Roteiro turístico de Santiago do Chile

Já foi a época que o Chile era considerado um destino apenas com boas estações de esqui e bons vinhos. Atualmente a capital do país mais comprido do mundo (4.329 quilômetros de extensão), Santiago do Chile vem despertando a curiosidade dos viajantes.

Antes mesmo de aterrissar você poderá se deparar com a primeira grande atração da cidade, a Cordilheira dos Andes. A paisagem irá lhe surpreender, e contemplar o mar de neve que se estende até a linha do horizonte é de uma sensação visual indescritível.

Santiago é uma cidade que foi feita para caminhar. Comece pelo Centro Histórico, mais exatamente onde o conquistador espanhol Pedro de Valdivia fundou a cidade, aos pés do Cerro Santa Lucia. Ao longo da subida há pequenas praças, mirantes e monumentos. Por lá você encontrará diversos casais enamorados, e segundo pregam as más línguas, metade das crianças de Santiago foram concebidas em seus jardins, na calada da noite. Mas é ao meio dia que o turista pode se surpreender! Todos os dias, tradicionalmente, um tiro de canhão é disparado.

Pertinho dali se encontram dois lugares que merecem nossa atenção: a Catedral Metropolitana de Santiago, onde os visitantes verão belos afrescos e esculturas lindíssimas; entre o Cerro e a Catedral, encontra-se a Biblioteca de Santiago. O prédio ocupa 22.000 metros quadrados, e o edifício de 1930 é considerado um monumento histórico da cidade.

Biblioteca de Santiago

Outro lugar imperdível é o Cerro San Cristóbal, uma extensão da cordilheira. No topo está o monumento da Virgem de La Inmaculada Concepción, que fica iluminada a noite inteira, e de lá se tem uma vista privilegiada da cidade. Para vivenciar melhor a experiência suba o cerro de funicular (uma espécie de bonde vertical). O lugar também oferece outras atrações: zoológico, áreas para piquenique, Jardim Botânico, Jardim Japonês, piscinas públicas e coffee shops, além de um teleférico que interliga as atrações.

Além dos parques, em Santiago há passeios pitorescos que valem a pena serem feitos a pé. No Centro, atrás da Igreja de San Francisco, estão duas ruas bastante charmosas: Rua Londres e Rua Paris. São ruas de pedras, sinuosas, com lampiões e casarões originais da época de sua construção. Um passeio muito romântico!

Um lugar indispensável também é o micro bairro Concha Y Toro, próximo à estação de metrô República, um recanto romântico e antigo centro social da cidade, onde morou um dos irmãos da família Concha Y Toro. Poucos quarteirões ao norte se encontra a Plaza Brasil, uma pequena praça arborizada muito freqüentada por estudantes, que ficam apenas observando os visitantes da praça passando e crianças que curtem os brinquedos-arte no meio da praça. É o centro do bairro. Em frente à praça está a Iglesia de La Preciosa Sangre, ex-convento histórico chileno.

Concha Y Toro

Em direção ao norte da cidade, se encontra a antiga residência de Pablo Neruda, La Chascona, atualmente um museu. O lugar está situado em uma rua sem saída, e cada aposento tem uma história fascinante. O local está cheio de objetos pessoais do escritor como quadros, louças, garrafas, presentes de amigos, a mesa onde trabalhava e uma biblioteca de fazer inveja. Mas atenção, as visitas são guiadas, portanto marque uma hora antes pelo telefone se não quiser esperar pela próxima turma disponível.

La Chascona

Os aficionados por Moda terão um lugar para chamar de seu ao visitar a capital chilena, o Museo de La Moda, que atualmente está no rol dos museus com os maiores acervos da história da moda no mundo. São mais de 10 mil peças entre roupas e acessórios, que vão desde o século XVI até hoje. É interessante saber que muitas roupas da princesa Diana estão no acervo do museu, inclusive seu vestido de casamento. Outra raridade na coleção é uma versão em seda do famoso vestido de Yves Saint Laurent inspirado em um quadro do pintor modernista, Piet Mondrian. No mundo, só existem dois em seda. O outro está no Victoria and Albert Museum. Vale ressaltar que o objetivo da instituição fundada por Jorge Yarur Bascuñan não é representar a moda, mas ser um legado cultural. Único herdeiro de uma das mais tradicionais e influentes famílias chilenas, ele quis realizar um antigo sonho de sua mãe: construir um museu com os objetos que colecionavam, na casa onde moravam, em Santiago.

