Bola de futebol ganha homenagem em exposição na Oca

E este mês a Copa do Mundo é o assunto da vez! E o país oferece não somente aos gringos, mas para nós torcida brasileira vários eventos que vão rolar em paralelo com os milhares de jogos tensos que teremos pela frente….rs

Um dos eventos bacanas e que vale a pena conferir está rolando na Oca do Ibirapuera, em SP, a mostra “O Artista e a Bola”, reúne mais de 80 obras de artistas renomados do mundo inteiro.

Thomie Othake
Thomie Othake

A ideia inicial foi reunir obras que prestam homenagem ao futebol, mais especificamente a bola, protagonista central para uma boa partida no gramado.

Entre os artistas selecionados para mostra estão Lygia Clark, José Rezende, Waltércio Caldas, Thomie Othake, Adriana Varejão, Alex Flemming, Geraldo de Barros, Mira Schendel, Carlito Carvalhosa, entre muitos outros.

Leda Catunda
Leda Catunda

A exposição é voltada para a forma da bola, sem relação com o jogador de futebol, como ocorreu em outras exposições realizadas sobre o tema.

E o resultado são trabalhos fantásticos! Dá uma conferida e  vamos firme rumo ao Hexa!

Dica Cultural: Vik Muniz estréia hoje exposição “Relicário” em SP.

E hoje tem programinha cultural imperdível…..contaminada ainda pela vibe energética de Vik Muniz, desde que assisti o documentário “lixo extraordinário”….to louca para ver de perto, sua exposição que começa nesta terça (1), no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo

Vik relembra na mostra o início de sua carreira. A exposição reúne 30 peças produzidas entre 1988 (ano de sua primeira exposição individual) e 2010.

O trabalho inclui desde bonecos de bebês em recipientes de vidros cheios de água, como se estivessem conservados em formol (“Museum”), até um túmulo construído em potes de plástico e batizado com ironia de “Sarcophagus Tuppeware”. Mas a exposição não fica só no aspecto chocante. O humor e a delicadeza também aparecem.

Na série “Flora Industrialis”, Vik cataloga fotografias de flores artificiais confeccionadas em tecidos, arames e outras matérias-primas, com rigor científico, identificando o país fabricante e o tipo de material empregado.

A mostra também reúne um crânio com nariz de palhaço, uma ampulheta com um tijolo substituindo a areia, luvas de seis dedos, uma bola de futebol murcha, uma tocha carbonizada, uma pluma de mármore Carrara, uma mesa de bonsai e uma mala de mármore preto belga com alça de couro….ficou curioso, então corre pra lá!

Relicário

Quando: de 01/3 (abertura para convidados) a 24/4. Terça a domingo, das 11h às 20h
Onde: Instituto Tomie Ohtake (av. Faria Lima, 201, Pinheiros-SP. Tel.: 0/xx/11/2245-1900)
Quanto: entrada gratuita