Diò – a simplicidade da cozinha italiana.

Esta semana fomos conhecer mais um italiano da capital Paulista, o Diò, que no dialeto sardo significa “Deus”. Neste espaço da Vila Mariana você encontrará receitas afetivas de família italiana, mais precisamente de Bolonha, no Norte da Itália, cidade natal do chef que comanda a casa, Marcos Barbieri.

Iniciamos nosso jantar com o que de melhor a gastronomia italiana pode nos oferecer: seus embutidos! Eu simplesmente os amos! Ao ponto de querer comer em uma salumeria todas as noites que estive na Itália (risos), e não foram poucas! Parma, salame, copa, parmesão e gorgonzola fizeram parte desta tenra Tábua (R$43,00), tudo fresco e com cheirinho artesanal. Faria apenas uma correção, que suas fatias viessem mais fininhas, a gente mastiga mais facilmente e o sabor intensifica melhor na boca. Os pães que acompanhavam, de alecrim e italiano cascudo fizeram um ótimo dueto.

Ainda no menu de entrada fui agraciada com uma Saladinha de Pulpo (R$39,00). As delicadas fatias de polvo chegaram um pouquinho emborrachadas, eu sempre provo mais de uma para me certificar disso, e infelizmente o ponto de cozimento desequilibrou a maciez, mas o salsão que o acompanhava ajudava a deslizar melhor na boca o polvo. Quando se trata de frutos do mar, na menor falha se compromete o restante. Dei azar!

O menu de pratos principais tem muita receita tentadora, foi difícil escolher, então iniciamos com uma pasta fresca, Tortei Di Zucca (R$55,00), ravióli feito em casa com recheio de abóbora, farinha de amêndoas, leve toque de biscoito amaretti e flor de sal. Toda esta maravilha perfumada, levemente adocicada, artesanalmente macia, veio mergulhada em manteiga de sálvia, que deu o toque matador, cítrico e meloso necessário. Uma ótima escolha para quem deseja sair das receitas clássicas.

Também provamos o Risotto Di Polpo (R$85,00). Faltou visual estético no prato, que foi compensado pelo sabor, textura e boas conjunções de especiarias. Polvo com mascarponi é amor para uma vida toda. Adorei o arroz vermelho com que foi preparado o risoto, ele tinha um sabor mais intenso e uma textura diferente. O toque delicado das uvas aumenta a sinergia da garfada quando ela se apresenta. Um prato exótico e desta vez o polvo estava no ponto exato, divino, como deve ser!

Ainda tinha folego para uma sobremesa italiana, e como dispensar um Pudim de Pistache (R$29,00)? Eu só tinha comido na Itália e putz o daqui não decepciona! Aliás, nada que contém pistache me desaponta, o doce estava firme e cremoso, com o gosto inconfundível da castanha, adorei!

Eu adoraria ter um restaurante como este na esquina da minha casa, com um chef diretamente da fonte, que traz em seu menu uma pitadinha saudosa da comida das mamas e das nonas. Simples e gostoso, como deve ser a gastronomia!

Serviço

Diò Arte in Cucina
www.diocucina.com.br
Rua Borges Lagoa, 189, Vila MarianaSão Paulo – SP
Tel. 11 5084-2440
Email: diocucina@diocucina.com.br
Horário de funcionamento:
De segunda a domingo, das 12h à meia-noite. Abre todos os dias. Não muda o horário de funcionamento nos feriados.
Almoço executivo: das 12 às 16h, de segunda a sexta-feira.
Capacidade total: 100 lugares
Área externa: 20 lugares

 

Conferindo a temática Taverna Medieval, em São Paulo

Se você é fã dos vikings e de tudo que envolve a idade média, você provavelmente gostará de conhecer a Taverna Medieval, localizada na Vila Mariana, em São Paulo.

A casa abre apenas no final do dia (a partir das 18h), e a espera pode ser inevitável, principalmente nos finais de semana. Mas vá com o espírito aventureiro, e enquanto você espera, poderá se entreter com um arco e flecha que são oferecidos na entrada para quem quiser se atrever. A galera que trabalha por lá mais parece que saiu de um filme dos tempos de Rei Arthur, todos caracterizados e vivenciando seus personagens.  A Taverna possui dois andares, e todos os ambientes fazem referências a períodos distintos da Idade Média.

Mas o cardápio era o que mais me despertava curiosidade. Vale mencionar que cada receita é descrita com histórias e referências, então você saberá o quão medieval é cada prato do menu. Eu optei por um mix de tudo, do medieval ao mais moderno. Quando escolhia os pedidos da noite, fui entrando na vibe com uma dose de uma das bebidas mais antigas do mundo, o Hidromel Dwarfir (R$16,00), seco e adocicado. Surpreendi-me e finalmente entendi porque os celtas se embebedavam todas as noites (risos).

Iniciamos nosso jantar com Cebolas Recheadas (R$36,00). Elas foram empanadas com queijo mussarela e lindamente recheadas com pernil desfiado e relish de pimentão defumado. Eu adorei a perfeição estética da cebola, além de sua crocância. O recheio irretocável da carne suína só enalteceu a cítrica raiz. A boa dupla ainda foi agraciada com o molho agridoce que fez o contraponto interessante à receita. Adorei!

Outra composição interessante ficou por conta da Applebacon (R$32,00), uma rica porção para os amantes de bacon. Se você estiver distraído pensará que está comendo batatas, mas são apetitosas maçãs, que trazem doçura delicada à receita. Adorei a mistura da fruta com o bacon e cebolas refogados, uma explosão de sabores. Ah! Vale mencionar a baguete italiana deliciosa que vem junto, fresquinha e cheirosa!

E para os que buscam algo mais inédito ao paladar quando se trata de petiscos para se pegar com as mãos, sugiro as Azeitonas Empanadas de Sherwoodazeitonas verdes recheadas com patê de carnes e empanadas, um pedido obrigatório. Gostei da mistura de sabores e texturas que combinam perfeitamente bem com uma cerveja gelada!

Aqui é lugar para quem ama um bom hambúrguer, e o menu te dá várias possibilidades e variações incríveis. Eu experimentei o Cavaleiro Negro (R$29,00), para mim nada medieval, mas ricamente preparado: a carne bovina suculenta estava selada perfeitamente, juntamente com cheddar, bacon e cebolas caramelizadas sem excessos, que apenas conferiam mais complexidade ao sabor sem se sobrepor ao da carne. Amei o pão australiano na receita, trouxe equilíbrio.

Se você busca algo bem diferentão e mais “selvagem” aposte suas fichas no Bárbaro (R$38,00), um hambúrguer de javali, queijo caciocavallo, rúcula e relish de pimentão vermelho defumado no pão tradicional.  O hambúrguer possui o sabor peculiar da carne de caça, mas sua textura é macia e mais leve do que você supõe. O queijo que lembra o provolone em textura e sabor estava primoroso e se incorporou bem à receita. Ademais, a rúcula e o molho levemente apimentado deram frescor à receita e não interferiram na interface carne & queijo. Vale mencionar o pão macio, saboroso e que não “derrete” com o suco da carne.

Mas se você está buscando um confort food em forma de sanduíche e que te leve a tempos memoráveis, este pedido é inevitável e até seu nome é convidativo, o Camponesa Simples de nobre coração que vai todos os dias ao bosque recolher lenha (R$24,00). SIM, este é o nome do sanduíche feito com um delicioso e delicado pão de centeio, e que vem com farto recheio primoroso de pernil desfiado com salada de repolho roxo, que traz um colorido bonito à receita que mais lembrava os sanduichinhos que minha mãe fazia em nossos aniversários infantis. Esta receita é prova viva de que a comida desperta memórias afetivas, causando uma ótima sensação. E o sanduba de nome poético é uma delícia!

Também vale mencionar que os fãs de maionese por aqui têm vez, existe um cardápio exclusivo para os amantes deste molho.

E depois de toda esta miscelânea ainda deu tempo de provar uma das sobremesas mais aclamadas do lugar, o Pão de mel com especiarias, doce de leite e ganache (R$15,00), o pão estava bem macio e molhadinho e o recheio só enalteceu a velha e boa receita.

Aqui você será chamada de Milady e verá todo tipo de gente. Com um serviço sorridente, este é um lugar que poderia ser visitado de forma antropológica, mas que só pela comida já vale e muito. Divirtam-se!

Serviço:

Taverna Medieval
Endereço: Rua Gandavo, 456 – Vila Mariana – São Paulo/SP.
Reservas: 4114-2816.
Horário de funcionamento:
Terça a quinta-feira das 18h às 23h
Sextas e sábados das 18h às 1h
Domingos das 18h às 23h
Aceita todos os cartões de crédito.
Não aceita cheque e tickets.
Ar condicionado.
Acesso para deficientes físicos.
Estacionamento: Valet Park no local – R$ 23,00

Crédito Imagens: Roberto Salgado

 

1900 Pizzeria promove curso de pizza para crianças nas férias.

1900

Férias chegando e não sabe o que fazer com os filhos ?!? Bem a 1900 Pizzeria teve uma idéia genial e vai  realizar no dia 27 de julho, a edição “Mãozinha na Massa”, com dois horários de oficinas de pizzas especiais para crianças. O objetivo é introduzir de forma divertida o lado cultural contando a história da pizza, curiosidades, sua origem e transformações, além da história da 1900, que inaugurou em 1983 sua 1ª unidade na Vila Mariana.

As crianças de 05 a 14 anos terão a oportunidade de colocar a mão na massa para preparar sua própria pizza, desde a estruturação da redonda até a escolha dos ingredientes, colocá-la ao forno e levar para casa.  

1900 criancas  

As oficinas serão realizadas na unidade Morumbi nos horários da 13h30 e 15h00, com duração de aproximadamente 40 minutos cada. As inscrições custam R$ 80 por criança e são feitas pelo sitewww.1900.com.br/inscricao.

Os pais aguardarão seus filhos em uma área onde poderão acompanhar a oficina. No final, as crianças recebem um kit com ingresso para o Kidzania, além de ter sua foto publicada na página da 1900 no Facebook.

1900 Pizzeria – Mãozinha na Massa
27/07/2016 – quarta-feira
Horários: 13h30 | 15h

Local: 1900 Morumbi (Rua Doutor Fonseca Brasil, 282)
Valor: R$ 80
Vagas limitadas – 15 crianças (por horário).
Inscrições: www.1900.com.br/inscricao