Museo de La Moda

E por falar em moda, Santiago é um lugar atraente para quem quer fazer compras. Encontra-se de tudo, do mundo todo. E vale ressaltar um ato dos comerciantes do país: a nota fiscal é sempre entregue ao cliente.

Três centros comerciais da cidade que valem a visita

Parque Arauco Center. São cerca de 400 lojas, entre elas as três maiores lojas de departamentos do país, Falabella, Ripley e Almacenes Paris, que vendem desde marcas chilenas até grifes internacionais.

Mall Alto Las Condes é um shopping para os mais antenados e modernos, pois o lugar, apesar de gigante, é mais intimista e sofisticado. Por lá encontrarão a inglesa Top Shop, a loja de decoração argentina Morph, e a brasileira Ellus (com preços bem mais camaradas do que daqui, acreditem!), além das já citadas três lojas de departamentos.

Agora, se você quer mais artesanato, visite Los Dominicos. Trata-se de um antigo pueblo com dezenas de casinhas rústicas onde se vende uma quantidade expressiva de artigos locais. Além disso, o local possui floricultura, antiquários e pequenos cafés. Por lá encontrarão gente do mundo todo, e é um dos lugares mais agradáveis da cidade.

Los Dominicos

Gastronomia

Muitos viajantes incluem Santiago no seu roteiro de viagem por motivos gastronômicos, e estão cobertos de razão. A cidade possui uma infinidade de bons restaurantes, e desde que você esteja disposto a experimentar muitos pratos à base de frutos do mar, encontrará um bom motivo para visitá-los diariamente.

Vale à pena lembrar que no Chile você sempre beberá durante as refeições, e tenha certeza: qualquer vinho que experimentar durante este giro gastronômico será saboroso.

Os fumantes irão gostar desta informação: ainda não existe uma lei que proíba o fumo em locais fechados na capital, portanto os adeptos encontrarão em todos os restaurantes e bares locais uma área destinada exclusivamente aos fumantes, com arejamento conveniente.

Três lugares imperdíveis para os amantes de um bom giro gastronômico.

The Aubrey Restaurant. Para mim foi o melhor dos melhores nesta estadia, com decoração impecável e a comida de se ajoelhar. SUGESTÃO: Tire algumas horas para visitar este lugar. O restaurante está em um hotel boutique com ambientes incríveis. Sente-se em uma de suas mesinhas e peça um chardonnay bem geladinho!

Um dos mais aclamados restaurantes peruanos da cidade, o El Otro Sitio, tem uma decoração alegre e divertida, e abre para almoço e jantar todos os dias. SUGESTÃO: Embale sua noite peruana com o Pisco Sour da casa. Além de ser delicioso (fique atento ao alto teor alcoólico!), é servido em taças de cerâmica que são lindas e podem ser compradas!

Em frente ao El Otro Sitio com o amigo Patricio Villar

Já os mais aventureiros devem visitar o Mercado Central, pertinho do centro da cidade. Lá você encontrará todos os habitantes submarinos do mundo, e poderá prová-los em um dos restaurantes do local, todos especializados em pescados e mariscos. Almoce naquele que ocupa a maior parte do espaço, com a melhor localização para ver de camarote o vaivém dos fregueses, o restaurante Donde Augusto. O simpático dono está sempre por ali e sua esposa é quem comanda o fogão.

Mercado Municipal

Anos atrás Santiago recebia turistas que só pernoitavam na cidade e no outro dia já seguiam viagem em direção aos lagos, ao litoral ou às estações de esqui. Hoje, felizmente, já não é mais assim. A metrópole deixou de ser uma simples escala e hoje é destino de pessoas que estão dispostas a explorá-la e admirá-la. Portanto descubra Santiago do Chile e surpreenda-se!

Com o melhor companheiro de viagens- Marcos Geromini

Serviço

Catedral Metropolitana de Santiago– Região Metropolitana- Metrô Santa Ana
Biblioteca de Santiago– Av Libertador Bernardo O ‘Higgins (Alameda) 651.
Cerro de Santa Lucia– Av Bernardo O’Higgins, 499. Metrô Linha 1, Estação Santa Lucia
Cerro de San Cristóbal– Final da Av. Pio Nono, Bellavista
La Chascona– Rua Fernando Marquez de La Plata, 0192 (acesso pela Rua Constitución)- tel: 777-8741
Museo de La Moda– Vitacura 4562  Vitacura, Región Metropolitana.
Parque Arauco Center– Av. Kennedy, 5413.
Alto de Las Condes– Av. Kennedy 9001
Los Dominicos– Av. Apoquino, ao lado da igreja Los Dominicos- Fecha às segundas.
The Aubrey Restaurant– Rua Constitución, 317 – Barrio Bellavista
El Otro Sitio– Rua Antonia de Lopez de Bello, 53 – Barrio Bellavista
Mercado CentralSan Pablo, 967 – Centro- Diariamente das 7h às 16h

Comes & Bebes em Santiago do Chile

Em visita recente a Santiago do Chile tive a oportunidade de fazer um belo roteiro gastronômico. A cidade possui uma infinidade de bons restaurantes, e desde que você esteja disposto a experimentar muitos pratos à base de frutos do mar, encontrará um bom motivo para visitá-los diariamente. Os chilenos não são avessos à carne, mas a ela não é dado destaque. Uma pena, pois alguns dos melhores pratos que provei eram justamente destinados aos carnívoros! 

Vale a pena lembrar que no Chile você sempre beberá durante as refeições, e tenha certeza: qualquer vinho que experimentar durante este giro gastronômico será saboroso. 

Na primeira noite visitei o único indiano que você encontrará pela cidade, e já posso lhe adiantar, caro viajante, não ficará decepcionado! Trata-se do Majestic Indian Cousine, há 11 anos em funcionamento no Centro de Santiago, e agora com uma filial na área gourmet do sofisticado Mall Alto Las Condes. Lá você encontrará vários pratos típicos, mas com um toque sofisticado. 

Destaque para o Rogan Josh, cordeiro suculento cozido com cebolas, tomates e Garam Masala (pasta picante forte, mas não picante como uma malagueta) e as Lentilhas da Índia cozidas com manteiga e curry. Atenção a um detalhe importantíssimo: a maioria dos pratos desta casa possui quatro níveis de picância, portanto, se você tem sensibilidade à pimenta, sugiro que peça o número 1, SEMPRE! 

Rogan Josh e Lentilhas da Índia

No dia seguinte fui à Casa Lastarria, um daqueles lugares perfeitos para um almoço ao ar livre, com uma decoração de muito bom gosto e sem afetação. Tudo que experimentei foi maravilhoso: Ceviche Mixto, reineta (peixe típico do Chile, bem parecido com o nosso linguado) e camarões com palta (abacate) em leche de tigre (uma espécie de caldinho de feijão, só que na versão pescado). SUGESTÃO: Após terminar de comer o ceviche, tome o caldo do fundo da tigela acompanhado de uma dose de um bom pisco. Vale também mencionar a Plateada Al Jugo, corte de carne típico do Chile servido com purê rústico, mostarda e cebola assada. A forma como foi preparado este purê foi algo inédito para mim, e seu sabor um mistério agradável que levarei na minha memória até a minha próxima visita a Santiago. 

