Dalmo Bárbaro: comida caiçara no Itaim Bibi

Fomos conhecer o Dalmo Bárbaro aqui em São Paulo, lugar perfeito para os apaixonados por frutos do mar e peixes, e que desejam uma experiência beira-mar, mesmo estando aqui na Capital Paulista. Todos os pratos do menu são elaborados com produtos que vêm de fornecedores artesanais dos litorais brasileiros e chegam frescos ao restaurante a cada dois dias. Para harmonizar com os pratos, o menu inclui uma carta com aproximadamente 100 rótulos diferentes de vinho.

 

Iniciamos nosso almoço na varanda com entradinhas tipicamente caiçaras: Casquinha de Siri (R$28,000 e Lulas empanadas (R$59,00). Embora as apresentações sejam pouco elaboradas, as porções são fartas e muito saborosas.

Adorei o Peixe a Belle Meuniere (A partir de R$130,00), filé de pescada Cambucu grelhado com camarões ao molho de alcaparras na manteiga e champignon. Acompanha batatas sotê. A textura delicada do peixe com o molho levemente amanteigado e picante da alcaparras seduz, e todas as garfadas eram deliciosamente macias. Só que mais uma vez senti falta de um visual mais atraente ao prato.

Também provei o Arroz de frutos do mar (A partir de R$97,00) Arroz com camarão, polvo e lula ao molho de tomates frescos. Uma delícia, para mim é o comfort food da comida caiçara. Arroz soltinho e crustáceos em excesso, como deve ser!

 

Comida que nunca sai de moda, serviço gentil e ambiente fresco e descontraído, tanto que os animais de estimação são bem vindos. Vale a visita!

SERVIÇO – RESTAURANTE:

Endereço: Rua Gironda, 188 – Itaim Bibi – São Paulo – SP
Telefone: (11) 2985-4002
Horário do restaurante: Ter., Qua. e Dom. – das 12h às 17h / Qui., sex. e Sáb – das 12h

Taioba: Peixes frescos e preços sensatos!

Quando você estiver no Litoral Norte, um dos lugares obrigatórios para se conhecer um pouco mais a gastronomia caiçara, será o restaurante Taioba, chefiado pelo Eudes Assis. Localizado no sertão de Camburi, o lugar exterioriza brasilidade em cada mesa e em cada detalhe. Um salão onde a boa comida prevalece de forma simples e colorida.

 

Iniciamos o almoço com o famoso Bolinho de Taioba (R$24,00), receita autoral e uma das mais solicitadas pelos visitantes. Para quem não sabe a folha levemente amarga, é abundante nessa região. A cada mordida seu sabor me remetia ao espinafre, recheio cremoso, úmido com textura leve e crocante. Um aperitivo indispensável.

Outra entrada interessante com cara de praia e verão é o Ceviche (R$38,00) feito com peixe pargo, regado com leite de tigre, laranja, cebola roxa, taioba e chips de banana. Belíssima apresentação, peixe fresco e fatiado com maestria e uma mistura interessante de sabores frescos, cítricos, picantes na dose certa das pimentas e da cebola.

Antes do prato principal tive a chance de provar um shot de Siri (R$12,00) com pimenta, dedo de moça e coentro. Caloroso, digestivo, que incitou o meu palato a curiosidade pelo prato principal.

O melhor estava por vir e foi na receita de Frutos do mar com arroz negro e creme de açafrão (R$92,00) que pude sentir toda a potencialidade da cozinha do Taioba. Esta receita confere refinamento e ao mesmo tempo comida com sabor de mar. Crustáceos frescos e tenros “explodiam” em minha boca de um jeito muito delicado, seus acompanhamentos só davam equilíbrio ao prato. Meu preferido desta experiência!

 

A sobremesa não foi o forte de minha experiência, mas se quiser aposte no Banoffee de banana (R$22,00). Gostoso, mas o creme estava congelado e com isso se perdia a textura e o sabor característicos deste doce. Se tivesse tempo o teria deixado derreter e assim teria aproveitado mais.

O Taioba é um oásis de comida caiçara bem-feita a preços justos. Além disso é um lugar agradável e com serviços gentis. Vale muito a visita!

Taioba Gastronomia:

 Rua Tijucas, 55 (a Estrada do Sertão de Camburi), Camburi, São Sebastião (SP)

Telefone: (12) 3865-2846

Manacá: Jardins deslumbrantes e serviço impecável.

Há mais de 3 décadas localizado na praia de Cambury, o restaurante Manacá, sob o comando do chef Edinho Engel, é um lugar meus queridos, simplesmente deslumbrante, aonde você poderá ver, sentir e apreciar a sinergia entre a natureza e um espaço arquitetônico totalmente harmonizado. A cada passo, a cada batida do coração até chegarmos na mesa era de uma fascinação incrível. Visitar o Manacá quando estiver em Cambury é obrigatório, mesmo que seja apenas para tomar uns drinks e beliscar uns aperitivos. Como chegamos no início da noite para o jantar, o restaurante já estava com uma luminosidade romântica, eu diria perfeita para um date a dois, com música aconchegante e privacidade entre as mesas, para resumir cenário perfeito para uma experiência gastronômica.

Iniciamos o jantar com o Couvert (R$ 25 por pessoa) Bolinhos de ricota com manjericão, polvo a vinagrete, abobrinha frita, patê ricota salmão com diversos tipos de pãezinhos saídos do forno. Sem exagero, dá para explorar esta entrada de muitas maneiras; brincando com suas texturas e sabores e ainda perder a fome. Tudo muito fresco, leve e com toque caiçara. Adorei!

Ainda nesta pegada fresca, escolhemos o Atum Demi cuit com creme de iogurte e caramelo balsâmico (R$57,00). Finas fatias rosadas e brilhantes com sabor natural e intenso, textura escamosa. O creme refrescante que o acompanha não camufla o sabor do peixe e dá um toque mediterrâneo ao prato, e o adocicado do caramelo dá potência e ao mesmo tempo delicadeza. Amei!

Outra composição que provamos foi o Penne ao Manacá (R$176,00) Massa de molho branco, com lulas, vieiras e camarões. Um prato que era para ser inesquecível, se o molho não tivesse vindo totalmente aguado. Aquele atado encorpado que eu tinha imaginado grudado na massa se transformou em um caldo insosso que ficou todo no fundo do prato. Mas vale ressaltar que os crustáceos estavam saborosos e com ótima textura.

O restaurante possui alguns pratos vegetarianos e veganos, experimentamos a Beringela assada ao molho de vinho tinto com cuscuz de legumes (R$59,00), muita berinjela para pouco cuscuz, dando um desequilíbrio no prato, além disso o molho feito de vinho roubou a cena e camuflou todos os outros aromas da receita. Este prato tinha um potencial enorme, mas ainda falta ajustes e harmonização.

Entre as sobremesas nossa eleita foi o Mousse de coco com baba de moça (R$28,00), textura cremosa e firme, o sabor mais delicado da fruta com a calda extremamente doce, causa uma explosão saborosa no palato. Uma ótima sugestão para quem não abre mão de um docinho antes de ir embora.

Lugar incrível, natureza que te acolhe, serviço muito gentil, o Manacá é uma ilha pitoresca que merece ser visitada e explorada em todos os sentidos. Vale a visita!

Serviço
R. Manacá, 102 – Praia de Cambury-São Sebastião / Brasil
Telefone e Reservas
manaca@restaurantemanaca.com.br
(12) 3865 1566 – Fax: (12) 3865 2550
Horários
Segunda e Terça – Fechados
Quarta das 18hs ás 22hs
Quinta , sexta e sábado das 13Hs ás 22hs
Domingo das 13hs ás 21hs