Casa do Chef: Gastronomia Lusitana delicada e ótimos vinhos.

Esta semana voltamos a um dos restaurantes da Zona Sul que mais me encanta, a Casa do Chef, comandada pelo chef português Eduardo de Castro.

Todo o ambiente do lugar, que está aberto desde junho de 2018, traz consigo conforto e hospitalidade. A casa portuguesa abriga 130 lugares, além de um empório lindo e um lounge na área externa que vale muito conhecer, principalmente em dias quentes. Espaço onde passei uma das melhores tardes neste inicio de ano pós férias.

Você notará uma mistura simpática de Brasil, Portugal e Espanha, seja no décor, na adega (criada com extremo carinho pelo chef, que é um apaixonado por vinhos) ou no menu. Neste, muitas receitas clássicas ibéro-lusitanas: peixes frescos, frutos do mar e bons acompanhamentos.

Iniciamos nossa degustação com as entradas mais requisitadas da casa, o Bombom de alheira (R$70,00- 6unidades) e os Bolinhos de Bacalhau (R$70,00- 6 unidades). Honestamente eu nunca curti muito o sabor intenso da alheira, mas a preparada aqui é uma daquelas raras exceções: crocante por fora, o enchido defumado foi deliciosamente executado com amêndoas, mel e endívia, ingredientes que suavizaram e bem o sabor da pasta contida em seu interior. Bravo! O mesmo vale para o bolinho de bacalhau, o que costuma ser insosso para mim virou “ouro” na minha boca. Toda esta sensação inédita foi provocada pela crocância e maciez desta entrada tãp adorada pelos portugueses e brasileiros. Adorei!

Outra entrada indispensável do Chef foi o Arroz Cremoso com Camarão (R$160,00), que primor! Todo o crustáceo foi cuidadosamente posto sob um delicioso e delicado arroz cremoso, que estava com a textura e o sabor que beiravam a perfeição. Além disso, um camarão com um rosáceo sadio, um perfume sedutor e uma maciez absurda. Uma das principais premissas de Eduardo é que seus frutos e peixes sejam de primeira linha, e nesta receita eu senti profundamente esta filosofia. Fãs de camarões não devem dispensar.

Fãs de bacalhau não devem perder o Bacalhau a posta Bras (R$162,00). Que elegância de prato! Tudo colocado com esmero, peixe macio, fatias delicadas e de sabor tímido. Os ovos e as batatas portuguesas deram colorido e sustância. Só comi parecidos em Portugal. Se é fã deste peixe, vemmmmm!

E de sobremesa não dispense o Mousse de Chocolate (R$28,00). Você pode até ver outras receitas diferentes para o seu grand finale, mas volto a repetir, não dispense o mousse, principalmente os chocólatras! Feito com chocolate meio amargo, creme de leite fresco e amoras, eu comi quase ajoelhada, que cremosidade e textura. Sem exagero, este mousse entrou para os top 3 da minha vida!

Lugar com clima bom, chef supersimpático, boa comida, preços que fazem jus ao que é consumido. Única coisa chatinha é a distância do lugar, mas sugiro que insista na visita, valerá cada segundo este agradável passeio.

Serviço

Casa do Chef Eduardo de Castro
Endereço

Rua Marechal Hastinfilo de Moura , 233, Morumbi – São Paulo
Telefone
(11) 2528-0175
Horário de funcionamento
Terça a sexta: 12h às 15h30 e das 18h30 às 23h
Sexta e sábado: 12h às 16h e das 18h30 a 0h
Domingo: 12h às 17h

Credito Imagens: Roberto Salgado

Especial Giros: Rio de Janeiro e seus encantos gastronômicos.

E sempre será prazeroso conferir novos lugares para se “cariocar” na Cidade Maravilhosa. Estive por lá recentemente para curtir a cidade, mas sempre de olhos abertos às novas tendências gastronômicas deste lugar tão especial, que há anos já vem despontando como um dos melhores recintos para se vivenciar experiências gourmets únicas.

Desta vez fomos desbravar quatro restaurantes, nos quais os chefs nos revelam, a cada receita, uma nova forma de sentir paladares inéditos.

Dá uma olhadinha e não dispense uma destas visitas em seu novo tour pelo Rio de Janeiro. Enjoy!

Escama

Toda vez que vou ao Rio, faço questão de conferir a cozinha do chef Ricardo Lapeyre, que sempre me faz muito feliz e nesta temporada não foi diferente. Fomos conhecer seu novo restaurante, o Escama; um lugar clean, arejado, dedicado aos comensais que amam receitas de peixes frescos e frutos do mar, tudo absolutamente autoral. Segundo o próprio chef tudo é trazido ao restaurante diariamente e o menu vai se adaptando conforme as estações do ano. Não descarte a Primeira Onda (R$48,00 duas pessoas), onde o chef reúne pãezinhos de fermentação natural com manteiga de crustáceos, salada de tomate assado com quinoa, escabeche de anchova e conservas de mexilhões, que aparecem em latinhas de sardinhas. Uma delícia!

Como prato principal o comensal pode optar pelo pescado — as opções variam diariamente, de acordo com a disponibilidade — com guarnição, por valores a partir de R$ 65,00, ou experimentar um dos pratos fixos no menu. No dia que eu visitei o lugar, fui agraciada com um belíssimo Peixe vermelho (R$94,00), com arroz frito de cogumelos (R$24,00). Comi quase que ajoelhada pela graça de provar um dos melhores peixes que comi em terras cariocas.

Dica para um final feli:  prove o Creme caramel pistache (R$ 32,00).

Lugar imperdível!

Rua Visconde de Carandaí, 5, Jardim Botânico, 3042-3097 (60 lugares).  18h/23h (sáb. 12h/16h e 18h/23…

Babbo Osteria

Visitar o primeiro restaurante solo do chef Elia Schramm é obrigatório para os amantes da cozinha italiana contemporânea. O lugar está localizado no burburinho de Ipanema e situado em um belíssimo casarão, dotado de dois salões com diversos objetos garimpados e fotografias antigas que dão um tom intimista.

Iniciei minha maravilhosa experiência com o sensacional Cannoli al Gamberi (R$42,00), rolinhos crocantes recheados de salada de camarão, aipo, maçã verde e limão-siciliano. Outra maravilha para compartilhar é a Parmigiana Di Melanzane (R$29,00), leve, saborosa e com um molho de tomate irresistível.

As massas Pappardelle com ragu de carne custam (R$ 67,00). De sobremesa, o pistache & limone (R$ 36,00), à base de massa choux, creme de pistache, caramelo salgado e creme inglês de limão-siciliano, garante o grand finale.

Dica valiosa: tente ir no primeiro horário de abertura da casa, a fila para o jantar é inevitável e não aceitam reservas.

Rua Barão da Torre, 632, Ipanema, 3197-2801 (105 lugares). 12h/16h e 19h/23h (qui. jantar até 0h; sex. e sáb. jantar até 1h; dom. 12h/18h).

Sushi Bar Zona Sul

Entre um programa e outro tivemos a oportunidade de conhecer um dos sushi-bares do supermercado Zona Sul, que inaugurou este espaço de gastronomia japonesa no Jardim Botânico para levar mais uma experiência interessante aos seus clientes que por ali passam. Quem comanda o balcão é o chef Carlos Ohata, juntamente com sua equipe de sushigirls.

Entre o menu que promete encantar os comensais, o Sushibar oferece entradas como a Seaweed Salad, uma saborosa saladinha de alga Wakame temperada com molho especial de gergelim (R$ 23,00), o Ceviche de peixe branco e salmão servido com o tradicional leche de tigre oriental e crisps de milho torrado (R$ 36,00), as ostras frescas ao molho ponzu com ovas por cima (R$ 29,00 – 4 unidades) e as ostras empanadas com o apimentado spicy mayo (R$ 25,00).  

Outras boas opções são o Tuna Tataki, um perfeito tartare de atum temperado com cebolinha, cebola roxa, alho-poró e coberto por ovas ao molho ponzu spicy (R$ 38,00); o o Tonkatsu, macio lombo de porco crocante empanado na farinha panko (R$ 31,00) e o Rock Shrimp Tempura, são cubos de camarões empanados crocantes com molho Teriyaki laranja (R$ 41,00).  

O comensal ainda terá Omakase (R$ 99,00) com o que há de mais especial entre os sushis como vieira, foie gras e barriga de salmão e codorna e o Sushi Skin Especial feito com pele de salmão grelhada envolto de salmão e Teriyaki por cima, fecham o menu especial do chef.  

Endereço: Rua Pacheco Leão, 16 – Jardim Botânico -Horário: segunda à sábado das 11h às 22h. Domingos e feriados das 11h às 20h 

Gajos D’Ouro

Só de lembrar deste restaurante já me dá vontade de pegar o primeiro avião para o Rio de Janeiro. Um lugar super charmoso e com um serviço impecável; o Gajos D’ Ouro proporciona uma experiência refinada, farta e intensa da cozinha portuguesa como há muitos anos eu não vivenciava. No amplo menu você encontrara de tudo que esta rica gastronomia oferece: pratos à base de arroz, as açordas, as marinadas de caça, os frutos do mar e é claro o bacalhau: presente de mil formas, seja assado, frito, desfiado, empanado ou refogado.

Se você ama um bom Couvert (R$42,00 por pessoa) com tudo que tem direito, o daqui não irá te decepcionar: croquetes de carne, queijos da serra derretidos, bolinho de bacalhau, azeitonas e pãezinhos diversos, esta entrada convidativa já é quase uma refeição, aliás vale mencionar, que por aqui tudo é muito farto, fresco e colorido. Aposte também em uma de suas saladas gourmetizadas; a minha feita de Rúcula com pera, gorgonzola, nozes e mel trufado (R$60,00), estava incrível e leve, perfeita para um almoço carioca.

Prato principal aposte no Polvo à Lagareira (R$178,00), que foi preparado de forma impecável e na versão do Bacalhau à parmegiana de queijo da Serra e purê de aipim (R$160,00). E se você ainda tiver fôlego, as sobremesas são apresentadas em bandejas que vão à mesa para que o cliente faça sua escolha. São ovos nevados, siricais, toucinho do céu, rocambole de laranja e ovos moles de aveiro, finalizando maravilhosamente sua experiência gastronômica afetiva.

No Gajos você terá a impressão, sem exageros, que, talvez, nunca precisará ir a Portugal para se deliciar com a gastronomia lusitana. Quero voltar!

Rua Presidente de Morais, 1008, Ipanema
Tel: (21)3449-1483

Casa do Chef: Boas histórias e ótimas receitas com peixes e frutos do mar!

Esta semana fomos até a Zona Sul da Capital Paulista para conhecer um restaurante sobre o qual eu tinha muita curiosidade, a Casa do Chef, comandada pelo chef português Eduardo de Castro.

Todo o ambiente do lugar, que está aberto desde junho de 2018, traz consigo conforto e hospitalidade. O espaço abriga 130 lugares, além de um bar de tapas e um lounge na área externa que vale muito conhecer, principalmente em dias quentes.

Você notará uma mistura simpática de Brasil, Portugal e Espanha, seja no décor, na adega (criada com extremo carinho pelo chef, que é um apaixonado por vinhos) ou no menu. Neste, muitas receitas clássicas ibéro-lusitanas: peixes frescos, frutos do mar e bons acompanhamentos. Durante todo o jantar a impressão foi que eu estava em um restaurante da saudosa Galícia, e isso me encheu de ternura e boas lembranças palatinas.

Iniciamos nossa degustação com as entradas mais requisitadas da casa, o Bombom de alheira com amêndoas, mel e endívia (R$60,00) e os Bolinhos da Serra (R$70,00). Honestamente eu nunca curti muito o sabor intenso da alheira, mas a preparada aqui é uma daquelas raras exceções: crocante por fora, o enchido defumado foi deliciosamente executado com amêndoas, mel e endívia, ingredientes que suavizaram e bem o sabor da pasta contida em seu interior. Bravo! O mesmo vale para o bolinho de bacalhau, o que costuma ser insosso para mim virou “ouro” na minha boca. Toda esta sensação inédita foi provocada pelo recheio feito com queijo da Serra, que simplesmente criou uma luz sinergética em torno deste bolinho. Adorei!

Outra entrada indispensável do Chef foi o Camarão de Angra (R$70,00). Bixo, que primor! Todo o crustáceo foi cuidadosamente posto sob um delicioso e delicado creme de manga, que estava com a textura e o sabor que beiravam a perfeição. Além disso, cada camarão estava com um rosáceo sadio, um perfume sedutor e uma maciez absurda. Uma das principais premissas de Eduardo é que seus frutos e peixes sejam de primeira linha, e nesta receita eu senti profundamente esta filosofia. Fãs de camarões não devem dispensar.

Fãs de bacalhau não devem perder o Bacalhau da Mena (R$120,00). Que elegância de prato! Tudo colocado com esmero, o diferencial deste peixe foi que o ovo cozido virou espuma, trazendo delicadeza para o paladar e o tartufo feito com azeitonas pretas fez um contraponto interessante com o peixe macio e de sabor tímido. Os brócolis e as batatas deram colorido e sustância. Só comi parecidos em Portugal. Se é fã deste peixe, vemmmmm!

Outra receita que eu amei foi o Bife à Moda do Porto (R$65,00). Farto filé mignon com finíssimas fatias de jamón. O molho feito à base de café faz a liga com todo o resto, trazendo um energético sabor à boca. Eu adorei a combinação das texturas e dos sabores, café devidamente utilizado em receitas cai bem com tudo nesta existência. Se você estiver buscando novas leituras para seu filé, vem experimentar esta receita criada em Porto. Fantástica!

E de sobremesa não dispense o Mousse de Chocolate (R$30,00). Você pode até ver outras receitas diferentes para o seu grand finale, mas volto a repetir, não dispense o mousse, principalmente os chocólatras! Feito com chocolate meio amargo, creme de leite fresco e amoras, eu comi quase ajoelhada, que cremosidade, e o creme de goiaba que vem junto causa explosão de sabores. Sem exagero, este mousse entrou para os top 3 da minha vida!

Lugar com clima bom, chef supersimpático, boa comida, preços que fazem jus ao que é consumido. Única coisa chatinha é a distância do lugar, mas sugiro que insista na visita, valerá cada segundo este agradável passeio. Quero voltar!

Serviço

Casa do Chef Eduardo de Castro
Endereço

Rua Marechal Hastinfilo de Moura , 233, Morumbi – São Paulo
Telefone
(11) 2528-0175

Horário de funcionamento
Terça a sexta: 12h às 15h30 e das 18h30 às 23h

Sexta e sábado: 12h às 16h e das 18h30 a 0h
Domingo: 12h às 17h

Crédito Imagens: Roberto Salgado

 

Festival da Sardinha na Brasa acontece no Rancho Português

Você é um daqueles fanáticos por sardinha? Então um dos melhores lugares para provar a tal especiaria aqui na Capital Paulista, no Rancho Português, está com um festival imperdível para os adoradores deste peixe que é considerado, uma das mais gostosas tradições da culinária lusitana. Sem contar que o evento já é sucesso há anos!

O 20º Festival da Sardinha na Brasa acontece nos próximos dias 23 e 24/11 (sexta-feira e sábado), a partir do meio dia, na Vila Olímpia. As sardinhas serão grelhadas na calçada com bastante sal grosso e servidas à vontade com batatas ao murro e broa de milho. Nas últimas edições dava para sentir o seu cheirinho por todo quarteirão! Além disso, você pode aproveitar a visita e experimentar outras delicias na gastronomia portuguesa, o pessoal aqui é especialíssimo no assunto!

Pelo valor de R$89 por pessoa, você terá direito a meia garrafa de vinho português da casa tinto ou branco.

As reservas podem ser feitas pelo tel. (11). 2639-2077.

Ë imperdível minha gente!

Serviço
Rancho Português

Avenida Dos Bandeirantes, 1051, Vila Olímpia. Tel: 2639.2077.