Plateada Al Jugo

Outra visita indispensável para os amantes de uma boa vida gourmet é o The Aubrey Restaurant. Para mim foi o melhor dos melhores nesta estadia, com decoração impecável e a comida de se ajoelhar. SUGESTÃO: Tire algumas horas para visitar este lugar. O restaurante está em um hotel boutique com ambientes incríveis. Sente-se em uma de suas mesinhas e peça um chardonnay bem geladinho! 

Provei uma entrada que achei uma das melhores feitas com frutos do mar que já experimentei na vida: Degustación por Tres, tartar de atum, ceviche de corvina e polvo regado ao azeite. Como prato principal prove o Tapapecho de Guagyu. Um corte do gado japonês aqui conhecido como Wagyu, que dá origem ao Kobe Beef, cozido por horas, que desmancha na boca e vem acompanhado de batatas com bacon e cebolas assadas. Muito saboroso e elegante! 

Degustación por Tres

Também indispensável conhecer é o Boudoir Restaurant Lounge Bar, recém-inaugurado na capital chilena. É o lugar ideal para um jantar romântico, pois sua decoração é muito chique e intimista. Além disso, oferece boa música e serviço atencioso. 

Na entrada delicie-se com o Pincho de Camarones, camarões salteados com alho e pimentões acompanhados de sour cream (creme azedo). Para os fãs de pollo, eu sugiro que experimentem o Poulet Basquaise, deliciosa preparação de frango marinado em especiarias locais e servido com risoto da casa. Para mim, uma das sobremesas mais reconfortantes desta viagem, com gostinho de casa, foi provada no Boudoir, o Pain Perdu. Um típico pain dulce francês embebido em um preparado leve de ovo, leite e canela e salteado na manteiga (parecido com nossas rabanadas natalinas) e servido com sorvete de baunilha. Uma delicia! 

Pain Perdu

Um dos mais aclamados restaurantes peruanos da cidade, o El Otro Sitio, tem uma decoração alegre e divertida, e abre para almoço e jantar todos os dias. O destaque da noite foi para a Empanada de Ceviche, uma entrada despretensiosa e deliciosa. Apesar de assada, o recheio não perdeu sua textura e sabor, enquanto a massa era fininha e leve. Mais uma especialidade peruana pela qual me apaixonei foi o Ají de Galinha: peito de frango com ají amarillo (é a pimenta mais utilizada no Peru, uma das bases da gastronomia do país) e cheese sauce. A combinação do molho de queijo com o frango desfiado é de uma maciez indescritível. Provem!

SUGESTÃO: Embale sua noite peruana com o Pisco Sauer da casa. Além de ser delicioso (fique atento ao alto teor alcoólico!), é servido em taças de cerâmica que são lindas e podem ser compradas!

 

Ají de Galinha

Um lugar imperdível para uma visita e um almoço rápido é o Mercado Central, pertinho do centro da cidade. Lá você encontrará todos os habitantes submarinos do mundo, e poderá prová-los em um dos restaurantes do local, todos especializados em pescados e mariscos. Almocei naquele que ocupa a maior parte do espaço, e que considerei a melhor localização para ver de camarote o vaivém dos fregueses, o restaurante Donde Augusto. O simpático dono está sempre por ali e sua esposa é quem comanda o fogão. Experimentei a famosa Parrillada do Mercado: 2 chuletas, 2 lombos suínos, frango e batatas cozidas. Nada de especial, mas como a maioria dos cortes é importada da Argentina, o certificado de garantia de qualidade é certo! 

Parrillada

Localizado em Bellavista, um dos bairros mais boêmios e gastronômicos da cidade, o Republicano é uma boa pedida para ouvir boa música e tomar alguns drinks. Ele está mais em evidência pelo astral e pela decoração do que propriamente pela comida, mas se a fome surgir, o restaurante de comida chilena oferece um cardápio com várias opções. Experimente as Empanaditas de queijo com champignon e a Hamburguesa Republicana, um hambúrguer caseiro com cebola caramelizada, alface, bacon e maionese da casa, acompanhado de batatas rústicas (pode ser comido em duas pessoas, acredite!).

