Falafada: Um árabe para chamar de nosso!

Esta semana fomos conhecer um restaurante que já habita entre nós paulistanos há 03 anos, mas somente agora recebemos a graça de ir visita-lo, o Falafada, na Santa Cecilia. O lugar reúne receitas gastronômicas do maior mar do mundo. Por aqui você encontrará pratos gregos, judaicos, libaneses, turcos e de tantas outras nacionalidades, que desfrutam desta culinária rica em ervas e aromas.

O lugar exala conforto e bem-estar de maneira bem simples e eficaz: mesinhas, uma mesa comunitária, um bar e uma varandinha compõem o ambiente perfeito para reunir amigos e petiscar comidinhas do Mediterrâneo, entre um gole e outro.

Eu iniciei meu jantar com o “carro-chefe” da casa e considerado por alguns o melhor da cidade, o famoso Falafel (R$15,00), que consiste em bolinhos fritos de grão de bico, fava e misturado com condimentos que exalam seu sabor. Eu amo o “grão da felicidade” e o daqui não irá te decepcionar: porção generosa, bem sequinhos, crocante, sem deixar o interior ressecado e com sabor original. O molho de Tahine que acompanha agrega sabor.

Após a ótima entrada, pedimos um dos especiais da casa, o Sinfonia Falafada2 (R$65,00) que é composto por Shawarma (maminha), parguit (frango), hommus, babaganoush, coalhada seca, relish de pimentão e saladinha. Se você deseja conhecer um pouco da proposta da casa em uma tacada só, eu recomendo bastante este prato, aqui se reúne o que há de mais popular na comida árabe e tudo é muito bom! Dá vontade de enfiar a cara e comer tudo, de várias maneiras. Acidez, dulçor, especiarias potentes e uma sinergia contagiante. Ah, sim: eles produzem tudo lá.

Será bem difícil você escolher um dos pratos principais, porque são receitas tentadoras, mas fomos de Parguit Haifa (R$38,00) São lasquinhas de coxa e sobre coxa de frango, como elas são assadas no espeto giratório, a maciez e o sabor parecem se intensificar, juro que na primeira garfada tive dificuldades em identificar como carne de frango. O couscous marroquino com ervas e lentilhas estava de comer ajoelhado, úmido, soltinho e todas as especiarias abraçando-se fraternalmente. O prato também é composto por legumes grelhados, que chegaram de forma majestosa, frescos e quentes!

Eu amo Kaftas, então fomos de KAFTA TRÍPOLI (R$45,00), deliciosas kaftas de cordeiro grelhadas, servidas com Varenikes (massa fresca recheada com batata), cebola caramelada e emulsão de queijo de cabra. A carne estava uma delícia, digo isso porque carneiro para mim é sinônimo de carne dura e odor forte. Não foi o caso, a textura da carne estava macia e o sabor marcante. Mas o que eu amei mesmo foi esta massa de origem judaica: macia, adocicada e o toque acebolado traz conforto e bem-estar ao palato, um ótimo acompanhamento. Meu prato preferido da noite!

E finalizamos nossa noite com uma das sobremesas da casa Terrine Falafada (chocolate com amêndoas e tâmaras). Gente que doce é este? Um doce para gente que gosta de se lambuzar, um mix de texturas e sabores inigualáveis e equilibrados.  Pode não ser um doce árabe, mas taí uma “fusion food” que amei!

Serviço gentil, preços camaradas, decoração que não agride os olhos. Falafada é um lugarzinho que vale a pena conferir. Quero voltar com o namorado libanês para experimentar outras maravilhas da casa. Super vale a visita!

Serviço
Falafada
Rua Martinico Prado, 172- Sta. Cecília – São Paulo – SP
Tel.: (11) 3578.2226
www.falafada.com.br

Crédito Imagens: Roberto Salgado

Curta e siga:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *