Dica cinéfila: Roma com Amor- Woody Allen

Para mim Woody Allen, mesmo em fase ruim, ele continua sendo bom! Se compararem seus últimos longas, com sua mais nova produção “Roma com Amor”, alguns poderão ficar decepcionados…felizmente não foi meu caso! Ok, ok, não foi seu melhor roteiro que fala sobre amor nas telonas, mas o filme está longeeeeeeeeeeeeee de ser uma história ruim!

O longa tem humor na medida, prazer com culpa, descontentamento, lindas paisagens da Capital Italiana, boas interpretações e o próprio diretor em cena…o que particularmente acho ótimo, pois sou fã das atuações de Allen, cuja presença é sempre marcante e inesquecível….afinal há quase meio século ele faz o mesmo papel, o dele mesmo! Rs

Atenção aos diálogos eficientes e engraçados dos atores, gente de peso of course está presente; Penélope Cruz interpretando uma prostituta; Alec Baldwin, um arquiteto (Ando gostando de suas interpretações em comédias românticas);  Ellen Page, atriz frustrada, entre outros.

Atenção aos personagens geniais; o tenor que só consegue cantar bem no banho e a história da fama pela fama, pontos hilários do filme…e que já vale as gargalhadas que certamente darão!

Enfim….Woody Allen é o Rei, ano que vem certamente outro filme será lançado e eu estarei lá mais uma vez para vivenciar o mundo deste grande diretor, sempre interessante e repleto de boas novas histórias!

Dá uma olhadinha no trailler;

Dica Cinéfila da semana: “Meia Noite em Paris”, de Woody Allen

Umas das melhores coisas do mundo para mim?….ir ao cinema……e ir ao cinema para ver filmes de Woody Allen é algo do tipo “sensacional”….eu adoro ele! E fomos ver “Meia Noite em Paris”…sua última façanha…..E o que eu achei? Incrível!! E mais incrível que a cada filme Allen nos surpreende cada vez mais com algo absolutamente inusitado…e isso é uma de suas características mais notáveis para mim, como cineasta!

O filme conta a história de um roteirista famoso de Hollywood, Gil Pender (Owen Wilson), que viaja a Paris com sua noiva, Inez (Rachel McAdams), e vive momentos únicos de adoração a cidade luz….

O roteiro surpreende, Woody Allen nos convida para uma brincadeira curiosa…..voltar ao passado…..uma viagem bem humorada e muito divertida……Adorei as locações do filme, Paris é uma cidade incrível….quem nunca foi, pleaseeeeeeeeeeeeeee…..Corrammmmmmmmmmm!!!!

O que mais gostei da história? A aproximação bem humorada com o mundo da arte, da literatura e da musica de uma maneira natural, porque de fato são manifestações para todos os humanos…e que não devemos criar astros em nossas mentes….porque eles podem ser um de nós…

O Ator fez o papel de forma impecável…..Owen Wilson nasceu para ele…..Ah e o final do filme é lindo……lacrimejei ….risos……Bem após ver “Midnight in Paris”eu saí de lá mais apaixonada por Paris, e mais apaixonada por Woody Allen….Vejam e sejam felizes! Beijos

Uma canjinha…o trailler

Dica de Filme: O novo de Woody Allen – “Você vai conhecer o Homem dos Seus Sonhos”

Amo Woody Allen… Do tipo, tenho quase todos os filmes na minha dvdteca… E quando se lança uma nova história produzida por este gênio, lá vamos nós conferir, e foi este o caso. Eu e Mara fomos assistir ontem (28/11) “Você vai conhecer o Homem dos Seus Sonhos”, que conta a história de dois casais: Alfie (Hopkins) e Helena (Jones) e sua filha Sally (Watts), casada com Roy (Brolin), abordando as suas paixões, ambições, ansiedades e, logicamente, suas insanidades…

Depois que Alfie deixa Helena em busca da sua juventude perdida com uma menina liberal chamada Charmaine (Punch), Helena abandona sua própria racionalidade e entrega sua alma para um vidente charlatão. Também infeliz no casamento, Sally desenvolve uma paixonite pelo seu elegante chefe, proprietário de uma galeria de arte, Greg (Banderas), enquanto o escritor de romances Roy aguarda ansiosamente resposta da editora para seu último manuscrito.

O que mais acho incrível nos filmes de Woody Allen é a sua capacidade de reciclar, inventar e surpreender… A história do filme não tem nada de novo, mas algo é certo, que se Allen não estivesse atrás das câmeras, o filme ficaria reduzido a clichês. Adorei os diálogos do filme… Foram tão humanos e tão reais… E todas as cenas se entrelaçam por sentimentos como o amor, a dor, a perda, a solidão e a felicidade.

Todos os personagens esperam que uma nova pessoa chegue em suas vidas, e este drama acaba sendo, nas mãos de Woody Allen, uma boa história sobre o amor… Corram para o cinema e dêem boas risadas… Beijos