A 14º edição do Cine PE começa hoje em Recife

Dica imperdível para quem estiver em PE neste feriado….Começa hoje em Recife, o 14o Cine PE- Festival de Recife. Durante esta semana, o eixo do cinema brasileiro se desloca para Pernambuco, e o Centro de Convenções de Olinda, convertido em mega-sala de cinema, recebe o maior público do Brasil. São cerca de três mil espectadores por sessão.

Com homenagens previstas a Fernando Meirelles, Cacá Diegues e Ney Matogrosso, o Cine PE também promoverá oficinas (de roteiro, com José Roberto Torero; direção, com Jorge Bodanzky; e trilha sonora, com David Tygell) e outorga no final os prêmios Calunga. O troféu homenageia a boneca que é um elemento sagrado do candomblé da região.

Na abertura, Recife recebe Breno Silveira, fotógrafo convertido em diretor que iniciou com 2 Filhos de Francisco a onda de grandes êxitos de público da chamada ‘Retomada’. Conscientemente, ou não, Silveira refaz a trajetória inversa de Central do Brasil, de Walter Salles, no qual Dora (Fernando Montenegro) acompanha o garoto Josué (Vinicius de Oliveira) em busca do pai, no Nordeste.

À Beira do Caminho mostra o caminhoneiro João, interpretado por João Miguel, que recolhe o menino Duda (Vinicius Nascimento) e lhe dá carona até São Paulo, onde ele espera encontrar o pai. Dira Paes e Ângelo Antônio, que fazia o pai de Zezé di Camargo e Luciano em 2 Filhos de Francisco, completam o elenco principal.

A seleção privilegia documentários (sobre Jorge Mautner e gente que vive na estrada) e ficções. Boca é sobre um famoso bandido da Boca do Lixo, em São Paulo; Paraísos Artificiais trata de rave e drogas sintéticas; Corda Bamba baseia-se no livro de Lygia Bojunga; e Na Quadrada das Águas Perdidas tem um só ator em cena, Matheus Nachtergaele.

Uma exposição inédita vai mostrar como o cartunista Angeli vê o cinema brasileiro. Ele se inspirou no universo dos mais de 500 filmes patrocinados pela Petrobrás e criou 30 obras exclusivas, entre charges e tiras, que estarão no Cine-Teatro Guararapes, o palácio do festival.

Os concorrentes:

À Beira do Caminho, de Breno Silveira

Boca, de Flávio Frederico

Corda Bamba, História de uma Menina Equilibrista, de Eduardo Goldenstein

Estradeiros, de Sérgio Oliveria e Renata Pinheiro

Na Quadrada das Águas Perdidas, de Wagner Miranda e Marcos Carvalho

Jorge Mautner – O Filho do Holocausto, de Pedro Bial e Heitor D’Alincourt

Paraísos Artificiais, de Marcos Prado

Pernambuco – Terra Sagrada

Recife….terra de Manuel Bandeira, de Gylberto Freire, Alceu Valença e de minha sócia Cecília…eu tenho um super karma com pernambucanos…no bom sentido, é claro! A melhor empregada que tivemos em casa, a Cicera é pernambucana, a madrinha de meu irmão que se tornou minha e da Bia também, a Madrinha Lourdes era de lá….e a melhor sogra que tive na vida, a Alba…também…enfim e me sinto feliz por isso!

Conhecer Pernambuco, sempre esteve nos planos e para minha total surpresa eu gostei mais do que supunha….ir a Recife Antigo, ver as pontes que remetem Veneza é obrigatório…..Olinda então, nem ouse não visitar….a vista é lindíssima e prepare o bolso ir até lá e não adquirir objetos artesanais seria cometer um grande pecado! Rs…..Aproveite a visita nas ladeiras estreitinhas de Olinda e dê uma paradinha no restaurante “Oficina do Sabor”, e lamba seus dedos na saída…o lugar é divino e a comida dos deuses…

Agora de todos os lugares estranhos que fui neste mundo de meu Deus….A oficina de Brennand, com certeza ganha disparado, lugar único no mundo, garanto! Trata-se de um lugar imenso e original, onde as obras do artista se associa a arquitetura para dar forma a um universo curioso e inusitado…quem for a Recife e gosta desta mistura de arte e arquitetura, putz vai se esbaldar e se surpreender bastante…e por fim Porto de Galinhas, é meio manjado do tipo cheio de turistas, mas tive sorte…..e nadar no Pontal do Macaraípe foi uma sensação incrível, me sentia a própria sereia do Nemo…hahahahaha…….bem aquela velha historia, ser viajante é uma das melhores coisas da vida…portanto se ficou com vontade, pegue a mochila e visite esta terra sagrada…..ahhhhhhhh a companhia de Juliana, Cecília foram fundamentais para os meus momentos felizes!

Beijãooooooooooo