente informal das fotografias, que mostram a intimidade de relacionamento entre o fotógrafo e modelo.

No ato fotográfico, a artista provoca uma interrupção banal da vida cotidiana do modelo, fazendo com que a  participação dos mesmos seja evidente.  Eles recebem instruções sobre o projeto que os  desarmam e incentivam frente á câmera, criando assim uma cumplicidade análoga entre modelo e fotógrafo tendo a câmera funcionando como espelho. A escolha do ponto de vista é sempre a mais simples e neutra: fotógrafo e o modelo se olham diretamente.  

 Crazy 1

A escolha de desconhecidos é trilhada pela busca de elementos arquetípicos. As semelhanças, atitudes e os locais onde as pessoas são fotografadas nos habilitam a aplicar um raciocínio subjetivo áquilo que as une e as distinguem umas das outras.  A escolha de um momento, pessoa ou espaço específico é um traço importante do trabalho. 

Os gatilhos visuais confundem a expectativa e fazem com que o observador tente descobrir mais do fotografado pela sua aparência, levantando a  possibilidade de sabermos algo essencial da pessoa por meio da imagem fotográfica. 

O retrato de rua faz com que a imaginação gire em torno do modelo, alimentado pelas semelhanças e diferenças entre as imagens de uma única série com as ruas se tornando pano de fundo.As sensações e atitudes compartilhadas, assim como características peculiares aos grupos sociais , foram capturadas por este estilo fotográfico despreocupado, relevando assim alguns aspectos do comportamento social. 

Crazy3

A dinâmica mistura entre os retratos constrói uma narrativa e uma pesquisa internacional sobre a diversidade e as igualdades  compartilhadas entre a cultura contemporânea.

Quer saber mais sobre a artista Bia Ferrer? clique aqui!

Exposição da fotógrafa Bia Ferrer traz imagens da cena undergroud paulistana

E a próxima semana promete! SPFW, Dia dos Namorados, dia de Santo Antônio, em resumo; teremos dias desafiantes pela frente….e no meio de tudo isso, uma super exposição fotográfica da minha amiga, a talentosissina Bia Ferrer.

Ela mostrará um painel com 400 retratos, na Casa de Cultura Carlos e Diva Pinho, montado durante a Virada Cultural 2012, que ficará exposto do dia 11 a 19 de junho.

O projeto Authentic Portrait, foi iniciado em 2009, a partir de uma pesquisa sobre estilo e comportamento, e tem importância antropológica pois serve tanto como uma amostra da diversidade sócio-cultural presente nas grandes cidades como para o registro comportamental da geração que cresce na cena urbana atual.

Nas grandes cidades, onde se vive cada vez mais de forma individual e segregada, a rua é o único espaço comum, território livre habitado por todas as classes sociais, raças, idades. É na rua que Bia Ferrer encontra seus modelos. E é a forma como as pessoas decidem se mostrar para a câmera que importa.

Com uma câmera simples, de uso caseiro, a fotógrafa identifica alguma característica visual marcante e autêntica no seu modelo e orienta: Você tem três chances de se mostrar ao mundo! A provocação funciona como um espelho. Dos três cliques, a fotógrafa seleciona apenas um.

Para montar o painel de 20 metros de largura e 2 metros de altura durante a Virada Cultural 2012, a artista adotou a tradicional técnica do lambe-lambe, que sugere a retomada de uma atividade que foi superada pela facilidade tecnológica e pela pressa imposta pelos tempos modernos.

O acervo da artista reúne cerca de 5 mil imagens capturadas em São Paulo, São Bernardo, Rio de Janeiro, Bogotá, Cartagena da Índia, Santiago do Chile, Vina Del Mar, Valparaíso, Berlin, Amsterdan e Londres.

Gente bonita, fotografia e drinks…..vai perder?! Nos vemos por lá!!

SERVIÇO

Authentic Portrait – Bia Ferrer

Coquetel de abertura : 14/06/2012 as 19h

Data: de 11 a 19/06
Horário: das 10h às 18h
Local: Casa de Cultura – Carlos e Diva Pinho
Endereço: Rua Almirante Pereira Guimarães, 314 – Pacaembu
Telefone: (11) 3862-1925
Mais informações sobre Bia Ferrer: http://biaferrer.wordpress.com/