Dica Cultural: Vik Muniz estréia hoje exposição “Relicário” em SP.

E hoje tem programinha cultural imperdível…..contaminada ainda pela vibe energética de Vik Muniz, desde que assisti o documentário “lixo extraordinário”….to louca para ver de perto, sua exposição que começa nesta terça (1), no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo

Vik relembra na mostra o início de sua carreira. A exposição reúne 30 peças produzidas entre 1988 (ano de sua primeira exposição individual) e 2010.

O trabalho inclui desde bonecos de bebês em recipientes de vidros cheios de água, como se estivessem conservados em formol (“Museum”), até um túmulo construído em potes de plástico e batizado com ironia de “Sarcophagus Tuppeware”. Mas a exposição não fica só no aspecto chocante. O humor e a delicadeza também aparecem.

Na série “Flora Industrialis”, Vik cataloga fotografias de flores artificiais confeccionadas em tecidos, arames e outras matérias-primas, com rigor científico, identificando o país fabricante e o tipo de material empregado.

A mostra também reúne um crânio com nariz de palhaço, uma ampulheta com um tijolo substituindo a areia, luvas de seis dedos, uma bola de futebol murcha, uma tocha carbonizada, uma pluma de mármore Carrara, uma mesa de bonsai e uma mala de mármore preto belga com alça de couro….ficou curioso, então corre pra lá!

Relicário

Quando: de 01/3 (abertura para convidados) a 24/4. Terça a domingo, das 11h às 20h
Onde: Instituto Tomie Ohtake (av. Faria Lima, 201, Pinheiros-SP. Tel.: 0/xx/11/2245-1900)
Quanto: entrada gratuita