6 road trips incríveis para se fazer na América do Sul.

Confira algumas sugestões de rotas e destinos para fazer de carro ou de moto no Brasil e no resto do continente quando as fronteiras reabrirem

Serra do Rio do Rastro, Rodovia SC-390, Santa Catarina, Brasil

Dona de uma espetacular vista, a SC-390, que liga o sul catarinense ao oeste do estado, corta um dos mais importantes cartões postais de Santa Catarina. Suas 248 curvas, que por vezes são íngremes, fechadas e cobertas pela vegetação, são um atrativo para todos os motoristas e passageiros. No topo da serra, o mirante, situado a mais de 1.400 metros de altitude, oferece uma ótima perspectiva do que é essa rodovia incrível.

Punta Del Este

Quem estiver interessado em explorar o outro lado da fronteira, o Uruguai é a pedida certa pela proximidade, sobretudo para quem mora no Sul do País. A dica é acessar o país – quando as fronteiras forem reabertas – pelo Chuí e seguir rumo ao litoral para conhecer ou rever as praias do leste, como Punta del Diablo, Punta del Este e Playa Mansa, localizada em frente ao icônico Enjoy Punta del Este, o maior Resort & Cassino do Uruguai. O local, aliás, é um excelente ponto de parada não só para descansar, mas para aproveitar a gastronomia local, curtir a noite na Ovo Nightclub ou, quem sabe, tentar a sorte no cassino.

Dica extra: Não deixe de visitar a Casa Pueblo, ali pertinho e, se possível, Montevidéu e Colônia do Sacramento também.  

Paraty- Estrada Real

A maior rota turística do país também é opção para quem deseja cair na estrada e não pretende fazer uma viagem tão longa. A Estrada Real reúne quatro caminhos da época do Brasil Colonial que passam pelos estados de Minas Gerais, (maior parte), Rio de Janeiro e São Paulo. São 1.630 quilômetros da estradas e inúmeras possibilidades de roteiros. Aqui, o destaque fica com o trecho São Paulo – Paraty, onde é possível conhecer cidades como Guaratinguetá e Cunha. Uma boa dica de parada é o Lavandário de Cunha, que é simplesmente incrível. Vale a visita.

Buenos Aires- Argentina

Outra opção bem interessante para quem sonha em fazer uma road trip além do território brasileiro é a Argentina. Dependendo do ponto de origem, é possível mesclar cidades e atrações incríveis pelo caminho, como a Rota Romântica no RS, que passa pela RS-235 e a BR 116 e cobre 14 munícipios do Vale dos Sinos e da Serra Gaúcha. Do outro lado da fronteira, Punta del Este e Colonia del Sacramento, no Uruguai, deixam o roteiro até a Buenos Aires ainda mais belo e encantador

Rota das Emoções, Maranhão, Ceará e Piauí, Brasil

O nordeste brasileiro também está muito bem representado no quesito road trips. A Rota das Emoções, que liga os estados do Maranhão, Ceará e Piauí, em um circuito repleto de natureza, paisagens paradisíacas e envolvimento com a cultura local, desperta a “emoção” de se movimentar ao longo de 500 quilômetros de percurso. São 14 municípios interligados em tour com passagens pelos Parques Nacionais de Jericoacora, Lençóis Maranhenses e pelo Delta do Parnaíba.

Estrada de Los Caracoles, Chile

Para os mais destemidos, a Estrada de Los Caracoles, na fronteira do Chile com a Argentina, pode ser uma aventura e tanto. O nome já traduz bem o tamanho do desafio. São 29 curvas sinuosas, muito fechadas e sem nenhum tipo de proteção, como guard rails, para resguardar os motoristas. O constante vai e vem das curvas, aliado aos mais de 3.000 metros de altitude, complementam ainda mais a experiência, que logo é recompensada pela estonteante paisagem, sobretudo no inverno, quando há neve por todos os lados.

Dica extra: Uma vez na estrada, não deixe de visitar Portillo. A estação de esqui oferece uma vista e tanto para a Laguna del Inca. Vale a pena. 

Produtores do Pisco Chileno promovem a bebida no mercado brasileiro.

No próximo dia 28 de agosto, expressivos nomes da mixologia no Brasil, Marcelo Serrano, Rodman Paixão, e o sommelier Diego Arrebola estarão reunidos para serem os orientadores da degustação de Piscos Chilenos, numa super masterclass.

O evento que acontece no  Terraço Armazem, do Hotel Hilton Morumbi, faz parte das diversas ações de apoio ao setor que o Ministério das Relações Exteriores comanda através do ProChile, com a ativa participação da Associação Pisco Chile. O objetivo? É divulgar a versatilidade do destilado e enaltecer a denominação de origem do pisco chileno.

Os produtores de pisco chileno que participarão do evento em São Paulo apresentarão a versatilidade deste tradicional produto, buscando oportunidades para que este destilado se incorpore ativamente à carta de bares e restaurantes brasileiros.

Estarão presentes produtores de pisco de Monte Patria, entre grandes e tradicionais marcas como Bauzá e outras menores e artesanais como Chañaral de Carén. Marcas de pisco já conhecidas pelos brasileiros como a Capel e Miguel Torres também marcarão presença!

Diego Arrebola fará preleção sobre os piscos: Capel, Chanaral de Caren, e El Gobernador. Os mixologistas Marcelo Serrano e Rodman Paixão,   a quatro mãos, mostrarão a versatilidade do Pisco Chileno para o mundo da Mixologia.

Se você adora um pisco como eu, este evento é imperdível!

Serviço

Masterclass de Pisco Chileno
28/08 às 19h00
Hotel Hilton Morumbi – Terraço Armazém
Av. das Nações Unidas, 12901 – Torre Leste – Brooklin Novo

 

Comes & Bebes em Santiago do Chile

Em visita recente a Santiago do Chile tive a oportunidade de fazer um belo roteiro gastronômico. A cidade possui uma infinidade de bons restaurantes, e desde que você esteja disposto a experimentar muitos pratos à base de frutos do mar, encontrará um bom motivo para visitá-los diariamente. Os chilenos não são avessos à carne, mas a ela não é dado destaque. Uma pena, pois alguns dos melhores pratos que provei eram justamente destinados aos carnívoros! 

Vale a pena lembrar que no Chile você sempre beberá durante as refeições, e tenha certeza: qualquer vinho que experimentar durante este giro gastronômico será saboroso. 

Na primeira noite visitei o único indiano que você encontrará pela cidade, e já posso lhe adiantar, caro viajante, não ficará decepcionado! Trata-se do Majestic Indian Cousine, há 11 anos em funcionamento no Centro de Santiago, e agora com uma filial na área gourmet do sofisticado Mall Alto Las Condes. Lá você encontrará vários pratos típicos, mas com um toque sofisticado. 

Destaque para o Rogan Josh, cordeiro suculento cozido com cebolas, tomates e Garam Masala (pasta picante forte, mas não picante como uma malagueta) e as Lentilhas da Índia cozidas com manteiga e curry. Atenção a um detalhe importantíssimo: a maioria dos pratos desta casa possui quatro níveis de picância, portanto, se você tem sensibilidade à pimenta, sugiro que peça o número 1, SEMPRE! 

Rogan Josh e Lentilhas da Índia

No dia seguinte fui à Casa Lastarria, um daqueles lugares perfeitos para um almoço ao ar livre, com uma decoração de muito bom gosto e sem afetação. Tudo que experimentei foi maravilhoso: Ceviche Mixto, reineta (peixe típico do Chile, bem parecido com o nosso linguado) e camarões com palta (abacate) em leche de tigre (uma espécie de caldinho de feijão, só que na versão pescado). SUGESTÃO: Após terminar de comer o ceviche, tome o caldo do fundo da tigela acompanhado de uma dose de um bom pisco. Vale também mencionar a Plateada Al Jugo, corte de carne típico do Chile servido com purê rústico, mostarda e cebola assada. A forma como foi preparado este purê foi algo inédito para mim, e seu sabor um mistério agradável que levarei na minha memória até a minha próxima visita a Santiago. 

Plateada Al Jugo

Outra visita indispensável para os amantes de uma boa vida gourmet é o The Aubrey Restaurant. Para mim foi o melhor dos melhores nesta estadia, com decoração impecável e a comida de se ajoelhar. SUGESTÃO: Tire algumas horas para visitar este lugar. O restaurante está em um hotel boutique com ambientes incríveis. Sente-se em uma de suas mesinhas e peça um chardonnay bem geladinho! 

Provei uma entrada que achei uma das melhores feitas com frutos do mar que já experimentei na vida: Degustación por Tres, tartar de atum, ceviche de corvina e polvo regado ao azeite. Como prato principal prove o Tapapecho de Guagyu. Um corte do gado japonês aqui conhecido como Wagyu, que dá origem ao Kobe Beef, cozido por horas, que desmancha na boca e vem acompanhado de batatas com bacon e cebolas assadas. Muito saboroso e elegante! 

Degustación por Tres

Também indispensável conhecer é o Boudoir Restaurant Lounge Bar, recém-inaugurado na capital chilena. É o lugar ideal para um jantar romântico, pois sua decoração é muito chique e intimista. Além disso, oferece boa música e serviço atencioso. 

Na entrada delicie-se com o Pincho de Camarones, camarões salteados com alho e pimentões acompanhados de sour cream (creme azedo). Para os fãs de pollo, eu sugiro que experimentem o Poulet Basquaise, deliciosa preparação de frango marinado em especiarias locais e servido com risoto da casa. Para mim, uma das sobremesas mais reconfortantes desta viagem, com gostinho de casa, foi provada no Boudoir, o Pain Perdu. Um típico pain dulce francês embebido em um preparado leve de ovo, leite e canela e salteado na manteiga (parecido com nossas rabanadas natalinas) e servido com sorvete de baunilha. Uma delicia! 

Pain Perdu

Um dos mais aclamados restaurantes peruanos da cidade, o El Otro Sitio, tem uma decoração alegre e divertida, e abre para almoço e jantar todos os dias. O destaque da noite foi para a Empanada de Ceviche, uma entrada despretensiosa e deliciosa. Apesar de assada, o recheio não perdeu sua textura e sabor, enquanto a massa era fininha e leve. Mais uma especialidade peruana pela qual me apaixonei foi o Ají de Galinha: peito de frango com ají amarillo (é a pimenta mais utilizada no Peru, uma das bases da gastronomia do país) e cheese sauce. A combinação do molho de queijo com o frango desfiado é de uma maciez indescritível. Provem!

SUGESTÃO: Embale sua noite peruana com o Pisco Sauer da casa. Além de ser delicioso (fique atento ao alto teor alcoólico!), é servido em taças de cerâmica que são lindas e podem ser compradas!

 

Ají de Galinha

Um lugar imperdível para uma visita e um almoço rápido é o Mercado Central, pertinho do centro da cidade. Lá você encontrará todos os habitantes submarinos do mundo, e poderá prová-los em um dos restaurantes do local, todos especializados em pescados e mariscos. Almocei naquele que ocupa a maior parte do espaço, e que considerei a melhor localização para ver de camarote o vaivém dos fregueses, o restaurante Donde Augusto. O simpático dono está sempre por ali e sua esposa é quem comanda o fogão. Experimentei a famosa Parrillada do Mercado: 2 chuletas, 2 lombos suínos, frango e batatas cozidas. Nada de especial, mas como a maioria dos cortes é importada da Argentina, o certificado de garantia de qualidade é certo! 

Parrillada

Localizado em Bellavista, um dos bairros mais boêmios e gastronômicos da cidade, o Republicano é uma boa pedida para ouvir boa música e tomar alguns drinks. Ele está mais em evidência pelo astral e pela decoração do que propriamente pela comida, mas se a fome surgir, o restaurante de comida chilena oferece um cardápio com várias opções. Experimente as Empanaditas de queijo com champignon e a Hamburguesa Republicana, um hambúrguer caseiro com cebola caramelizada, alface, bacon e maionese da casa, acompanhado de batatas rústicas (pode ser comido em duas pessoas, acredite!).

Hamburguesa Republicana

E para encerrar o meu giro gastronômico em Santiago, visitei um lugar imenso, chamado Cosmopolitan, uma espécie de bar, restaurante, tapas e sushi. A Tabla de Pollo Tailandês (pedaços de frango salteados com leite de coco e curry tailandês picante) e a Bocatina de Carne (sanduíche em pão tipo ciabatta com carne, alface, tomate e maionese, servido com batatas bravas) foram os melhores acertos da noite. Já o sashimi com 12 cortes… Fuja! O salmão, embora seja um peixe típico da região, não estava fresco. E mais um detalhe: a comida japonesa em Santiago é caríssima, por isso melhor não arriscar e perder dinheiro com isso!

Bocatina de Carne

Alguns detalhes importantes

Aos domingos, boa parte dos restaurantes fecha em Santiago.

Os fumantes irão gostar desta informação! Ainda não existe uma lei que proíba o fumo em locais fechados na Capital, portanto os adeptos encontrarão em todos os restaurantes e bares locais uma área destinada exclusivamente aos fumantes, com arejamento conveniente.

Delícia suprema é a melhor denominação para as frutas chilenas, e elas estão espalhadas pela cidade toda. Não deixe de experimentar uma fruta bastante popular no Chile, a chirimoya. Eu voltei literalmente maravilhada com seu gosto e sua textura. O suco e os coquetéis elaborados com ela são muito saborosos. Não deixe de experimentar!

Durante sua viagem mais cedo ou mais tarde vocês descobrirão a palta, que nada mais é que o nosso conhecido abacate. Aqui ela é encarada como fruta, já no Chile é consumida como acompanhamento em sanduíches, molhos de saladas e pratos de alta gastronomia. Se entregue a esta novidade, é bem gostosa e dá um sabor levemente adocicado na comida. Adorei!

Outra especiaria que deve ser experimentada é o Pastel de Choclo, um prato muito típico do Chile. Trata-se de uma torta divina, criada pelos índios mapuches e modificada com ingredientes espanhóis. Ela é feita de massa de milho com leite, com recheio de carne e, por vezes, com um pedaço de frango, e você a encontrará em todos os espaços gastronômicos do Chile. Parabéns ao povo chileno que soube tão bem preservar esta iguaria.

Um lugarzinho que você deve dar uma passadinha é a Confiteria Torres. Aberta em 1879, é a pioneira na cidade e a segunda desse tipo mais antiga da América Latina. A entrada é imponente e é decorada com os móveis antigos originais. Os doces são saborosos e você também poderá almoçar por lá! Veja os horários de funcionamento antes de visitar, pois ela abre em horários fora dos padrões comerciais.

Comer é, sem dúvida, uma das principais diversões dos santiaguinos. A cidade atualmente é incluída por muitos turistas no seu roteiro de viagem por motivos gastronômicos, e depois desta viagem posso dizer que eles estão cobertos de razão. A experiência é incrível!

 

Serviço:

Majestic Indian Cousine
Santo Domingo, 1526 – Centro
www.majestic.cl 

Casa Lastarria
Rua José Victorino Lastarria, 70 – Barrio Lastarria
www.casalastarria.cl

The Aubrey Restaurant
Constitución, 317 – Barrio Bellavista
www.theaubrey.cl

Boudoir Restaurant Lounge Bar
Constitución, 97 – Barrio Bellavista
info@boudoir.cl

El Outro Sitio
Antonia de Lopez de Bello, 53 – Barrio Bellavista
http://www.elotrositio.cl/

Republicano Restaurant & Bar
Dardignac, 127 – Barrio Bellavista
www.restauranterepublicano.cl

Mercado Central
San Pablo, 967 – Centro
Diariamente das 7h as 16h
http://mercadocentral.cl/

Cosmopolitan
Avenida Brasil, 268 – Barrio Brasil 

Confiteria Torres
Alameda, 1.570 – Centro
http://confiteriatorres.cl/

Crédito Imagens: Marcos R. Geromini 

 

 

 

 

 

.

Hello Chile….

Mal cheguei das festas de final de ano….e já estou de malas prontas para mais uma aventura turística..O destino? Chile…viagens para mim são um daqueles momentos (Em boa companhia, é claro!) sempre os mais intensos da vida…Aventuras compartilhadas são aventuras multiplicadas, porque a intensidade se manifesta em todos os mundos….

Ano vai, ano vem, e uma questão permanece sempre viva em minha alma, de que a vida só continua valendo à pena enquanto houver aventuras para mim se envolver!

Desconecto-me novamente hoje da vida virtual, para me conectar totalmente a vida, que deve ser sempre vívida da melhor forma!

A volta (podem ter certeza), será cheias de historias para contar…e pretendo estar mais viva, cheia de graça…..e farei um monte de gente feliz, com as novidades!

Viajar faz com que a gente possa ter outras referências, quebrar conceitos e preconceitos, integrar culturas, diversificar, ampliar a mente, a percepção; fazer amigos, dar e receber o carinho fraterno em qualquer parte do mundo.

Tem gente que se arrepia só de pensar em viajar. Arrepia de prazer ou arrepia de medo…Definitivamente eu arrepio de prazer! Encontraremos-nos na volta!

Beijos