Hamburguesa Republicana

E para encerrar o meu giro gastronômico em Santiago, visitei um lugar imenso, chamado Cosmopolitan, uma espécie de bar, restaurante, tapas e sushi. A Tabla de Pollo Tailandês (pedaços de frango salteados com leite de coco e curry tailandês picante) e a Bocatina de Carne (sanduíche em pão tipo ciabatta com carne, alface, tomate e maionese, servido com batatas bravas) foram os melhores acertos da noite. Já o sashimi com 12 cortes… Fuja! O salmão, embora seja um peixe típico da região, não estava fresco. E mais um detalhe: a comida japonesa em Santiago é caríssima, por isso melhor não arriscar e perder dinheiro com isso!

Bocatina de Carne

Alguns detalhes importantes

Aos domingos, boa parte dos restaurantes fecha em Santiago.

Os fumantes irão gostar desta informação! Ainda não existe uma lei que proíba o fumo em locais fechados na Capital, portanto os adeptos encontrarão em todos os restaurantes e bares locais uma área destinada exclusivamente aos fumantes, com arejamento conveniente.

Delícia suprema é a melhor denominação para as frutas chilenas, e elas estão espalhadas pela cidade toda. Não deixe de experimentar uma fruta bastante popular no Chile, a chirimoya. Eu voltei literalmente maravilhada com seu gosto e sua textura. O suco e os coquetéis elaborados com ela são muito saborosos. Não deixe de experimentar!

Durante sua viagem mais cedo ou mais tarde vocês descobrirão a palta, que nada mais é que o nosso conhecido abacate. Aqui ela é encarada como fruta, já no Chile é consumida como acompanhamento em sanduíches, molhos de saladas e pratos de alta gastronomia. Se entregue a esta novidade, é bem gostosa e dá um sabor levemente adocicado na comida. Adorei!

Outra especiaria que deve ser experimentada é o Pastel de Choclo, um prato muito típico do Chile. Trata-se de uma torta divina, criada pelos índios mapuches e modificada com ingredientes espanhóis. Ela é feita de massa de milho com leite, com recheio de carne e, por vezes, com um pedaço de frango, e você a encontrará em todos os espaços gastronômicos do Chile. Parabéns ao povo chileno que soube tão bem preservar esta iguaria.

Um lugarzinho que você deve dar uma passadinha é a Confiteria Torres. Aberta em 1879, é a pioneira na cidade e a segunda desse tipo mais antiga da América Latina. A entrada é imponente e é decorada com os móveis antigos originais. Os doces são saborosos e você também poderá almoçar por lá! Veja os horários de funcionamento antes de visitar, pois ela abre em horários fora dos padrões comerciais.

Comer é, sem dúvida, uma das principais diversões dos santiaguinos. A cidade atualmente é incluída por muitos turistas no seu roteiro de viagem por motivos gastronômicos, e depois desta viagem posso dizer que eles estão cobertos de razão. A experiência é incrível!

 

Serviço:

Majestic Indian Cousine
Santo Domingo, 1526 – Centro
www.majestic.cl 

Casa Lastarria
Rua José Victorino Lastarria, 70 – Barrio Lastarria
www.casalastarria.cl

The Aubrey Restaurant
Constitución, 317 – Barrio Bellavista
www.theaubrey.cl

Boudoir Restaurant Lounge Bar
Constitución, 97 – Barrio Bellavista
info@boudoir.cl

El Outro Sitio
Antonia de Lopez de Bello, 53 – Barrio Bellavista
http://www.elotrositio.cl/

Republicano Restaurant & Bar
Dardignac, 127 – Barrio Bellavista
www.restauranterepublicano.cl

Mercado Central
San Pablo, 967 – Centro
Diariamente das 7h as 16h
http://mercadocentral.cl/

Cosmopolitan
Avenida Brasil, 268 – Barrio Brasil 

Confiteria Torres
Alameda, 1.570 – Centro
http://confiteriatorres.cl/

Crédito Imagens: Marcos R. Geromini 

 

 

 

 

 

.