Dica literária: “Cinquenta Tons de Cinza” chega ao Brasil

A dica é para quem curte uma literatura mais picante, escrita de forma sublime. To falando do grande sucesso editorial que já vendeu mais de 10 milhões de cópias desde o seu lançamento e que começara a ser comercializado no Brasil a partir de 1º de agosto- Cinquenta Tons de Cinza- a trilogia erótica mais bapho do momento!

A história basicamente trata da relação sadomasoquista entre uma jovem universitária Anastacia Steele e um bilionário de 30 anos, Christian Grey, responsável pela iniciação sexual da garota.

Lá fora, a publicação gerou desconforto entre feministas, aumentou a venda de produtos em sex shops, foi banida de bibliotecas em três estados americanos e alimentou grupos de discussão entre mulheres casadas que não têm medo de apimentar sua relação.

O sucesso repentino surpreendeu até a própria escritora Eika L. James, que diz que começou a escrever o primeiro livro de forma despretenciosa, a partir de um hobby…hahahaha….fiquei até curiosa em saber qual passatempo dela inspirou tal obra?!

Eu to contando os dias para comprar o primeiro livro e quem sabe inspirar a vida afetiva que anda chata e entediante….rs….e segue alguns trechos para deixá-los curiosos e motivados….

— Eu sabia que você era inexperiente, mas virgem? (…) Vamos resolver esse problema agora mesmo. (…) Você é uma garota corajosa. Estou impressionado.

As palavras parecem um dispositivo incendiário. Meu sangue arde. Ele se abaixa e beija minha boca delicadamente, depois chupa meu lábio inferior.

— Quero morder esse lábio. — murmura junto da minha boca, e a puxa cuidadosamente com os dentes. Dou um gemido e ele sorri (…).

— Fique quieta — murmura ele, e aí se abaixa e vai me beijando, subindo pela parte interna da coxa, continuando por sobre o fino tecido rendado da calcinha. Ah, não consigo ficar parada. Como posso não me mexer? Contorço-me embaixo dele (…). Ele vai beijando a minha barriga, e enfia a língua em meu umbigo. Continua subindo, beijando meu torso. Minha pele arde. Estou afogueada, com muito calor, muito frio, agarrada ao lençol embaixo de mim. Ele se deita a meu lado, e sua mão vai passeando pelo meu quadril, pela cintura e subindo até meu peito (…).

— Muito bom — sussurra ele em tom de aprovação, e meus mamilos ficam mais duros ainda. Ele chupa delicadamente um enquanto sua mão vai para o outro seio e, com o polegar, rodeia a ponta do mamilo. Gemo, uma sensação doce dentro de mim. Estou muito molhada. Ah, por favor. Imploro silenciosamente, agarrando-me com mais força ao lençol. Seus lábios se fecham em volta do meu outro mamilo, e, quando ele puxa, quase tenho espasmos.

— Vamos ver se podemos fazer você gozar assim — diz ele, continuando o ataque lento e sensual. Meus mamilos suportam o delicioso impacto de seus dedos e seus lábios hábeis, que acendem cada uma de minhas terminações nervosas e fazem meu corpo inteiro cantar com uma doce agonia. Ele simplesmente não para.

— Oh… por favor — imploro, e inclino a cabeça para trás, a boca aberta enquanto gemo, esticando as pernas. Minha nossa, o que está acontecendo comigo? (…).

Seus dentes se cerram em volta do meu mamilo, e ele puxa com força com o polegar e o indicador, e eu desmonto na mão dele, o corpo estremecendo em espasmos e explodindo em mil pedaços. Ele me beija, a língua enfiada na minha boca, absorvendo meus gritos.