Especial Giros: Vivenciando a gastronomia paraguaia!

Eu estive em Assunção há mais ou menos 3 décadas atrás, e as lembranças eram pouquíssimas. Para minha surpresa a cidade prosperou, e sua gastronomia acompanhou esta evolução. Atualmente você encontra bons lugares para se provar desde a comida local até menus assinados por chefs que acreditam nas fusões comestíveis do mundo atual.

Infelizmente eu não tive tempo de conhecer todas as indicações que chegaram até nós, selecionei algumas instintivamente e compartilho neste momento com vocês todas as minhas experiências surpreendentes!

El Café de Acá

Olha, posso estar redondamente enganada, mas é aqui nesta bela casa com um jardim fofíssimo que você provará um dos melhores cafés da manhã de Assunção. Além da culinária local, você também poderá se esbaldar com um belo brunch, ou mesmo uma refeição mais reforçada durante o dia.

Eu fiquei com o café da manhã, e conheci uma receita inédita nesta existência, o Mbeju, que é servido em qualquer refeição. Parece mais uma mistura entre omelete e panqueca, e é feito com mandioca e queijo. Não dispense esta genialidade da cozinha paraguaia.

Os doces aqui também são indispensáveis, experimentei o Cheesecake, e foi do tipo divino! Se quer apenas um belisco para acompanhar o café, as famosas chipas podem ser o par perfeito. A iguaria é, na verdade, uma espécie de pão de queijo (só que com mais queijo!), geralmente em formato de U ou meia lua.

E se o dia estiver bonito, comece seu dia na parte externa do lugar, tem até uma fontezinha para contemplar, muito romântico!

Endereço: Teniente Héctor Vera 1390, Asunción, Paraguai

La Musique

Se você vai ao Paraguai, você tem que ir a um Cassino, experiência que faz parte do cotidiano local. Eu fui conhecer o Vivant, um cassino que foi inaugurado há pouco mais de um ano e está a 40 minutos da capital, em uma cidadezinha chamada Lambaré.

Além de você estar às margens do famoso Rio Paraguai, você pode dar uma esticada sem medo ao seu restaurante, o La Musique. Quem o concebeu foi um amigo muito brilhante em tudo que cria, o espanhol Oscar Rodal, que originou um ambiente sofisticado e relaxante, bem diferente do agito que se encontra ao lado. Aliás, quando entrar aqui nem se lembrará que está em um universo paralelo.

O chef Ivan Paniagua prepara receitas de diversas parte do mundo, e além disso ele é expert em comida asiática, então por aqui você terá a oportunidade de degustar um dos melhores sashimis da cidade. Eu provei seu Cordeiro ao molho de vinho tinto, tomates confitados e purê de batatas e não me arrependi. Outra receita que também encantou em nosso jantar foi o Ceviche de Salmão cremoso com mangas, muito refrescante, e finalizamos com uma sobremesa diretamente da China, inédita ao meu paladar, o Sorvete Frito,. É interessante a interface entre o quente e o frio.

Por aqui você também encontrará algumas massas, peixes e sopas. Tudo com muito capricho! Vindo jogar aqui vale comer e vice-versa!

Endereço: Avenida Paseo del Yacht 11, dentro do Resort Yacht & Golf Club Paraguayo, Lambaré 1379, Paraguai

Zulu

O lugar é literalmente um sonho, ideal para um jantar romântico ou tomar uns drinks com amigos. Está no topo do Word Trade Center Asunción, com uma vista espetacular da área mais nobre da cidade. Receptivo e garçons muito atenciosos, ambiente confortável e luxuoso, vale a experiência.

A gastronomia tem inspiração na comida africana e paraguaia, salmão salteado com salada, mexilhões e alcachofras e surubi (peixe nativo) com macarrão de arroz, cogumelos e abóboras, são alguns dos pratos mais recomendados pelo chef da casa.

Não dispense um dos drinks autorais da casa, o que eu mais amei foi o Nairobi, coquetel que leva o nome da capital do Quênia. A suavidade das pétalas de rosa faz uma sinergia incrível com vodka, lemoncello e vermute.

Aos finais de semana rola umas festas com DJ, e uma agenda intensa de produções artísticas!

Endereço: Avda. Aviadores del Chaco 2050 – World Trade Center / Torre de Assunção 2 – Telhado Plano

Pakuri

Quando a chef Sofía Pfannl decidiu voltar para o Paraguai, seu país de origem, para abrir seu próprio restaurante, quis iniciar o mesmo movimento que já havia testemunhado em outros países latino-americanos: a valorização da gastronomia local, abraçando seus ingredientes e tradições. Ela estava procurando começar um novo capítulo para a comida paraguaia. Ela estava morando em Lima, no Peru e por lá pode perceber e vivenciar o desenvolvimento do país através da gastronomia.

Em 2017 ela voltou e abriu o sofisticado Pakuri com o marido, o peruano José Miguel Burga, que também é sommelier.

A comida é uma fusão dos dois países, com menu enxuto e muito bem elaborado. Durante meu jantar experimentei os Pastéis de pescado, que achei interessante, embora não seja um hábito meu comer pastel com recheios exóticos. Outra receita que me surpreendeu foram as Moelas grelhadas com espuma de mandioca, cebolinha e limão. Bixooooo e nem de moela eu gosto! Mas estas estavam uma delícia.

De sobremesa peça Coquito, Chocolate y Cocido, uma mistura de mousse gelado com pedacinhos de coco cozidos que juntos são mergulhados em um caldo licoroso. Divinos!

Endereço: Eusebio Lillo 902 esq. Infante Rivarola, Asunción, 1849, Paraguai

Curta e siga:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *