O Momento Consumista…

Dezembro é o mês da “gastança” pra todo mundo! Eu, particularmente, me dou presente de Natal todos os anos, acho válido e digno… Afinal, após 12 meses exaustivos de trabalho, alegrias e tristezas, nada mais justo… E nunca tenho a pretensão de me presentear com algo simplérrimo… risos… Ano passado me dei 4 vestidos da Juliana Jabour, este ano antecipei e comprei meu novo óculos de sol da grife Tom Ford, objeto este que não consigo tirar da minha cara, dá vontade de dormir com ele! rs… Sério!

Todo mundo diz que me presentear é a coisa mais difícil do mundo, e sempre discordo. Prova disso é que basta eu entrar em um shopping e em menos de 30 minutos encontro ao menos 5 itens essenciais para a minha boa existência!

Para ser bem sincera, este mês eu fico um pouquinho descontrol. A época é convidativa para tocar no cartão de crédito e sair gastando por aí… Estou me proibindo até de olhar as vitrines, porque me prometi (mentiras que me conto) que em 2011 trocaria a moda pela decoração de minha casa nova… risos… E esta promessa durou até o momento que preguei meus olhos em uma echarpe de algodão nude e não resisti, saí com ela no pescoço e me senti finérrima, mesmo com este verão saárico que estamos sendo obrigados a suportar ano após ano.

Sinceramente, gostaria de ser da turma daquele pessoal que se revolta nesta época do ano, tornando-se rebeldes do mundo capitalista… Infelizmente não é o meu caso!!! Mas me consolo em saber que toda esta energia consumista tem um foco, o de presentear as pessoas queridas, incluindo nós mesmas!

E Viva o Mundo dos excessos! Beijos Natalinos…